La Fortuna é o cartão postal da Costa Rica e precisa entrar em seu roteiro.

A pequena cidadezinha abriga o imponente Vulcão Arenal. O vulcão é o mais ativo da Costa Rica e um dos 10 mais ativos do mundo. A verdade é que tudo em volta de um vulcão ativo fica mais especial: a densa fauna e flora local, suas cachoeiras, os rios com águas termais morninhas, além da singular cidade que possui uma história extraordinária.

“La Fortuna” ganhou este nome após ser a única cidade “sortuda” a permanecer intacta na redondeza após uma erupção devastadora em 1968 do vulcão. Além disso, recebe esse nome pela abundância de terras férteis que dão espaço para plantações e uma riquíssima fauna e flora.

O Vulcão Arenal

A última vez que o Vulcão Arenal entrou em erupção foi 2010. Porém, é possível ver gases e fumaça saindo de sua cratera todos os dias. É incrível! 

Por ser tão ativo assim, não é permitido subir até o topo. Até porque, seria uma bela pernada. Porém, você pode ir até a sua base no Parque Nacional Vulcão Arenal ou vê-lo através de um mirante em uma outra trilha do parque. 

O vulcão torna tudo na região mais especial. Inclusive, é o responsável pela enorme variedade de águas termais que se espalham pela cidade. Rios naturais com águas quentinhas, que você pode relaxar como em uma Jacuzzi. 

No entorno da cidade, vale a pena ficar de olho nas árvores para encontrar bichos-preguiça ou quatis andando pela região. 

Um ou dois dias na cidade são o suficiente para conhecer as principais atrações, que são as seguintes:

O que fazer em La Fortuna:

1) Parque Nacional Vulcão Arenal

O Parque Nacional Vulcão Arenal é um dos principais passeios da região. Nele, é possível explorar ao máximo a base do vulcão. São 15 dólares a entrada e o visitante tem direito a três passeios:

1.1 – Península

Nosso passeio predileto. São 2,5km de trilha asfaltada (bem tranquilo o acesso) até o lago Arenal.

Antes de chegar no lago, suba na torre para ver a visão do cartão-postal da Costa Rica. O Arenal com seu lago em frente. É muito lindo.

Além disso, vale a pena ficar de olho na fauna e flora local.

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
O vulcão Arenal visto da trilha Península, dentro do Parque Nacional Vulcão Arenal.

1.2 – Mirante

O Mirante é onde você chega mais próximo da base do vulcão ativo. É possível chegar de carro e rende boas fotinhos.

La Fortuna Costa Rica: Um Roteiro Completo para 2 dias na Cidade
Mirante do Parque Nacional Arenal.

1.3 – Loop para ver a Lava Petrificada e a árvore Ceiba de 400 anos na base do Arenal Volcano.

Esta é a maior trilha do parque. São 6km em um “loop”, onde você pode ver a lava petrificada após as erupções do Arenal e uma árvore gigante, incrível, a Ceiba de 400 anos. A trilha leva em torno de 2 horas e é feita basicamente em uma mata fechada. Portanto, não espere ver o topo do vulcão de lá. 

Antigamente, era possível fazer uma trilha para conhecer o vulcão-irmão do Arenal, chamado Cerro Chato. Porém, essa trilha foi proibida recentemente. Nós chegamos na expectativa de conhecer o Cerro Chato e descobrimos que por motivo de segurança ela foi fechada.

La Fortuna: Tudo sobre a cidade
Ceiba de 400 anos na base do vulcão Arenal

2) Águas Termais em La Fortuna

2.2 – Águas termais de Resorts

Diversos resorts oferecem a entrada para águas termais, ou as chamadas hot springs, de La Fortuna em um estilo SPA. A entrada custa entre 20 a 50 dólares para passar o dia.

La Fortuna: Tudo sobre a cidade
Águas termais privadas em La Fortuna. Esta fica no Tabacón Resort.

Água termal pública

Porém, nós não tínhamos tanto tempo para curtir e queríamos economizar, rs. Descobrimos uma água termal pública – de graça – que fica em frente ao hotel Tabacon, um dos mais luxosos da região. A água termal vem do mesmo rio que banha o hotel. 

