ROTEIRO: 20 dias na Tailândia

Visitar a Tailândia é conhecer um mundo com diferentes sentidos e percepções. É abrir a cabeça para uma nova cultura, uma nova maneira de ser. Entenda o motivo aqui!

 

O que você precisa saber antes de ir para a Tailândia

 

Visitar a Tailândia é conhecer um mundo com diferentes sentidos e percepções. É abrir a cabeça para uma nova cultura, uma nova maneira de ser. Seja pela religião budista que predomina no país, ou pela natureza que tem belezas exorbitantes. Na Tailândia, tudo é fascinante: as praias paradisíacas, os mais de 18.000 templos pelo país, a religião (95% é budista) e os costumes completamente diferente dos nossos fazem esse choque cultural tornar tudo muito mais interessante. A moeda tailandesa é o Baht. Quando fizer a conversão de moedas por lá você vai se sentir rico, já que o dólar e real valem muito, o que faz as compras valerem bastante a pena. Mas a dica mais importante é: não esqueça de Pechinchar tudo o que você quiser comprar, é uma desfeita na cultura aceitar o primeiro preço que te oferecem.

Templo Emerald - Bangcoc

Templo Emerald – Bangcoc

Visto

Não é necessário visto para brasileiros fazerem turismo na Tailândia. Mas a vácina contra febre amarela é obrigatória. Quem mora em São Paulo, pode tomar a vacina no Aeroporto de Congonhas e diversos outros pontos de vacinação. 

Como chegar

Não há voos diretos entre o Brasil e a Tailândia. A melhor opção é pegar voos com conexões em outros países, seja na Ásia ou na Europa: Via Dubai – Emirates Via Londres – British Airways Via Paris – AirFrance Via Zurique – Swiss A maioria dos voos chega ao Aeroporto Internacional de Bangkok-Suvarnabhumi, mas existem serviços para aeroportos menores no norte e sul do país. O mais aconselhável é chegar por Bangcoc para conhecer um pouco da frenética cidade com trânsito completamente louco, que possui o contraste de templos e arranhacéus, em uma área que abriga 6 milhões de pessoas. 3 dias por lá já são suficientes. Quando cheguei em Bangcoc me ofereceram um passeio para a praia mais próxima da capital, chamada Pattaya. A cidade é conhecida pelo alto nível de prostituição e não vale NADA a pena conhecer.

Khao San Road - Bangcoc.

Khao San Road – principal rua de Bangcoc.

Esqueça o transporte público: ande de TukTuks e Táxis. 

Chegando lá, não conte com transporte público! O negócio é andar com os famosos TukTuks ou táxis. A primeira delas é um must para quem passeia por lá. Além disso, os motoristas dos tuktuks te oferecem duas opções para cobrar: a maneira normal como conhecemos, ele te leva ao seu destino e cobra por ele. A segunda opção é se você quiser um preço mais justo e amigo, ele precisa te levar em algumas lojas e paradas antes de chegar ao seu destino final. Isso porque os motoristas tem acordos com os lojistas para levar turistas às compras e a cada turista que ele leva, uma comissão ele ganha. Ai, ele pode te cobrar menos.

Tuk Tuks

Segurança não é o ponto forte do transporte por lá. VIajamos por 40 minutos assim de uma cidade para outra em uma van lotada.

Melhor Época

Por ficar próxima da linha do Equador, a Tailândia possui temperaturas quentes durante o ano todo – e coloca quente nisso durante o verão. Por isso, a melhor época para visitar a Tailândia é entre os meses de Novembro e Fevereiro, já que a temperatura fica mais amena e a probabilidade de chuvas é menor. Neste período, a temperatura média é de 20º C, com um índice de humidade por volta dos 55%.

Prepare-se se estiver pensando em ir entre março e maio. Neste período, as temperaturas ficam em média próximas aos 30º C, podendo chegar aos 40º C em algumas regiões. A probabilidade de chuvas de verão nessa época também é maior.

Já entre Junho e Outubro, é a estação chuvosa do país por conta das monções que atingem o país. A temperatura oscila dos  24º e os 34º C com uma freqüência de chuvas alta.

