14 Pontos Turísticos Imperdíveis em Jericoacoara

14 Pontos turísticos imperdíveis em Jericoacoara

 

Nós listamos aqui os melhores Pontos Turísticos de Jericoacoara para todos os gostos e idades. Como nós só tinhamos 4 dias em Jeri, dividimos 2 dias de Passeio e 2 dias de Kite. Deu pra conhecer bastaaaante coisa, quase todos os pontos de turismo que existem em Jeri. Uma ótima dica é dividir os passeios por dias: em um dia você aluga um Buggy  com um motorista/guia que te leva para conhecer todo o lado oeste e no outro dia também faz a mesma coisa no lado leste de Jericoacoara.

Para explorar as belezas de  Jericoacoara não deixe de alugar um Buggy e fazer pelo menos dois dias de passeios.

Para explorar as belezas de Jericoacoara não deixe de alugar um Buggy e fazer pelo menos dois dias de passeios.

Nós pagamos R$200 por dia de passeio. É necessário sim pegar um motorista que te leve para cima e para baixo, já que todos os passeios você vai passar por dunas e não existem mapas para você seguir e fazer o passeio sozinho. Vale muito a pena pegar um guia/motorista já que você passa o dia inteiro conhecendo novos lugares e curtindo todos os pontos de Jeri.  Quem nos levou para cima e para baixo foi o Mukeka, super atencioso e fez um preço bem bacana. Dica importante:  Se você pede os Buggy diretamente com o recepcionista da pousada eles cobram 20% em cima do valor do Bugueiro. Então já vá com um programado, nós te passamos o contato – adicione o Mukeka no Facebook (Mukeka Jeri) e programe com ele!

1. Passeio de Buggy à Tatajuba

Nosso primeiro dia de passeio foi para o lado oeste de Jericoacoara. Nesse passeio você pode ver Cavalos Marinhos, vai conhecer a cidade soterrada pelas Dunas Tatajuba, conhecerá as Dunas Fixas de Jeri (que não se movem), a Duna Encantada, pode fazer Sandboard ou Skibunda e no fim ainda pode descansar nas redes da Lagoa da Tatajuba. Nada mal um dia desses né? Vamos aos detalhes para você não perder nada em seu passeio!:

Nas Dunas Secas você pode parar e tirar fotos dentro das artes em pedras.

Nas Dunas Secas você pode parar e tirar fotos dentro das artes em pedras.

2. Parque Nacional dos Cavalos Marinhos

Pagando mais R$ 10,00 para um grupo de pescadores locais, você sai em uma canoa e vai visitar os mangues onde vivem Cavalos Marinhos. O diferente do passeio é que você vai navegar em um rio de água salgada a procura dos pequenos animais. É um ótimo passeio para fazer com crianças, já que você pode chegar bem pertinho dos bichinhos e aprender sobre como eles vivem e criar consciência ambiental sobre o habitat desses animais.

DSC_0362

Você fica bem pertinho dos cavalos marinhos. Mas lembre-se: Nunca encoste neles, isso faz eles ficarem muito stressados e podem até chegar a morrer já que são animais muito sensíveis.

DSC_0370

Um guia local do parque te leva de canoa ao local aonde os Cavalos Marinhos vivem

Depois da visitinha, você devolve eles do local de onde o tirou…

3. Mangues Secos

Para chegar aos Mangues Secos, você vai passar por uma balsa um tanto quanto pitoresca. Seu Buggy entra em uma balsa de madeira sem motor, que é levada através de uma lagoa rasa por homens que remam com grandes varas de pau.

A Balsa que leva os Buggys para o outro lado da lagoa é bem pitoresca! PS: turistas não pagam por elas, o preço está incluso no passeio.

A Balsa que leva os Buggys para o outro lado da lagoa é bem pitoresca! PS: turistas não pagam por elas, o preço está incluso no passeio.

Depois de atravessar a Balsa, você chega nos Mangues Secos, que formam uma “floresta” de galhos e árvores secas. Lá tem até uma barraquinha com água de coco, refrigerante e cerveja para quem quiser dar uma refrescada (paulistas que estão acostumados com a inflação nas praias babem: A água de coco custa R$ 1,00!!)

Mangues Secos: Dê uma paradinha para curtir os balanços nos meios dos galhos e para tomar uma água de coco por 1 real.

Mangues Secos: Dê uma paradinha para curtir os balanços nos meios dos galhos e para tomar uma água de coco por 1 real.

