Testamos e recomendamos: pousadas na Chapada dos Veadeiros

 

Como nós fomos em no feriado da Páscoa, as pousadas na Chapada dos Veadeiros só estavam fechando pacotes de 3 dias. Porém, nós queríamos muito conhecer a cachoeira Santa Bárbara e por isso decidimos passar uma noite em Cavalcante e depois as outras duas noites em São Jorge. Claramente nenhum hotel queria quebrar as estadias. Então, decidimos ficar em um camping em São Jorge e em Cavalcante achamos uma pousada super legal que fez uma diária avulsa para a gente :)

Testamos e recomendamos: pousadas na Chapada dos Veadeiros

Cavalcante

Pousada Aruana

Pousada Aruana é demais! O ambiente é uma graça, tudo arrumadinho em um estilo zen. Os quartos ficam espalhados em várias casinhas em um jardim super bem cuidado e tem até lugar para observar as estrelas e fazer fogueira. O café-da-manhã é ótimo, super saudável: tem tapioca, suco verde, mas também tem pãozinho, frios e etc.

Os quartos tem decoração simples,  varanda com rede, o chuveiro é ótimo, o quarto tem armário e Wifi. O atendimento, serviço e espaço também são de boa qualidade. Pagamos R$ 150,00 a diária. No fim, cogitamos ficar mais uma noite em Cavalcante porque adoramos a pousada. A Helena, a dona da Pousada Aruana, é muito atenciosa e cuida de tudo nos mínimos detalhes. Lembrando: é tudo bem rústico e atende a um público que procura custo-benefício e boa qualidade nas acomodações. Para chegar lá, esqueça os mapas. Chegue em Cavalcante e siga as placas ao lado direito da estrada e nas ruas da cidade! Clique aqui para visitar o site.  Veja as fotos:

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros - GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros – GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros - GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros – GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros - GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros – GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros - GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros – GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros - GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros – GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros - GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros – GO

 

São Jorge

Taiuá Ambiental 

Taiuá Ambiental é um camping e pousada bem autêntico. Tem um clima super rústico e zen, bastante organizado e as áreas comuns são muito gostosas! Além de ter uma música ao vivo no fim de tarde, eles tem uma estrutura de eucalipto com diversos colchões, puffs, sofás para você se acomodar super bem – fora de sua barraca. Além de cozinha para os hóspedes, eles também oferecem uma lanchonete vegana. Eles oferecem barracas prontas para quem quiser acampar e não levar as coisas, além de dois quartos fechados e um chalé fora do camping para alugar.

Sempre achei que camping era sinonimo de zona total e barulho, mas o Taiuá é bem tranquilo. Eles proibiram bebida alcoolica dentro do camping, então você não ouve barulho depois das 22 horas e acorda tranquilamente as 7, 8 horas da manhã. O preço para um camping saiu meio salgado, mas não tínhamos outra opção: R$ 80,00 a diária. Contato:  taiuaambiental@gmail.com . Você encontra mais informações clicando aqui. Lembrando que essa é uma pousada na Chapada dos Veadeiros que recomendamos para mochileiros e pra quem está disposto a um clima mais camping e rústico.

Taiuá Ambiental. São Jorge - Chapada dos Veadeiros  - GO

Taiuá Ambiental. São Jorge – Chapada dos Veadeiros – GO

Taiuá Ambiental. São Jorge - Chapada dos Veadeiros  - GO

Taiuá Ambiental. São Jorge – Chapada dos Veadeiros – GO

1

O tesouro do Cerrado: conheça a Chapada dos Veadeiros

 Guia com informações, roteiros e tudo o que você precisa saber para visitar a região.

Por: Caio Lorenzi e Virginia Falanghe

Existem lugares que tocam a nossa alma. Deixam a vida mais colorida, os dias de nossas férias mais longos, as sensações aguçadas, nos deixam vivos e conectados com nossa essência. A Chapada dos Veadeiros é um destes paraísos tão raros de encontrar.