A água termal pública é um pouco mais “farofenta” e é preciso andar pelo rio por baixo de um viaduto, o que não é muito bonito. Porém, ao chegar no lugar certo, a experiência é muito legal! A água é quentinha, como se fosse um SPA. 

Para chegar nas águas termais grátis pare em frente ao hotel Tabacón (veja o local exato no mapa abaixo). Você pode perguntar para os cuidadores do carro como chegar. Mas você vai ver uma placa e uma entrada do lado oposto ao hotel.

Desça uma pequena rampa e vire a esquerda. Lá, você vai ver o viaduto feioso que falei. Para chegar na água termal, é preciso atravessar o túnel do viaduto. Do outro lado, ficam as piscinas naturais de águas termais.

Se você tem pouco tempo e quer economizar, vá na pública mesmo para ter a experiência. Caso tenha um dia de sobra, aconselho pegar um day-pass em algum dos resorts da região, como o Tabacón ou Arenal Paraíso Resort.

3) Cachoeira La Fortuna

A cachoeira mais famosa da cidade é a La Fortuna. A água não é quente como das águas termais, mas é uma queda d’água maravilhosa. São 500 degraus para descer até a base da cachoeira. A entrada custa 18 dólares.

Caso prefira fazer esse passeio em um tour, você pode comprar o ingresso com antecedência clicando aqui.

La Fortuna: Tudo sobre a cidade
Cachoeira La Fortuna

4) Trilhas, Rio Celeste, Rafting e Passeios de Aventura

Há muito o que fazer quando falamos em passeios de ecoturismo em La Fortuna. Caso tenha tempo, um dos passeios mais lindos é a trilha pelo Rio Celeste, que fica na região (porém, não é possível entrar na água).

Para quem quer um pouco mais de adrenalina, dá para agendar um passeio de rafting, tirolesa, caiaques e mais. Uma boa ideia é já agendar com antecedência esse tour, para não ficar tentando achar uma boa agência pelas ruas da cidade.

Você ganha tempo e também garante um bom serviço quando compra online em um site confiável. Eu uso bastante a Civitatis, acho um site bem completo. Para facilitar, coloco aqui alguns passeios em La Fortuna, vendidos pelo site, para você escolher o que já quer agendar:

5) Souvernirs na viagem

Deixe pra comprar souvenir em La Fortuna. Acredite se quiser, mas eles são muito mais baratos que nas cidades praianas. A dica é comprá-los em uma loja enooooorme deles entre a cidade La Fortuna e o Parque Nacional Vulcão Arenal.

Onde comer em La Fortuna:

Jantamos no Las Brasitas, com drinks e burritos em dobro. Foi bom para economizar e a comida e drinks estavam ótimos. 

Onde se hospedar em La Fortuna:

Hospedagem econômicas em La Fortuna: Arenal Hostel Resort

Foi onde ficamos e adoramos! tem opção de quartos compartilhados e privativos. Ficamos com a segunda opção). O hotel tem duas piscinas, uma aquecida.

Oferecem ainda welcome drink na chegada. Além disso, fica logo no centrinho de La Fortuna, com vista para o vulcão.

>Clique aqui para ver a disponibilidade e fazer sua reserva no hostel

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
Arenal Hostel Resort. Nós ficamos e adoramos! O hotel tem opções de quartos compartilhados e privativos. Clique para ver no Booking.com

Hospedagem de Luxo em La Fortuna:

Se puder investir um pouquinho mais, aconselho os hotéis que já tenham águas termais ao ar livre e indoor, como o Tabacón Thermal SPA e Resort ou o Arenal Paradiso Resort

>Veja os preços das diárias e disponibilidade nos hotéis Tabacón Thermal SPA e Resort ou o Arenal Paradiso Resort

La Fortuna: Tudo sobre a cidade
O Tabacón Thermal Resort & SPA é uma das melhores opções de hospedagem da cidade. Localizado perto do Parque Nacional e banhado pelo rio de águas quentes naturais cristalinos

Roteiro Costa Rica – 10 dias pelo país

Roteiro Costa Rica – Ficamos 10 dias no país. Fomos em Fevereiro de 2019, alugamos um carro, eu, Caio e mais um casal de amigos e caímos na estrada.