4. Velha e Nova Tatajuba

Essa história é boa! Imagine morar em uma cidade que foi engolida pela areia? Pois é, isso é o que os moradores da Velha Tatajuba passaram nos anos 80. Cada dia mais a areia ia tomando conta da cidade, quando os moradores chegavam de seus trabalhos, suas casas estavam com areia por todo o canto, até que elas começaram a sumir pela força da areia que não parava de invadir os imóveis no local. Loucura né? Acontece que a Dona Delmira, ex-moradora da Velha Tatajuba, vai todos os dias para onde fica a cidade soterrada para contar mais sobre essa história os turistas que passam por lá. No passeio, além de bater um papo com a Dona Delmira você vê partes de casas que foram soterradas pela areia, a Igreja da cidade, e etc. Os moradores da Velha Tatajuba se juntaram e construíram uma nova cidade ali pertinho, chamada de Nova Tatajuba.

A Dona Delmira conta o que ela viveu quando a cidade de Tatajuba foi soterrada pela areia.

Parte de uma casa que foi soterrada pela areia na Velha Tatajuba

A Igreja de Nova Tatajuba é uma réplica da que foi soterrada na areia na cidade antiga.

A Igreja de Nova Tatajuba é uma réplica da que foi soterrada na areia na cidade antiga.

5. Dunas Secas

Aqui você vai dar uma passadinha de Buggy e vai ver a maior diferença entra as outras dunas comuns. Estas aqui não saem do lugar apesar dos ventos constantes. Lá, fique de olho para umas pedrinhas que ficam no chão, elas na verdade são artes em rochas que você pode tirar fotos com pontos de vista diferentes!

Dunas Secas: elas nunca perdem esse formato mesmo com os ventos constantes no local.

Nas Dunas Secas você pode parar e tirar fotos dentro das artes em pedras.

Nas Dunas Secas você pode parar e tirar fotos dentro das artes em pedras.

 

6. Sandboard

Depois das Dunas Secas, você chega em uma outra Duna que reserva muita adrenalina! Lá é o Point do Sandboard e Skibunda de Jericoacora. Funciona assim: assim que seu Buggy chegar vários homens virão te oferecer pranchas para alugar, aí você escolhe se quer descer de pé ou sentado. Cada um é responsável por uma prancha, ou seja, se você optar por fazer Sandboard vai pagar R$ 5,00 pela prancha, mas se quiser descer sentado depois precisará pagar outro homem que tenha a prancha do Skibunda mais 5 reais para alugar. Escolheu a prancha, desceu, lá embaixo (que é bem embaixo mesmo) você tem a opção de pagar mais R$ 5,00 para ser resgatado de quadriciclo e evitar várias queimaduras no pé durante a subida na areia quente. Então você paga R$ 5,00 para descer e mais R$ 5,00 para subir! Tente negociar que eles sempre fazem um descontinho… PS: Recomendo a subida de quadriciclo, nós tentamos subir sem carona e não deu muito certo… hahaha

DSC_0661

Aos que não tem coragem de descer este barranco em pé, sempre tem a opção do Skibunda que vale a pena!

DSC_0628

Um quadriciclo vai ter resgatrar lá embaixo por R$ 5,00.

DSC_0500

E o aluguel da prancha de Sandboard é R$ 5,00

DSC_0653

Depois de umas três subidas de quadriciclo já achamos companhia para dividir as despesas haha

7. Duna Encantada

Como em toda a cidade pequena lendas sobrenaturais sempre fazem parte da cultura local. A Duna Encantada é uma Duna que sempre está desse jeito, um morro de areia que não sai do lugar. Reza a lenda que embaixo da areia tem um navio que encalhou por alí. Moradores locais relatam que já viram espiritos e vozes a noite vindos da Duna….

A Duna Encantada tem uma lenda de arrepiar!

A Duna Encantada tem uma lenda de arrepiar!

8. Lagoa Tatajuba

E finalmente, depois de um dia de passeios intensos você e seu Buggy chegam a Lagoa da Tatajuba. Lá tem um restaurantezinho que com certeza depois deste dia cheio de informações você vai querer comer. O menu é um só: um peixe recém-pescado, acompanhado por arroz, feijão e farofa. A Lagoa não é bonita como as outras da região, já que a água é marrom e escura. Mas isso não quer dizer que não seja limpa, hein? Dá pra relaxar tranquilamente nas redes que ficam em cima da água…

Lagoa da Tatajuba. A água é a mais escura que as lagoas da região, mas é ótima para fazer SUP, descansar nas redes e também almoçar no restaurante local.