A natureza por lá parece que foi pintada à mão. Localizada em meio ao Cerrado de Goiás, este tesouro escondido resguarda cachoeiras maravilhosas, paisagens de tirar o fôlego, cidades para todos os gostos e uma magia única em cada passeio. A apenas três horas de carro de Brasília,  a Chapada dos Veadeiros continua extremamente preservada pelo Parque Nacional e fazendas privadas que cuidam das diferentes atrações que existem dentro delas.

Chapada dos Veadeiros

Cachoeira do Salto, no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em São jorge.

 

É uma viagem que encaixa bem com quem gosta de trilhas, aventuras, natureza, lugares inexplorados, cidades rústicas ou de interior e gostam de uma certa mística no ar.  Nós visitamos a Chapada dos Veadeiros na Páscoa de 2015 e anotamos todos os detalhes para você planejar sua viagem e ninguém precisar ficar passando sufoco, perdendo horas na internet para entender como as coisas funcionam por lá. Vamos por partes:

A Melhor época para visitar:

Junho, Julho e Agosto. Apesar de ser inverno e as temperaturas ficarem mais frias, esta é a época de seca na Chapada dos Veadeiros. Viajando para lá nestes meses, pode ficar tranquilo que você não vai ter que se preocupar com trilhas cheias de barro e perigosas por causa das chuvas, nem em alagar a barraca do camping, muito menos em ter que deixar de conhecer alguma cachoeira porque o nível de água está muito forte.

Estas coisas acontecem com quem viaja em outras épocas do ano para lá. Como fomos em abril (que deveria ser o início da época de seca), não demos tanta sorte assim com o tempo e pegamos algumas boas chuvas por lá e algumas cachoeiras estavam inacessíveis pelo nível das águas.

Como chegar:

O acesso é tranquilo saindo de Brasília. Mas vá com GPS e ative a rota antes de sair da cidade (porque no meio da estrada não tem internet). Nós saimos a noite de Brasília e fomos direto para a cidade mais distante, que é Cavalcante e a viagem demorou 4 horas de carro.

A cidade mais próxima de Brásilia,  na Chapada dos Veadeiros, é Alto Paraíso de Goias. O tempo desta viagem é de aproximadamente 3 horas de carro.

Nós alugamos no aeroporto de Brasília, com a AVIS, um Fiat Uno (o mais barato que tinha) e ele foi um super companheiro nas aventuras. Atravessou rios e afins! Então ele quebra bem o galho para quem está querendo economizar como a gente :). Nós falamos mais sobre o aluguel, preços e afins no post abaixo!

 

Quais são as melhores cidades para se hospedar na Chapada dos Veadeiros:

Quando começamos a organizar nossa viagem tivemos muita dificuldade para entender bem como são as disposições das cidades da região, quais valem a pena visitar e se hospedar. São três cidades que você pode ponderar em ficar na Chapada: São JorgeAlto Paraíso e Cavalcante.

Veja o Mapa. As casas amarelas correspondem cada cidade e as figuras são as atrações que visitamos por perto:

Se o seu estilo é aventureiro, gosta de trilhas, vilarejos com ruas de terra, música ao vivo a noite e atrações que podem ser visitadas a pé o seu lugar é São Jorge. O Vilarejo é composto por três pequenas ruas de terra paralelas. Se você andar rápido demais, você nem percebe que já atravessou a cidade. Mas este é o charme do vilarejo… É um lugar cheio de gente jovem, descontraída (algumas até alternativas demais), pessoas que gostam de trilhas, natureza e gostam de uma experiência mais rústica em meio a natureza. São Jorge é a cidade mais próxima a entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (que tem apenas duas trilhas principais) e do Vale da Lua.  Além disso, tem o melhor restaurante que já fomos na vida (sim, fica neste vilarejo e te conto o porque mais pra baixo ;)) . O Vilarejo fica a 30 minutos de Alto Paraíso de Goiás e 3h30 de Brasília.

Se você é mais tranquilo, quer sossego, não está muito ai para trilhas, gosta de uma cidadezinha com mais infraestrutura, boas pousadas,  quer ficar em uma região central (entre São Jorge e Cavalcante)  e tem um viés místico ou gosta de histórias de ET’s (sim, a cidade é referência nacional de Ufologia - o estudo de relatos de OVNIS e etc)  Alto Paraíso de Goiás é o seu lugar. Alto Paraíso fica a 3h de carro de Brasília.