Nós decidimos fazer um mix de nosso roteiro entre praias de surfe, parques nacionais e o vulcão Arenal (o cartão postal do país) para fechar o roteiro.

Esse roteiro faz um “loop” no Noroeste do país e não ficou pinga-pinga, já que tínhamos entre 2 a 4 noites em cada lugar.

>Leia nosso post completo da Roteiro Costa Rica clicando aqui

1º E 2º DIA:

JACÓ, PLAYA HERMOSA, ESTERILLO OESTE E PARQUE NACIONAL MANUEL ANTONIO

Playa de Jacó

Chegamos por volta das 22h em San José, pegamos o carro e já caímos na estrada em direção à Jacó, que fica a 1h30 dali. Jacó fica na região de Puntarenas e é a cidadezinha com mais infraestrutura ali. Nós alugamos um flat através do Booking.com e adotamos a cidade por 2 noites. 

Em Jacó, você se depara com várias lojinhas charmosas e uma praia com mais infra-estrutura. Nós tomamos café-da-manhã no TacoFish, que além de ser uma delícia, tem ótimos preços. Smoothies, panquecas, etc, custam 4 dólares e dá para duas pessoas. 

Playa Hermosa e Esterillo Oeste

Para quem quer surfar, vale acordar cedinho e conhecer o canto direito da Playa Hermosa e Esterillo de Oeste. Eu amei essa região por ser super selvagem e exótica.

Você está na praia e se depara com casais de araras vermelhas sobrevoando a areia. E não é uma vez só. Ali, parece que as araras são frequentadoras assíduas das praias. 

Playa Hermosa é uma reserva natural. Tem muita natureza, além de ser uma praia de areia escura, com coqueiros, diferente das que temos no Brasil. Por lá, espere por ZERO infraestrutura. Só tem gente no canto direito da praia, depois você pode seguir os outros 10km de praia por uma estrada de terra. 

Para comer em Playa Hermosa, a sugestão é o restaurante Falafel. 

Porém, é bom ficar atento: Não surfe em lugares sem ninguém! Crocodilos selvagens costumam ir ao mar.. e bom, ninguém quer se deparar com um gigante desses na água.

Parque Nacional Manuel Antonio

Eu me arrependi, mas se pudesse ficaria mais um dia para conhecer o Parque Nacional Manuel Antonio. Nós queríamos ir, mas acabou ficando um pouco apertado e tivemos que tirar um dos cartões postais do país do roteiro. Então, prepare-se e não corra o mesmo risco. 

O Parque Nacional Manuel Antonio fica a 1 hora ao sul de Jacó e vale dedicar um dia inteiro à ele. Bom, vamos ter que voltar para conhecer – não que seja um problema, rs!

Ponte dos Crocodilos

#DICANAESTRADA: Quando estiver indo de Jacó para Santa Teresa, pare para ver os crocodilos selvagens de cima de uma ponte.

Quando avistar umas lojinhas de crocodilos na estrada e muita gente na ponte, pare também! Este lugar chama Crocodile Bridge e você pode encontrá-lo no GoogleMaps. Você pode avistar dezenas de crocodilos que moram por ali. 

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
Os crocodilos selvagens que podem ser avistados da Crocodile Bridge. Quando fomos, contamos ao menos 20 crocodilos por lá

3º AO 5º DIA:

Praia de Santa Teresa

Se tem um lugar que me apaixonei completamente na Costa Rica é pela praia de Santa Teresa. Reduto de surfistas e yoginis, a vibe do lugar é completamente ligada ao ritmo da natureza. Acorde com o nascer do sol para surfar ou fazer um yoga matinal, relaxe nas sombras naturais na praia de areia branca durante a manhã, almoce uma comidinha local deliciosa e repita tudo isso a tarde. Se você não gosta desse tipo de programa, já tire Santa Teresa de sua lista. 

A cidadezinha ‘roots’ é um charme. Com lojinhas, ótimos restaurantes e boas opções de hospedagem, Santa Teresa parece unir o bom astral com férias fora do eixo turístico. Não é à toa que muitos visitantes acabam se tornando moradores locais, já que se apaixonam pelo estilo ‘Pura Vida’ do vilarejo.