Lagoa da Tatajuba. A água é a mais escura que as lagoas da região, mas é ótima para fazer SUP, descansar nas redes e também almoçar no restaurante local.

9. Duna do Pôr-do-Sol

A Duna do Pôr-do-Sol fica ao lado da Vila de Jericoacoara. Para ir até lá, não é necessários Buggys nem nada. Dá pra ir a pé da cidadezinha e em 5 minutos você chega lá, já que fica localizada ao lado da Praia de Jeri. O nome já diz tudo, é lá que turistas e moradores vão passar o fim-de-tarde pelos Pôr-do-sol maravilhosos no local. É impossível ir a Jeri e não subir na Duna para curtir o entardecer.

Nós alugamos cavalos para dar uma voltinha pelas redondezas e subimos nas dunas no fim da tarde. Pagamos R$ 20,00 por uma hora de aluguel dos cavalos, eles ficam bem pertinho da Duna, no começo da Rua das Dunas.

IMG_4894

Nós alugamos cavalos para dar uma volta nas redondezas e curtir o entardecer na Duna do Pôr-do-sol.

A subida na Duna do Pôr-do-sol  é indispensável.

A subida na Duna do Pôr-do-sol é indispensável.

 

10. Passeio de Buggy para a Lagoa do Paraíso.

Um dos símbolos mais famosos de Jericoacoara. A lagoa fica oficialmente em Jijoca, então para chegar lá é preciso ir de Buggy e passar por diversos pontos turísticos no caminho (nada mal, né?). Chegando lá, você vai poder relaxar nas redes que ficam em cima das águas cristalinas da lagoa. Ela é cercada por uma praia de areias brancas e fofas. Em cima da areia fica um restaurante bem gostoso, perfeito para pedir uma cervejinha e Lula Frita. É o passeio imperdível de Jeri.

Lagoa do Paraíso. Cartão Postal de Jericoacoara.

Lagoa do Paraíso. Cartão Postal de Jericoacoara.

Lagoa do Paraíso

Lagoa do Paraíso

11. Lagoa Azul

A Lagoa Azul fica no Caminho para a lagoa do paraíso. Também tem as famosas redes em cima da água de Jeri e um restaurante gostoso. Mas cá entre nós, é bem mais “farofenta” do que a Lagoa do Paraíso. Nada que impeça dar uma passada e relaxar nas redes por lá.

A Lagoa Azul. Nós pegamos uma chuvinha por lá, por isso o céu não favoreceu muito a cor da lagoa. Mas dizem que a cor da água justifica o nome da lagoa.

A Lagoa Azul. Nós pegamos uma chuvinha por lá, por isso o céu não favoreceu muito a cor da lagoa. Mas dizem que a cor da água justifica o nome do local.

12. Praia Preá

A Praia do Preá fica próximo a Vila de Jericoacoara, a cerca de 15 -20 minutos de Buggy. A praia tem opções de hospedagem já que é um dos locais preferidos dos Kitesurfistas pelo vento constante. Mas não é uma praia para relaxar e tomar um banho de mar, quem estiver procurando por isso é melhor ir para a Praia de Jericoacoara.  No passeio de Buggy, você vai passar pela Vila do Preá, onde a população vive em sua maioria de pesca e produtos artesanais.

A Praia do Preá é o Portão de entrada para chegar na Vila de Jericoacoara. O começo do Preá fica a cerca de 12 km de Jeri.

A Praia do Preá é o Portão de entrada para chegar na Vila de Jericoacoara. O começo do Preá fica a cerca de 12 km de Jeri.

Vila do Preá. A cidadezinha vive de artesanato e pesca local.

Vila do Preá. A cidadezinha vive de artesanato e pesca local.

13. Árvore da Preguiça

A Árvore da Preguiça também fica no caminho para a Lagoa do Paraíso, na praia do Preá. Vale dar uma paradinha com o Buggy para tirar uma foto na árvore que fica deitada no chão. O nome da árvore deu-se pela dificuldade que a pobrezinha tem de se erguer pelos ventos fortes e constantes da praia do Preá. Seus galhos se estendem por volta de 4 metros de distância da árvore.

DSC_0833

14. Pedra Furada

 A Pedra Furada é outro cartão postal de Jericoacoara. Vale a pena ir no fim-de-tarde conferir o Pôr-do-sol por lá. Mesmo indo de Buggy, a Pedra Furada fica em um Parque Nacional protegido, então é necessário andar cerca de meia hora a pé por uma praia para chegar até lá. Também dá pra ir a pé da Vila de Jericoacoara, mas aí é para quem estiver com mais disposição, já que são cerca de 2km de caminhada pelo meio de pedras e praias.