Agora, se você já foi para a Chapada dos Veadeiros e está procurando novas alternativas de passeios de ecoturismo, considere ficar em Cavalcante. A cidade também é uma ótima opção para quem sonha em conhecer a cachoeira mais linda da Chapada dos Veadeiros, a Santa Bárbara. O único problema é que ela é a cidade mais afastada da região, fica a 1 hora ao norte de carro de Alto Paraíso.

Nós ficamos nossa primeira noite em Cavalcante ( 4 horas de viagem saindo de Brasília), passamos a noite lá, visitamos a Cachoeira Santa Bárbara e depois voltamos 1h30 de carro para São Jorge, onde ficamos mais duas noites.

Dividimos este post em 6 partes! Assim ficará mais fácil você achar o que procura por aqui. Os botões do Menu lateral esquerdo também te levam diretamente para o que você procura :)

1

Nossas Dicas: o que você precisa saber antes de planejar a viagem.

 

Está saindo de São Paulo? Economize dinheiro na ida ao Aeroporto de Guarulhos (se for o caso):

Nós sempre ficamos em um certo dilema de como ir para o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, São Paulo. Como moramos bem longe do aeroporto, sempre precisávamos optar por opções de doer o bolso: pagar cerca de R$ 180,00 de táxi só para chegar até lá, pegar o Airport Bus que sai de vários pontos de SP (R$ 42,00 o trecho) ou pedir carona para alguém. Enfim, decidimos optar por uma opção diferente desta vez.

Já que iríamos passar apenas 4 dias, porque não deixar o carro em um estacionamento lá perto? Nós descobrimos o estacionamento Multipark e agora até para viagens longas vamos parar lá porque vale a pena! Você paga R$ 14,00 reais a diária, pode reservar sua vaga com antecedência no site e tem translado para o aeroporto que sai a cada 20 minutos e te pega na volta também! Não é perfeito?

O trajeto do translado para o aeroporto dura em torno 15 minutos (sem trânsito – é bom sempre ficar atento aos horários de rush). O serviço é ótimo e as vagas são cobertas. Fica em uma avenida na periferia de Guarulhos nas redondezas do aeroporto, mas é tranquilo!

Obs: Se você chegar entre as 2 e 4 da manhã precisa ligar no estacionamento para irem te buscar no aeroporto.

chapada dos veadeiros

Estacionamento Multipark, em Guarulhos, São Paulo. Última parada antes de embarcar para a Chapada dos Veadeiros

Alugue um carro em Brasília para ter liberdade na viagem a Chapada dos Veadeiros. Pode ser um Uno mesmo.

Antes de ir para a Brasília reserve um carro. Nós encontramos o melhor preço (queríamos o carro mais barato de todos) neste site aqui. Deu super certo, achamos o nosso carro pela Avis e alugamos a categoria mais simples que foi um Fiat Uno. Pagamos 4 diárias do carro, com seguro (sempre importante fazer, viu?) R$ 333,00.  Se você dividir este valor por 2 ou 4 fica tranquilo e você tem toda a liberdade para explorar a Chapada dos Veadeiros como quiser.

Chapada dos Veadeiros

Nosso uninho guerreiro. Aguentou passar por rios e estradas de terra para chegar na Cachoeira Santa Bárbara, em Cavalcante.

Ao contrário do que muitos blogs falam, na Chapada dos Veadeiros você não precisa de Guia para todos os passeios. 

Para as trilhas que são cartões postais da Chapada dos Veadeiros não é necessário guia, viu? Só se você quiser alguém para acompanhar e contar histórias (mas ai pegue alguém de agência, que seja credenciado e saiba do que está falando). O único guia que é obrigatório mesmo é o da Cachoeira Santa Bárbara. Já as trilhas para a Cachoeira do Salto, Corredeiras, Cânions e Carioquinhas no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em São Jorge, hoje em dia não é necessário mais de Guia. As trilhas são muito, muito bem sinalizadas e tem bombeiros em cada uma das atrações.

Claro, estamos falando das atrações que nós visitamos, ok? Elas estão no post ali embaixo :)

Chapada dos Veadeiros

Mapa das trilhas do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em São Jorge. Não é necessário ir com Guia!

 

Tome cuidado com as cabeças D’água

Principalmente se você vai visitar a Chapada dos Veadeiros na época de chuva. Este fenômeno funciona assim: começa a chover forte em um ponto alto do rio. Do nada, o nível da água começa a subir e vem uma “avalanche” de água e muitas vezes passa pelos pontos de banhos turísticos da região. São três os sinais para ficar atento com as cabeças d’água. Veja as núvens e observe se está chovendo em algum ponto mais alto do rio. Depois, marque uma pedra onde você estiver, fique atento se o nível da água começa a subir. O último passo é se a água começa a ficar turva. Ai saia correndo e salve-se quem puder!

Chapada dos Veadeiros

Cachoeira dos Cariocas, no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Fique atento às Cabeças d’água!

1

Pontos Turísticos imperdiveis na Chapada dos Veadeiros:

 

 

Cachoeira Santa Bárbara, em Cavalcante. 

cachoeira

Cachoeira Santa Bárbara, na Chapada dos Veadeiros

 

Quando vimos pela primeira vez em uma foto a cor da cachoeira Santa Bárbara jurávamos que só poderia ser Photoshop. Bem, pagamos a língua. A água é exatamente – se não ainda mais  - cristalina do que você está vendo nesta foto. O segredo e o diferencial da cachoeira está no fundo de calcário, que faz a a areia ficar branca e a água da cachoeira azul-turquesa.

Mas claro que o paraíso não é assim tão fácil de conhecer. Exige esforço e vontade de quem visita a Chapada dos Veadeiros. Saíndo de Cavalcante (1h30 ao norte de São Jorge), você ainda precisa pegar 30 km de estrada de terra até chegar no Quilombo Kalunga. A estrada é tranquila no começo, mas o fim dela já não é tão de boa assim e se chover complica bastante para quem não estiver de 4×4. Nós fomos na cara e coragem com nosso querido Uno e rezamos para não chover.

Chegando no Quilombo Kalunga (onde fica a cachoeira), é obrigatório pagar um guia que cobra R$ 70,00 o passeio (você pode dividir este valor com quantas pessoas quiser). Além do guia, você precisa pagar mais R$ 20,00 de taxa para visitar Santa Bárbara. Os guias são os locais do quilombo o que pode ser bem interessante se você der sorte. No nosso caso, pegamos um guia que estava fazendo um bico no fim de semana e não sabia muito bem contar a história do quilombo e etc. Você também tem a opção de contratar um guia na cidade de Cavalcante que cobra R$ 90,00, mas você vai com o carro dele (o que a gente avalia que compensa) e não precisa se preocupar com estrada e afins.

Além disso, você pode agendar um almoço no restaurante do Quilombo, onde os locais fazem uma comidinha deliciosa: arroz, feijão, mandioca, carne, frango, peixe, etc… Comida bem brasileira! Você paga R$ 25,00 o almoço e come a vontade. Mas você precisa avisar antes de partir para a cachoeira que quer comer lá e agendar uma hora. Nós achamos ótima a experiência. Marque lá pelas 13 hrs para não ficar esperando muito ficar pronto.

IMG_2153

Quilômbo dos Kalunga, em Cavalcante. Chapada dos Veadeiros – GO.

Chapada dos Veadeiros

Restaurante do Quilômbo dos Kalunga, em Cavalcante. Chapada dos Veadeiros – GO.

Partindo para a cachoeira do Quilombo, são mais 5 km de estrada. Destes, você pode fazer 4km a pé ou de carro. Nós decidimos fazer de carro porque estávamos com o tempo contado. Porém, existe um rio no meio do caminho que pode ser um enrosco para alguns. Nosso Fiat Uno passou numa boa!! Então quem tiver com um carro mais altinho pode ir tranquilamente. Ou você pode pagar 5 reais que uma jardineira te leva. Ai você estaciona o carro, anda mais 10 minutinhos e chega nas cachoeiras Santa Barbarazinha e Santa Barbara. (são duas!).