>Confira o post completo sobre Santa Teresa na Costa Rica

Onde se hospedar em Santa Teresa

Nós AMAMOS a nossa hospedagem e super recomendamos. Ao lado da praia e a 5 minutos a pé da cidadezinha. Tivemos uma casinha super charmosa e nova, com dois quartos com ar condicionado, sala de estar, cozinha e terraço. Existem opções para 2, 4 e 6 pessoas.

Pagamos cerca de 400 reais para as 3 noites por pessoa (estávamos em 2 casais). O local chama Casas Santa Teresa.

>Você pode reservar a Casas Santa Teresa através do Booking.com, clicando aqui. 

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
Nossa casinha em Santa Teresa, nas chamadas Casas Santa Teresa. A portuguesa Laura é uma excelente anfitriã. Clique para ver no Booking.com

Onde comer em Santa Teresa:

Soda Tiquícia – Almoço local bom e barato.

Banana Beach Club – Delicia pra comer, curtir um Happy Hour e Jantar

Tomato – Ótima Pizza

5º AO 9º DIA – Guia Costa Rica Turismo:

Tamarindo e praias da região de Guanacaste

A região de Guanacaste guarda algumas das melhores praias que entram em nosso guia Costa Rica Turismo.

Escolhemos a cidade de Tamarindo como base por 4 noites, já que é a cidade com melhor infraestrutura da região. Diversos restaurantes, lojinhas, agências de passeios, praias nos arredores, tudo com um charme mais americanizado. 

Para conhecer por lá, vale anotar as seguintes praias:
  • Praia de Avellanas: Mais americanizada, mas bem gostosa para passar o dia. Principalmente, se puder ficar no restaurante Lolas em frente à praia.
  • Playa Negra: Minha predileta. Se puder, hospede-se por uma noite no Hotel Playa Negra para uma imersão total na natureza. 
  • Playa Grande: Uma das mais populares para surfistas da região, dentro de um parque nacional. Nada de mais, mas legal para conhecer. 
  • Playa Tamarindo: A praia da cidade, passe ou termine o dia assistindo o pôr do sol em um dos happy hours dos bares pé na areia. Ótima para crianças, já que o mar é calminho.
  • Playa Langosta: A continuação da praia de Tamarindo. Porém, mais reservada. Vale conhecer também.
  • Playa Conchal: O cartão postal da região. É uma praia com o mar mais “caribenho” em tons azuis cristalinos. É preciso andar pela praia vizinha por 10 minutinhos para chegar em Conchal. 
  • Playa Flamingo: Com mais infra-estrutura e cercada por coqueiros, é uma praia para quem gosta de ficar o dia em uma espreguiçadeira só curtindo o visual.
Onde se hospedar em Tamarindo:

Nós ficamos em condomínio de casas excelente, o Tamarindo Garden Boutique. Ofere opções de hospedagem para 2 ou 4 pessoas, com quartos, sala de estar, jantar, cozinha e piscina.

Fica na avenida principal da praia, mas longe da bagunça. É preciso de carro para se locomover, só que o custo-benefício do local compensa. Nós super recomendamos!

> Você pode reservar a Tamarindo Garden Boutique no Booking.com, clicando aqui. 

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
Costa Rica Turismo – Na piscina do Tamarindo Gardens Boutique, nós adoramos e super recomendamos! Clique para ver no Booking.com

Onde comer em Tamarindo:

  • Nogui: comida Costa-riquenha deliciosa em frente à praia. Ótimo para drinks no fim de tarde em frente ao mar.
  • El Mercadito: Adoramos o Poke da pequena zona gastronômica. Voltamos lá umas 3 vezes, rs!
  • Patagonian Argentinan Grill: Para uma comida argentina verdadeira, com direito à milanesas deliciosas e vinho argentino. 
  • Falafel Bar: Para quem gosta de comida árabe e saudável. 
  • Venezia Gelato & Café: Garante a sobremesa todas as noites com ótimos gelatos italianos. 

9 e 10 º dia: La Fortuna Costa Rica

Nossos últimos dias da viagem foram em La Fortuna Costa Rica. As dicas estão acima :). Se decidir ficar mais um tempinho, diversas pessoas incluem o Rio Celeste no roteiro. Ele lembra os rios de Bonito MS, Brasil, pela sua tonalidade.

