O que fazer em São Bento do Sapucaí: 8 atrações da cidade

por Fernanda Gonçalves
0 Deixe seu comentário
viva o mundo

Trilhas, passeios de bike, cachoeiras e artesanato. Descubra o que fazer em São Bento do Sapucaí neste guia completo.

Lar de diversos programas de ecoturismo, São Bento do Sapucaí é a típica cidade do interior, com ruas que parecem paradas no tempo, paisagens exuberantes e nativos que são de grande simpatia.

Localizada na Serra da Mantiqueira, a cidade é casa de um dos cartões postais mais famosos do estado de São Paulo e principal ponto turístico de São Bento do Sapucaí, a Pedra do Baú.

Pertinho de outras cidades turísticas da região, como Campos do Jordão e Santo Antônio do Pinhal, São Bento é o local perfeito para passar um final de semana e curtir todo o visual natural que só a Serra da Mantiqueira proporciona.

Confira as dicas de o que fazer em São Bento do Sapucaí e parta para sua próxima aventura.

O que fazer em São Bento do Sapucaí

Igreja Matriz

Parece ser a máxima de toda cidade do interior, mas é na igreja matriz que é o ponto de encontro de diversas comemorações que acontecem por lá.

No Carnaval, é de onde sai o bloco do Zé Pereira, que alegram a cidade com os bonecos gigantes; no inverno, as quermesses de junho e o festival de inverno de julho agitam a praça da igreja.

Além disso, a igreja é muito bonita e fica no alto da cidade, dando uma bela vista para as montanhas.

O que fazer em São Bento do Sapucaí

Pedra do Baú

Ela é a cereja do bolo quando estamos falando de São Bento do Sapucaí e um dos principais pontos turísticos da Estância, se não o principal.

A Pedra do Baú é uma formação rochosa que compõe o Complexo da Pedra do Baú juntamente com o Baúzinho e Ana Chata e quase 2 mil metros de altitude.

Trilhas na Pedra do Baú

Existem várias trilhas que podem ser feitas em diversos níveis de dificuldade.

Pedra do Baúzinho

A mais fácil é a da Pedra do Baúzinho: ela tem acesso pela face sul do complexo, ou seja, do outro lado de São Bento do Sapucaí e para chegar até lá é bem fácil.

Você precisa seguir por uma estrada sinuosa por alguns quilômetros e quando ela estiver com o asfalto bem ruim e esburacado, é só andar mais um pouquinho e verá uma placa “Pista de Pouso e Pedra do Baúzinho.”

Chegando lá, é só estacionar o carro na rua e caminhar por volta de 30 minutos até a pedra, de onde se tem uma linda vista para o Vale do Paraíba e região da Serra da Mantiqueira.

Pedra da Ana Chata

Para quem já é um pouco mais experiente, tem também a trilha da Ana Chata num percurso de quase 4 km, passando por uma caverna até chegar na base da pedra.

É uma caminhada através de mata um pouco fechada, com o terreno bastante íngreme que só fica mais plano na base da Ana Chata.

Apesar de não ser tão difícil quanto da Pedra do Baú, chegar até o topo exige, no mínimo, bastante esforço e cuidado. Ali existe também uma via ferrata, pequenos “degraus” de ferro fincados na pedra.

A vista do alto vale todo o esforço da subida. Mesmo sendo a mais baixa das três pedras do complexo, é possível se maravilhar com a paisagem do Vale da Mantiqueira e o outro lado da Pedra do Baú, em relação à Pedra do Baúzinho.

Pedra do Baú

Para os amantes de aventura, o ponto principal é a Pedra do Baú (Baúzão).

Não posso deixar de dizer que é essencial contratar um guia e alugar equipamentos de segurança, pois é extremamente perigoso: são 350 metros de um paredão rochoso.

Para quem está preparado, não se esqueça de levar bastante água, Gatorade e lanches. A subida é grande, mas vale a pena pela vista maravilhosa que se tem ao chegar no topo e você pode conferir como foi essa subida no nosso post sobre São Bento do Sapucaí.

O que fazer em São Bento do Sapucaí

Vai escalar a Pedra do Baú? Contrate aqui o seu seguro.

Cachoeiras

A região é lar de diversas cachoiras para que você possa se refrescar no verão ou apenas apreciar o contato com a natureza.

No caminho para a trilha do baúzinho, você já poderá visitar a Cachoeira dos Amores e a Cachoreira do Toldi, que tem duas propostas diferentes.

A Cachoeira dos Amores é uma queda d’água mais sem emoção, ótima para quem quer tomar um banho em suas águas ou relaxar ao som da água caindo. Dá para chegar nela de carro e só precisa pagar por volta de R$3 por pessoa, pois ela fica em uma propriedade particular.

Já a Cachoeira Toldi fica na mesma estrada, mas no meio da Serra. A queda d’água é linda e super vale a pena a parada com o carro para apreciar.

Artesanato

Se você é do tipo que adora artesanato, São Bento do Sapucaí é o local ideal para você.

São diversas lojinhas de artesanato local espalhadas pela cidade. Sem contar no Bairro do Quilombo, onde você pode encontrar o atelier do Ditinho Joana, o artesão mais “famoso” de lá.

Além disso, é no bairro também onde fica o Espaço Arte no Quilombo, que reúne os trabalhos de quase 80 artesãos locais. São diversas peças feitas em folha de bananeira, bambu e outros materiais.

Capelas de Mosaico

Feitas com fragmentos coloridos, existem duas capelas de mosaico em São Bento do Sapucaí: uma no centro da cidade, a “original” e uma na Rodovia Prefeito Benedicto Gomes de Souza.

As obras são feitos de artesãos da cidade que revitalizaram as capelas já existentes e as deixaram com muita cor. São verdadeiras obras de arte.

Capela de mosaico
(Foto: Luis Chiaradia)

Trilhas de bike

São Bento tem várias trilhas rurais para quem gosta de pedalar.

Para quem está começando, o Circuito Light tem 7 km de extensão e dura aproximadamente 1 hora.

Já a Volta do Serrano e a Trilha da Divisa exigem um pouco mais de destreza: a Volta do Serrano tem 16 km e a Trilha da Divisa 20 km de extensão com muita adrenalina.

Cinema Paradiso

Para os amantes de cinema, ainda há a opção de conhecer esse pequeno museu. Por lá, você encontra câmeras antigas, cartazes de filmes, projetores 35 mm em pleno funcionamento e várias outras relíquias.

O museu fica no quintal do cinegrafista Manoel Coutinho, próximo à Praça do Coreto e a entrada é grátis.

Letreiro de São Bento do Sapucaí

Assim como todas as cidades turísticas, São Bento do Sapucaí também tem um letreiro com o nome da cidade que é um charme.

Instalado em 2019, as letras coloridas ganham destaque na praça, se tornando um ótimo lugar para fotos divertidas.

Vale o recado de que não é permitido subir nas letras, como exposto na placa que fica ao lado delas.

O “ponto de selfie” está localizado na Praça General Marcondes Salgado, o marco zero da cidade.

O que fazer em São Bento do Sapucaí

E você? Já foi para São Bento do Sapucaí e visitou algum desses pontos turísticos? Conta pra gente nos comentários!

Continue lendo sobre São Bento do Sapucaí:

0 Deixe seu comentário
0

You may also like

Deixe um comentário