Dica: Chegue entre às 10-14 horas, que é a hora que o sol bate na clareira e ilumina a cachoeira, fazendo a água ficar ainda mais turquesa :)

Agora, vamos aos prós e contras da Cachoeira Santa Bárbara:

Prós: É realmente uma das cachoeiras mais lindas que já vimos. Sem discussão. Vale a pena todo o esforço para conhece-la. É muito bacana conhecer um Quilombo e sua história, ainda mais almoçar com os locais e ouvir um pouco sobre a sua cultura e como eles vivem por ali. O almoço é ótimo.

Contra: Em feriados a cachoeira lota muito! O limite de pessoas por vez na cachoeira são 60. Mas imagine 60 pessoas ali… perde um pouco o encanto! Por isso, tente chegar as 10 em ponto para pegar um momento de paz. Você viaja quase 2 horas a mais de São Jorge para chegar na cachoeira, mais 2 horas pra voltar. Se você ficar em Cavalcante fica mais tranquila a distância, são apenas 40 minutinhos.

Constatações: Ir a Chapada dos Veadeiros e não conhecer a cachoeira Santa Bárbara é como ir para Paris e não ver a Torre Eiffel. Vale a pena o esforço sim, ainda mais se você for em uma temporada sem tanto movimento. :)

 Chapada dos Veadeiros - GO.

Cachoeira Santa Bárbara, Cavalcante. Chapada dos Veadeiros – GO.

Em Cavalcante, um guia local nos falou também de uma cachoeira recém aberta para o turismo chamada Cachoeira Bom Jesus. Acho que vale a pena perguntar ao pessoal da cidade sobre ela! Ele nos garantiu que era tão linda quanto Santa Bárbara e sem tanto turismo. Depois se você for, conta pra gente tá?

 

Vale da Lua

Um dos cartões postais da Chapada dos Veadeiros. O Vale da Lua é passagem obrigatória, até porque é uma visita rápida 5 minutinhos antes de chegar em São Jorge. O Vale tem formações rochosas super interessantes que parece mesmo que você está andando nas crateras da lua.

O Vale da Lua fica na estrada que liga Alto Paraíso a São Jorge. Você paga R$15,00 para entrar por pessoa, em uma fazenda particular. São 600 metros de trilha (não dá nem 10 minutinhos). Nós fomos voltando de Santa Bárbara e foi ótimo. O Vale da Lua fecha às 17 horas, então fique atento aos horários!

Vale da Lua, em São Jorge. Chapada dos Veadeiros - GO.

Vale da Lua, em São Jorge. Chapada dos Veadeiros – GO.

Vale da Lua, em São Jorge. Chapada dos Veadeiros - GO.

Vale da Lua, em São Jorge. Chapada dos Veadeiros – GO.

Vale da Lua, em São Jorge. Chapada dos Veadeiros - GO.

Vale da Lua, em São Jorge. Chapada dos Veadeiros – GO.

 

Faça as trilhas do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros:

Chapada dos Veadeiros

Entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em São Jorge.

Antes de ir à Chapada dos Veadeiros eu não entendia muito bem quando as pessoas me falavam: visite o Parque Nacional. Eu achava que toda a Chapada dos Veadeiros ficava no Parque Nacional. Mas não é bem assim. Apesar de abraçar uma área enorme, o Parque retém apenas algumas das atrações da região. Porém, é um MUST para quem visita a Chapada.

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros fica a 10 minutinhos de São Jorge de carro. Você atravessa o vilarejo de São Jorge, segue mais um pouquinho e chega na entrada do Parque Nacional. Nós fomos a pé de nosso Camping e levamos em torno de 20 minutos caminhando (nos arrependemos na volta de não ir de carro e você vai entender o motivo já já).

Você tem duas opções de trilhas bem bacanas para fazer.  A trilha que leva a Cachoeira dos Saltos  (11km ida e volta) ou a trilha que leva aos Cânions e a Cachoeira dos Cariocas (12 km ida e volta).

Como nós só tínhamos um dia para dedicar ao parque, nós decidimos fazer as duas trilhas em um dia só! Começamos a andar as 9 da manhã e voltamos às 17 horas, mas conseguimos fazer os 23km e conhecer as principais trilhas do parque  em um dia só! É pesado, não é fácil! E nós ainda tivemos que andar mais 20 minutos pra voltar para o camping exaustos! São muitas decidas, subidas, pedras, e afins. Só aconselhamos para quem está com o preparo físico em dia e está acostumado a fazer trilhas regularmente. ;)

Além disso, para os mais aventureiros, é possível fazer a Travessia das Sete Quedas – são 23,5 km de trilha que pode ser feita em 2 ou 3 dias acampando a noite, na qual você passa por todas as diferentes paisagens do Cerrado. Essa ainda pretendemos fazer, mas você pode encontrar todas as informações, clicando aqui.

IMPORTANTE: Você não precisa mais de guia para fazer qualquer trilha do Parque, até mesmo a Travessia. O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é muito, mas muito, bem sinalizado. Veja o mapa abaixo. Cada trilha é demarcada por uma cor de seta. Se você optar, por exemplo, visitar os Cânios, é só você seguir as setas laranjas no meio da trilha (são várias, impossível se perder). Em cada atração, tem uma brigada de bombeiros para qualquer eventualidade.

Quando você chegar na entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, terá um centro de apoio com diversos funcionários do parque que te explicarão e tirarão dúvidas sobre a trilha. Eles são muito atenciosos.

E o melhor? Tudo isso é de graça!!!!

Chapada dos Veadeiros

Mapa das trilhas do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

 

É difícil escolher a trilha mais legal do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. As duas tem suas diferenças e vale muito a pena conhece-las.

Trilha 1: Cachoeira dos Saltos e Corredeiras (11 km total)

Nesta trilha você vai conhecer duas cachoeiras incríveis. A cachoeira do Salto do Rio Preto que tem 120 metros de altura (essa você vê de um mirante) e logo ao lado você pode tomar banho na Cachoeira do Garimpão, que tem queda de 80 metros. São 5 km de trilha de ida, com bastante decida em meio a vegetação linda do cerrado. Na volta, você pode optar por andar mais 2 km e visitar as Corredeiras (nós não fomos lá). E depois, a volta para a entrada do Parque tem mais subida e é mais complicada.  Não deixe de notar no meio da trilha em alguns buracos, estes eram antigos garimpos que existiam na Chapada dos Veadeiros.

Cachoeira do Salto. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, São Jorge. GO

Cachoeira do Salto. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, São Jorge. GO

Cachoeira do Salto. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, São Jorge. GO

Trilha 1 no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, São Jorge. GO

 

 

Trilha 2: Cânions e Cachoeira dos Cariocas (12 km total)

Esta é uma trilha mais tranquila por ser mais plana, apesar de mais comprida. Você vai conhecer os Cânions e a Cachoeira dos Cariocas. Também vale muito a pena. Na época de seca, você pode nadar e tomar banho da Cachoeira dos Cariocas e nos Cânions também! A paisagem é deslumbrante.

Ainda próximo ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, recomendaram pra gente a trilha do Mirante da Janela, onde você pode ver todo o vale do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros onde fica a Cachoeira do Salto. Vimos fotos e vídeos e realmente é incrível, pena que não tinhamos tempo :( . São 6,5km de trilha só de ida e fica ali do ladinho de São Jorge. Se forem, contem pra gente, ok?

Cachoeira do Salto. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, São Jorge. GO

Cânion. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, São Jorge. GO

Cachoeira do Salto. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, São Jorge. GO

Cânion. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, São Jorge. GO

Chapada dos Veadeiros

Cachoeira dos Cariocas, no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Fique atento às Cabeças d’água!

Almécegas I e II

As Cachoeira das Amécegas fiam na Fazenda São Bento, a 20 minutos de São Jorge sentido Alto Paraíso (fica a apenas 5 minutos de carro de Alto). É preciso pagar R$ 15,00 para entrar na Fazenda. Lá, você tem duas cachoeiras para visitar: A Almécegas I e II e também pode fazer tirolesa!