Phi Phi Don, ao sul do país.

Phi Phi Don, ao sul do país.

Não se assuste com os protestos atuais. 

Há mais de sessenta anos o país vive sob comando de um único rei, Bhumibol Adulyadej, pelo qual a população possui um tremendo apreço. Apesar disso, o país vive em uma monarquia constitucional e o governo eleito enfrentou diversas manifestações populares contra a primeira-ministra tailandesa, Yingluck Shinawatra, acusada em diversos escândalos de corrupção. Em junho deste ano, ela recebeu autorização para abandonar o país. Por conta destes problemas políticos e manifestações que tomaram o país, houve uma queda no turismo entre os anos de 2013 e 2014. Mas nada, nada mesmo, que impeça qualquer pessoa a planejar uma viagem a este exótico paraíso.

Protestos na Tailândia. Reprodução: Jornal Público.

Protestos na Tailândia. Reprodução: Jornal Público.

 

Captura de Tela 2014-10-02 às 17.33.12

 

 

Pontos Turísticos e Ilhas que você precisa conhecer quando estiver na Tailândia

 

Não é a toa que as ilhas da Tailândia se tornaram um dos maiores desejos de turistas depois que filmes como “A Praia” e “James Bond” as revelaram ao mundo. A magia das praias e ilhas do país são de tirar o fôlego e encantar a todos que por ali passam. Águas cristalinas e quentes, areia branquinha e tudo isso cercado por uma natureza que nos lembra a nossa mata atlântica. A secretaria de turismo da Tailândia aconselha os turistas a visitarem o país entre Novembro e Abril, já que as temperaturas são mais amenas (em torno dos 30 graus), mas essa é a alta-estação por lá: então prepare-se para agito e muitos turistas. Em outras épocas do ano, as chuvas são mais frequentes e as temperaturas chegam aos 40 graus.

Como chegar

Saindo do Brasil, a maioria dos voos chega ao Aeroporto Internacional de Bangkok-Suvarnabhumi, mas existem serviços para aeroportos menores ao norte e sul do país. O mais aconselhável é chegar por Bangcoc para conhecer um pouco da frenética cidade com trânsito completamente louco, que possui o contraste de templos e arranha céus, em uma área que abriga 6 milhões de pessoas. Três dias por lá são suficientes antes de embarcar na viagem as incríveis ilhas do sul do país.

“Koh” significa ilha. Sair de Bangcoc para chegar nestes pequenos pedaços de paraíso, exige algumas horas de viagem em direção ao sul do país. Você pode pegar um ônibus que viaja por 11 horas ao longo da noite (foi o que nós fizemos), ou um voo de duas para o aeroporto de Phucket, ao oeste (a ilha mais agitada do país) ou para a província de Surat Thani, ao leste.

Nós preparamos um roteiro da Tailândia para você se inspirar:

Fomos até o sul da Tailândia de ônibus, e para chegar nas ilhas pegamos barcos e ferrys. As setas indicam a nossa rota.

Fomos até o sul da Tailândia de ônibus, e para chegar nas ilhas pegamos barcos e ferrys. As setas indicam a nossa rota.

  • Bangcoc

Como falamos no post Conheça a Tailândia, não conte com o transporte público por lá. O negócio é sempre contar com os famosos Tuk Tuks e táxis.

Na cidade, o que nós aconselhamos a fazer é visitar o Wat Phra Kaew, o Templo do Buda de Esmeralda, e o Grand Palace, que formam juntos o maior espetáculo de Bangcoc. O complexo é composto por mais de 100 edifícios coloridos, torres douradas e mosaicos brilhantes. Este é o templo mais importante e sagrado da Tailândia!

meditation 2435237222

Grand Palace

Seguem as dicas para já ir se preparando:

1)Não se esqueça: é preciso estar vestindo calças compridas pra entrar por lá! Eu estava de bermuda e precisei comprar uma calça no camelô da esquina haha.

2)Vale a pena passar uma manhã ou tarde descobrindo todas as maravilhas do local.

3) É um dos lugares mais legais de conhecer na capital do país e precisa estar em seu roteiro.