O Rio Celeste é um rio azul turquesa cristalino, a duas horas de viagem de La Fortuna. Dá para conhecer em uma day trip. Porém, decidimos deixar de ir porque descobrimos que é proibido nadar no rio. 

Qual é a melhor época para visitar a Costa Rica

A melhor época para visitar a Costa Rica é entre o meio do mês de Dezembro à Abril. Esta é a alta temporada, quando dizem que tudo está mais cheio e os preços são mais altos. Nós fomos em Fevereiro e não sentimos nada “lotado”.

Pelo contrário, estava bem tranquilo, mesmo sendo alta temporada. Como fomos em dois casais, os custos foram bem tranquilos, já que dividimos o aluguel de carro, gasolina e hospedagem. 

No resto do ano, a chance de chuva é maior. Principalmente nos meses de Maio, Junho, Julho e Agosto, quando chove muito e quase todos os dias (segundo os locais). 

Como chegar na Costa Rica, na América Central

Não há voo direto para San José, capital da Costa Rica, das grandes cidades brasileiras. Nós fomos de Avianca via Bogotá. Até Bogotá, são 5h30 de voo.

Depois, para San José, são só mais 2h30. Se sua conexão for rápida, a viagem passa rapidinho.

Compramos o voo por cerca de R$ 1.500 saindo de São Paulo à San José. Você pode conferir preços e ver passagens em promoção através do site Viajanet.

> Leia mais sobre nossa experiência com a ferramenta no post Viajanet é confiável?

Dicas para Alugar um Carro na Costa Rica

Conselho de amiga: Alugue um 4×4 ou pelo menos um SUV. As estradas no país são ruins – muitas são de terra e esburacadas (principalmente indo para as praias). Tivemos até que atravessar um pequeno rio uma vez que nos perdemos.

Se você colocar no mapa, vai ver que as distâncias entre as cidades são curtas. Porém, como as estradas são meio precárias, cheias de curvas, desfiladeiros, buracos, a viagem demora muito mais. Também vale a pena se programar para fazer as viagens ainda com a luz do dia. Nada de sair a noite dirigindo, pode ser perigoso. 

Chegando em San José, já tínhamos alugamos um carro através daRent Cars. A plataforma compara os preços e ofertas das melhores locadoras do mercado. 

> Confira os preços e modelos de carros para alugar na Costa Rica: RentCars

Nós alugamos um modelo chamado Bego (e ganhamos update para a RAV4) e funcionou super bem. A locadora que escolhemos foi a Budget, que possui transfer do aeroporto para a garagem dos carros que fica ao lado. Tudo foi super rápido. 

#DicaParaAnotar: Se você tiver um cartão de crédito Platinum ou Black, você não precisa pagar pelo Seguro do Carro (que quase dobra o valor da locação). Se você utilizar o cartão no aluguel do carro, ele automaticamente assegura você de danos ao veículo. Porém, não cobre danos à terceiros. Então é bom ficar atento!

Seguro Viagem para a Costa Rica Turismo

Seguro Viagem é sempre um fator imprescindível em viagens. Além de ser baratinho, te salva da dor de cabeça de qualquer contratempo. Nós contratamos através do SegurosPromo, uma plataforma que compara as coberturas e preços entre as melhores seguradoras do mercado. 

Use o cupom VIVAOMUNDO5 para 5% de desconto e pague no boleto para mais 10% OFF.

>Para ver mais, confira como conseguir descontos em seguro viagem neste post.

Agora, se você for praticar esportes de aventura como surfe, trilhas, conhecer os vulcões, é melhor ver as coberturas do WorldNomads, que cobrem esportes radicais.

Leia mais sobre a Costa Rica

Virginia Falanghe

Jornalista de viagens e especialista em marketing digital de turismo, Virginia transformou sua paixão por viagens e aventuras em profissão. Já conheceu os cinco continentes com algumas paradas longas na Austrália, EUA, Portugal, Canadá, além de três meses a bordo de um catamarã pelas ilhas do Caribe. Além de escrever sobre destinos de natureza aqui no Viva o Mundo, é colunista de viagens na JovemPan, editora-chefe do site Dicas de Viagem e head da agência digital Pura. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *