O que fazer em São Francisco Xavier em 2 dias

por Virginia Falanghe
2 comentários

Procurando o que fazer em São Francisco Xavier em um fim de semana? Viajamos para o distrito de São José dos Campos e anotamos as melhores dicas para você montar o seu roteiro na cidade.

Em meio à Serra da Mantiqueira, São Francisco Xavier abriga rios cristalinos como o Rio do Peixe e uma área de preservação ambiental. Nela, vive uma variedade de espécies – inclusive ameaçadas – como a jacutinga, jaguatiricas, esquilos (nós vimos um), e o famoso macaco muriqui.

Não é preciso muito tempo em São Francisco Xavier para sentir a mente aquietar. Seja pelo povo hospitaleiro, pelas diversas opções de cachoeiras e trilhas em meio à natureza, pela excelente gastronomia que dá vida ao pequeno centro ou pelas pousadas que garantem noites de sono deliciosas embaladas por aquele barulhinho de mato sem igual.

Se quiser saber tuuudo para planejar a sua viagem, falamos bastante de São Francisco Xavier em nosso guia completo da cidade. Nele, você encontra como chegar, a história da cidade, a melhor época para conhecer, o que levar na mala, todos os passeios, restaurantes, compras e mais.

Mas aqui, vamos direto ao assunto: O que fazer em São Francisco Xavier em 2 dias? Vem que a gente te conta ?.

O que fazer em São Francisco Xavier em um fim de semana

São Francisco Xavier na sexta-feira à noite:

Jante no centro da cidade ou faça queijos e vinhos na pousada

Como chegamos na sexta-feira à noite cansados, decidimos comprar iguarias deeeliciosas do Neo Armazém para comer na cidade.

Se tem um lugar imperdível para comprar – e comer – iguarias locais é o Neo Armazém. Na Rua 15 de Novembro, a principal da cidade, o armazém ganha pelo serviço atencioso e queijos deliciosos. Faça uma “pequena degustação” e leve queijos feitos na região para casa, ou para beliscar na pousada acompanhados de um bom vinho.

Decidimos comprar uma Burrata (peça a tábua, que vem com nozes, molho pesto, rúcula e tomatinhos para viagem) e um queijo brie feito por um francês que mora na cidade. Levamos tudo para a pousada, acendemos a lareira, abrimos um bom vinho, e o jantar ficou ótimo! Já que a cidade é um refúgio romântico, #ficaadica para incluir na programação.

Agora, caso queira comer no centro, existem ótimas opções. Entre elas o Neo Burger, com opções deliciosas para quem está na vontade daquele hambúrguer.

Agora, caso queira comer muito bem, escolha entre os restaurantes João de Barro, K2 ou Yoshi Culinária Asiática 🙂

O que fazer em São Francisco Xavier no Sábado

Pouso do Rochedo

As trilhas que pertencem à pousada Pouso do Rochedo são uma das grandes atrações da cidade. Propriedade particular, é preciso pagar R$ 30 para ajudar na taxa de preservação do parque para entrar, na recepção do hotel. Porém, vale muito o passeio.

São diversas trilhas que você pode fazer. A mais completa delas, que nós fizemos, foi subir até o Mirante do Cruzeiro, que fica a 2.000m de altitude. Além da vista deslumbrante, lá fica uma cruz deixada pelos Bandeirantes nos tempos do descobrimento.

A subida é bem puxada, por ladeiras ingrimes, e dura cerca de 2 horas só a ida. Conte com mais 1h30 na volta. Nós fizemos o passeio (ida e volta) em 3h30, mas tem gente que faz em 4h.

No meio do caminho, você vai encontrar 8 cachoeiras, algumas até com piscina natural, e 3 mirantes. A cachoeira mais linda é a Santa Bárbara, com 80 metros de altura. E a Cachoeira da Gruta também vale a pena.

Acompanhe no mapa:

A dica é começar o passeio pela Trilha Tropeiro, a direita, cruzar a ponte e subir os íngrimes 800m da trilha Montanha. Essa é a parte mais difícil. Depois, você chega no Mirante Pouso do Rochedo, a 1800 metros de altitude.

Recupere o fôlego e suba mais 250 metros para a Pedra da Divisa, com uma vista magnífica do verde. Mais 500 metros de subida íngrime e você chega no Mirante do Cruzeiro. Vale a pena. Na descida, retorne pela trilha do Pinhal e deixe as cachoeiras mais lindas por último.

É puxado, é para quem está com o físico em dia, mas dá para fazer. Vale o passeio!

Almoce no Seu Xico

Voltando da trilha com aqueeeela fome, vá no Seu Xico, culinária mineira bem caseira e deliciosa, por um preço acessível. Arroz, feijão, batata frita, frango, carne ou feijoada. Além dos diversos petiscos e cervejas artesanais feitas na região para provar.