4) É proibido tirar fotos dentro dos templos. Na área externa, são tantos, mas tantos turistas que é difícil até caminhar tentando não estragar as fotos alheias.

5) A entrada mais cara entre os templos é para o Grand Palace, que custa em torno de 46 reais (500 Baht) . Você paga individualmente para entrar em cada templo.

golden guards 2434423787

Golden Guards

Templo Emerald - Bangcoc

Templo Emerald – Bangcoc

 

  • Koh Phangan 

Saindo de Bangcoc, pegamos um ônibus em direção ao sudeste do país. Foram 11 horas de viagem de ônibus, mas também pode ser feita de avião em cerca de 2 horas. Essa dica é para quem gosta de festas e baladas!

Nós aconselhamos você a fazer o seguinte: passe pela província de Surat Thani, pegue uma ferry e chegue em Kho Phangan.  

A Full Moon é uma festa incrível, talvez a maior da Tailândia e acontece por lá toda a lua cheia de cada mês. Então prepare o seu roteiro pensando no ciclo da lua. 

Na festa, apresentações pirotécnicas, muita música eletrônica e uma vibe muito diferente na praia. Nós não gostamos de “raves” e a Full Moon acaba sendo uma, mas com a energia totalmente diferente.

Na Tailândia as drogas são estritamente proibidas (quem for pego usando é condenado a prisão perpétua). Então esqueça, porque essas coisas não existem por lá. Mas talvez para compensar, os turistas se acabam na bebida que são vendidas em baldinhos de praia (lembra aqueles de quando você era criança?). E com toda a animação e boa música, a festa é dura até a manhã do dia seguinte.

Show pirotécnico na Full Moon

Show pirotécnico na Full Moon

Baldes de bebida

Baldes de bebida a venda na Full Moon

 

  • Koh Samui 

Apenas a companhia Bangkok Airways voa direto de Bangcoc para Kho Samui. Nós chegamos lá de Ferry, na volta de Kho Phangan. Nessa ilha existem diversas praias paradisíacas, hotéis e restaurantes. Além das praias, o ícone inconfundível de Koh Samui é o Big Buddha Temple – ou Wat Phra YaiA estátua de 12 metros de altura é visível a quilômetros de distância ou até mesmo de um avião se você estiver chegando ou partindo da ilha. 

Os templos, lojas e restaurantes agrupam-se na base da estátua. A entrada para o monumento é de graça.

Big Buddha Temple

Big Buddha Temple, em Koh Samui

 

  •  Koh Phuket

Koh Phuket é uma das ilhas mais agitadas ao oeste da Tailândia. Você pode chegar em Koh Phuket por voos que saem de Bangcoc pela Bangkok Airlines.  Koh Phuket tem 39 ilhas satélites e a maioria localizada ao leste, com diferentes características proeminentes.

Para conhecer:

Algumas ilhas têm instalações completas para os turistas que passam as noites, como Koh Mai Ton, Koh Racha Yai, Koh Ele e Koh Tapao.

Algumas são populares para um programa de dia como Koh He, Koh Lo, Koh Kaew e Koh Bon.

O mais conveniente é comprar o pacote turístico ou alugar o barco em qualquer cais de embarque para conhecer os arredores da ilha.

Passeios:

Em Koh Phuket existem vários hotéis, restaurantes, praias paradisíacas e vida noturna bem agitada. Foi por lá que andamos de caiaque no meio de cavernas e conhecemos a Ilha do James Bond.

Kata Beach, em Koh Phuket

Kata Beach, em Koh Phuket

 

 Ilha Khao Phing Kan, conhecida como James Bond Island.

Em Phuket, existem várias agências e barcos que te levam a ilha que foi cenário do filme “007 contra o homem da arma de ouro”. A praia paradisíaca esconde passeios incríveis. Dependendo da agência, antes de chegar a Ilha do James Bond, eles fazem diversas paradas em outros pontos turísticos, cavernas e ilhas da região. Infelizmente, nós não temos toda a informação sobre este passeio para passar para vocês, já que fui a Tailândia em 2007.

Mas a dica é na ilha do James Bond, faça uma caminhada por lá e aproveite para curtir um passeio de caiaque.