Pedra Furada, outro cartão postal de Jericoacoara.

 

Deixe uma Resposta

23 Comentários

  1. Mariana

    Olá!!!
    Só quero elogiar seu blog e este post que foi muito bem montado.. Ótimos textos, fotos e tudo mais! Adorei! Parabéns pela criatividade e qualidade!

    -1
    • vivaomundo

      vivaomundo

      Olá, Mariana,

      Muito obrigada pelos elogios ao blog :) Nós ficamos muito contentes em saber.
      Comentários assim fazem todo o trabalho e esforço valerem a pena.
      :) um beijo!

  2. Kelly

    Olá!! menina, parabéns pelo blog!! Adorei o post!
    Me fala uma coisa, quem nunca andou a cavalo, dar para fazer esse passeio tranquilo? Estamos indo para Jeri essa semana, e quero muito fazer esse passeio… Obrigada pelas dicas e informações.

    -1
  3. Pingback: Tudo sobre Fernando de Noronha - Blog Viva o Mundo

  4. Pingback: Tudo o que você precisa saber antes de viajar à Jericoacoara

  5. Katia

    Olá!Gostaria de parabenizar as dicas postadas aqui.. Vou para Jeri em maio, e me ajudou muito a conhecer um pouquinho dos passeios… muito bem explicado ! Obrigada

    • vivaomundo

      vivaomundo

      Ficamos contentes que tenha gostado, Katia! Muito obrigada e aproveite Jeri :)

      -1
    • Wilmara Nunes

      Adorei o Post … Minha viagem para Jeri esta programada para Maio… suas dicas serão muito bem aproveitadas. Por favor, poderia me passar o contato do Mukeka?
      Desde já agradeço…
      Abraços,

  6. Karla Kope

    Ola! Vc ainda tem o telefone do Mukeka? Alias, qual o nome dele? rsrs Obrigada!

    -1
  7. Leonardo

    Legal demais.
    Estou indo para JERI e gostaria de saber se existe algum lugar para alugar BUG particular.
    Obrigado

    -1
  8. Rodrigo de Carvalho

    Ola adorei o blog sou de são paulo e pretendo ir em março com minha esposa pra jeri porem somos novos casal de 20 anos seria um local complicado de se chegar ? tem risco de se perde ,é um local perigoso compensa sair de São paulo e ir pra jeri até porque seria minha primeira vez que verei o mar por isso quero algo bem especial , compensa fechar um pacote ou chega la escolhe uma opçao de pousada boa e barata ?

    -1
    • vivaomundo

      Olá, Rodrigo,

      Obrigada pelo comentário. Fico contente que você tenha gostado do Blog.

      Vocês vão adorar Jeri. Não é complicado de se chegar, eu explico como você pode chegar neste post: http://vivaomundo.com.br/jericoacoara/. Confira lá em “Como Chegar”. Você pode contratar um motorista ou pegar um ônibus. Destes dois jeitos, não tem como se perder.

      Você vai amar o mar. Eu acho que, como será sua primeira viagem, vale fechar um pacote. É mais seguro. Nós indicamos uma pousada legal aqui: http://vivaomundo.com.br/jericoacoara-onde-ficar/

      Espero ter ajudado! Uma ótima viagem.
      Abs,

  9. Pamella

    Eu e meu marido vamos sair de férias, e estávamos cogitando ir para Jeri, mas depois do seu post, já temos certeza que vamos pra lá!!! adoreeeei!

    -1
    • vivaomundo

      Ahhhhh como é bom ouvir isso!! Vocês vão aproveitar muuuuuito! Depois nos conte o que acharam! Boas férias e ótima viagem!

  10. Cibele

    Adorei as dicas ! Vou pra lá em fevereiro ! Alguma cilada que eu deva evitar ?
    Grata pelo lindo blog !
    Cibele

    • vivaomundo

      Oi, Cibele,

      Que delicia! Aproveite muito em Jeri.
      Nós não caimos em nenhuma cilada, tudo foi ótimo! Só recomendo ir de 4×4 pra lá, vale a pena marcar com um motorista antes e ele te pega no aeroporto.
      Indo de ônibus demora muito!!

      Boa viagem!!!

  11. Ivonei

    Nosssaaa amei o seu blog, nem preciso falar do post, excelente, contou cada detalhe, amei as dicas, vou usar todas. Kkkk bj

  12. Angela

    Obrigada Pelas dicas, ajudou bestante! Quando vcs fizeram essa viagem?