Nós provamos a Gandhi Índia, com um sabor mais amargo, mas uma delicia! Vale a pena.

Visite a Cachoeira Pedro Davi

A cachoeira Pedro Davi é um passeio fácil, pertinho do centro da cidade. São apenas 2,5 km do centro, cerca de 5 minutinhos.

A entrada é grátis. Porém, é preciso pagar R$ 10 de estacionamento. Não espere uma super queda d água, mas é um passeio rapidinho para complementar o dia.

Jante à noite no centrinho

Agora, vale inverter o programa da noite anterior. Primeiro, passeie pelo centrinho, visite a Igreja de São Francisco Xavier, a pracinha central, e conheça as charmosas lojinhas Dona Xica e a Mantiqueira.

Caso tenha ido jantar na pousada, jante no centro, e vice-versa. Escolha entre os restaurante sJoão de Barro, K2 ou Yoshi Culinária Asiática 🙂

A Igreja de São Francisco Xavier, na Praça Principal da cidade.

O que fazer em São Francisco Xavier no Domingo

Bruxinhas do Mato

Comece o seu dia com um belo SPA. As Bruxinhas do Mato é um dos retiros mais procurados da cidade. Elas oferecem banhos terapeuticos, reiki, massagens e muito mais.

Almoce no Centrinho

Ficou com vontade de ir em algum dos restaurantes? Então aproveite para deixar seu tour gastronômico em São Francisco Xavier completo. ;).

Mirante Pedra São Francisco (Pedra do Porquinho)

O Mirante São Francisco é o ponto turístico mais famoso de São Francisco Xavier. E também um dos que tem uma das vistas panorâmicas mais lindas.

Também conhecido pelos locais como Pedra do Porquinho, é possível subir nas pedras para ter um panorama ainda maior da região.

A entrada é grátis. A Pedra São Francisco fica a 16 quilômetros do centro por estrada de terra. Ou seja, são 40 minutinhos de carro da cidade até lá. Uma boa dica é combinar a visita com a volta à São Paulo, já que é praticamente caminho.

Outros lugares para conhecer:

Existem outras atrações que dificilmente dá para fazer tudo em um fim de semana. Porém, vale deixar anotadinho por aí caso seja a sua segunda vez por lá:

  • Cachoeira do Roncador – a 14 km do centro. Queda de 45 metros de altura, em propriedade particular.
  • Trilha da Toca do Muriqui – São 6 km de trilha considerada nível fácil. É para quem quer tentar a sorte de ver os macacos Muriquis, moradores da região
  • Pedra da Onça – Para quem vai encarar a longa trilha até Monte Verde, a Pedra da Onça é a parada no meio do caminho. É possível fazer a trilha para ir até lá e voltar, em cerca de 4h30. A trilha começa na Fazenda Monte Verde.
  • Trilha Queixo Dantas – É uma trilha de nível de dificuldade alta, com 6 km e 5 horas de duração. O passeio garante uma das vistas mais bonitas da região.
  • Reserva Ambiental Santa Bárbara – É uma reserva com trilhas e mirantes ao lado do Pouso do Rochedo. O mirante mais bonito é o Santa Bárbara. Propriedade particular e é preciso pagar.

Confira o guia completo de São Francisco Xavier clicando aqui

Onde ficar em São Francisco Xavier

Tem uma coisa que é bom se atentar: As pousadas em São Francisco Xavier são muito concorridas – e não são tantas as opções. Por isso, faça a sua reserva o quanto antes!

Nós ficamos em um chalé chamado Ninho do Rei, que fica bem pertinho do centro da cidade. Como no Inverno o preço das hospedagens estava muito além do que gostaríamos de gastar, encontramos no Ninho do Rei um excelente custo-benefício.

O chalé é completo, com cozinha, quarto, sala de estar, banheiro privativo e ainda possui uma deliciosa lareira e um terraço com uma vista panorâmica. Perfeito para casal – e bem mais bonito que nas fotos do Booking.com

Eles também oferecem uma casa com cinco quartos para famílias ou grupos de amigos. Essa sim, M-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a. E a vista então, nem se fale!

Garanta a sua reserva nas pousadas de São Francisco Xavier clicando aqui

Confira o mapa de pousadas em São Francisco Xavier e garanta a sua reserva:

Booking.com

You may also like

2 comentários

Alecsia janeiro 2, 2020 - 1:31 pm

São Francisco apresenta lugares para Acampar próximos às trilhas para pessoas que vão sem carro e não querem gastar muito?

Reply
Joelson janeiro 22, 2020 - 7:44 pm

Vi que tem um camping perto do Pico da onça, mas não fica tão próximo do centro. Sítio cheiro de Mato o nome do local, de lá vc faz as trilhas apé! Estou indo no carnaval com minha esposa, vamos fazer trekking até o Pico da Onça, se for nessa data e quiser subir junto da um alô!

Reply

Deixe um comentário