 

10595723_10204719938098068_47683850_n

Famosa pedra do filme James Bond

Pier da praia James Bond

Pier da praia James Bond

 

Caiaque na Ilha James Bond

Esse é um passeio de caiaque que é feito depois de visitar a ilha James Bond no sul da Tailândia. Essa é uma boa oportunidade para curtir os paredões de pedra em meio ao mar paradisíaco de lá. O preço depende de como você chegou lá. Se você fizer o passeio completo saindo de Phuket as agências de viagem já incluem no pacote. O passeio avulso custa 230 reais para adultos (2,500 Baths). Você pode agendar ele, clicando aqui.

Passeio de Caiaque

Passeio de Caiaque

 

  • Koh Phi Phi 

Saímos de Phuket. Pegamos uma Ferry em direção a uma das ilhas mais famosas e desejadas da Tailândia: Koh Phi Phi. Esse trajeto dura em torno de 1h30 e custa aproximadamente 350 Bath.

Na minha opinião,  Koh Phi Phi é o lugar mais incrível da Tailândia, as praias mais bonitas ficam por lá, além da vida noturna super agitada com muitos jovens.

O passeio mais legal de Koh Phi Phi é sair para conhecer a famosa praia do filme estrelado por Leonardo di Caprio: “A Praia”, além de conhecer a praia dos macacos “Monkey Beach” e passa por uma caverna viking onde mora um povo primitivo.

Cenário do filme estrelado por Leonardo di Caprio: "A Praia"

Cenário do filme estrelado por Leonardo di Caprio: “A Praia”

Você conhece a praia dos macacos em um passeio de um dia, saindo de Koh Phi Phi

Você conhece a praia dos macacos em um passeio de um dia, saindo de Koh Phi Phi

E aí, quem você tem mais dicas sobre a Tailândia? Comente aqui e siga o Viva o Mundo nas redes sociais :)

 

Deixe uma Resposta para vivaomundo Cancelar Resposta

7 Comentários

  1. Raphael Nascimento

    Quantos dias durou todo este seu roteiro ?

    Perguntou porque irei para lá juntamente com a minha esposa dos dia 06 a 23/3. Sei que sai da melhor época mas conseguimos uma promo.

    Aonde posso ver as passagens de ônibus, tem online ou é somente na hora ?

    Raphael.

    -4
    • vivaomundo

      vivaomundo

      Olá, Raphael,

      O roteiro durou 20 dias. Nós compramos tudo na hora :)

      Abraços.

    • Danilo

      Meu Deus…o nome do roteiro se chama “20 dias na Tailândia” e ainda vem gente perguntar quantos dias durou o roteiro. É tipo a pergunta “Qual a cor do cavalo branco de Napoleão?”

  2. noemy

    Bom dia!

    Quantos dias vcs ficaram em bangococ? Tenho muito medo de mudar de cidade e ficar sem hotel pra dormir, como vcs fizeram em relaçao a hoteis, ja que pelo que disseram vcs viajaram muito de onibus, seria possivel vcs me passarem o passo a passo que vcs fizeram.
    Noemy

    -3
  3. Tatiana Rosa Soares de Faria

    Oi… to querendo ir pra lá e tinha pensado em ir também no Vietnã e no Camboja, mas só tenho 20 dias e pelo que li do seu roteiro, não dá tempo né…rsrs. Só fiquei com uma dúvida em relação ao tempo que você ficou em cada local. Você disse que em Bangcock foram 3 dias né? e no restante dos locais, qto tempo vocês ficaram… acho que fiquei com vontade de copiar esse roteiro seu…rsrs
    Um abraço.
    Tatiana

    • vivaomundo

      Oi, Tatiana,

      Que máximo que você está indo pra lá.

      Assim, tempo dá, rs! O que você precisa cogitar é o quão pinga-pinga você quer que sua viagem seja.

      A Tailândia dá pra fazer em 1 semana, bem corrido, e depois seguir para o Vietnã e Camboja. Por exemplo, dá pra passar 1 ou 2 dias em Bangkok, depois mais 5 dias ao sul do país.

      Depois me conte o que achou!
      Abraços,