Na Almécegas I, os mais aventureiros podem saltar de uma pedra de 12 metros de altura (tem que ser MUITO corajoso, sério, é alto). O Caio foi. Tem uma trilha que leva lá para cima da pedra, o acesso é fácil. Mas o pulo… Tem que saber saltar, se não você pode quebrar uma costela fácil no impacto com a água! Então tome bastante cuidado, ok? Para chegar na cachoeira são 2 km de trilha só para ir.

A Almécegas II tem um acesso bem fácil, são apenas 300 metros de caminhada. Então vale a visita pela facilidade!

Na Fazenda, você também pode fazer a tirolesa que é bem legal! Você desce um vale em 800 metros de comprimento da tirolesa a 100 metros de altura. O tempo de voo dura 1,5 minutos. É bem gostoso! Mas custa R$ 70,00 por pessoa!

Fazenda São Bento, Chapada dos Veadeiros – Blog Viva o Mundo! from Viva o Mundo on Vimeo.

IMG_2368

Cachoeira Almécegas I. Fazenda São Bento, Alto Paraiso. GO

Cachoeira Almécegas II. Fazenda São Bento, Alto Paraiso. GO

Cachoeira Almécegas II. Fazenda São Bento, Alto Paraiso. GO

Catarata dos Couros

Essa é outra que não conseguimos ir por falta de tempo, mas nos falaram muito bem! Ela estava em nosso roteiro mas precisamos desistir de última hora porque quisemos fazer a tirolesa acima. Enfim, ela fica na estrada no caminho de volta para Brasília. O problema é que apesar dela ficar no caminho de volta, você precisa pegar uma estrada de terra por mais 30km. Mas quem vai garante que vale a pena. Segue uma fotinho:

 

Chapada dos Veadeiros

Catarata dos Couros. Fonte: Guia Chapada dos Veadeiros

Cachoeira do Segredo.

Esta também estava em nossos planos, mas como estava chovendo o nível das águas subiu e não conseguimos ir. Fique atento! Dizem que é uma trilha linda, que você precisa cruzar um rio várias vezes. Mas que o trajeto todo de ida e volta dura em torno de 5 horas. Também fica pertinho de São Jorge.

 

E aí, gostaram? Comentem!

1

 

Onde Comer na Chapada dos Veadeiros

Comer bem era algo que nós não esperávamos na Chapada dos Veadeiros. Como já achávamos que tudo era bastante rústico por lá, fizemos até supermercado antes de ir para termos coisas para comer! E realmente, em Cavalcante você não encontra nada aberto para comer depois das 21 horas, em Alto Paraíso é a cidade que mais tem restaurantes e em São Jorge também tem bastante opção, mas tem um em especial que nós ficamos apaixonados e queremos voltar só para comer lá:

São Jorge

Restaurante Santo Cerrado 

A especialidade do Santo Cerrado é risoto. Eles são uma risoteria/café incrível. O atendimento é impecável, o ambiente charmoso (com móveis rústicos, peças de arte), gastronomia deliciosa, excelente carta de vinhos e ótimos drinks! Nós fomos duas noites seguidas por lá e a música ao vivo era um show a parte. No último dia, um cover do Renato Russo fez o restaurante inteiro ficar até o fim do show e levantou todo mundo da mesa no final.

Dica: Sente no andar de cima, de preferência na varanda olhando as estrelas. Falam também que o por-do-sol por lá é fenomenal. Recomendamos o risoto de frutos do mar com o vinho verde Casal Garcia. As bruschettas também são deliciosas!

O preço corresponde aos de restaurantes de São Paulo. Nós pedimos entrada, dividimos um risoto, pedimos um vinho e a conta deu R$ 185,00 total. Mas vale a pena! O restaurante fica escondidinho, na última rua de São Jorge. Quando chegar por lá, pergunte para qualquer local onde fica que eles vão te explicar direitinho!

 

Restaurante Santo Cerrado. São Jorge - Chapada dos Veadeiros  - GO

Restaurante Santo Cerrado. São Jorge – Chapada dos Veadeiros – GO

Restaurante Santo Cerrado. São Jorge - Chapada dos Veadeiros  - GO

Restaurante Santo Cerrado. São Jorge – Chapada dos Veadeiros – GO

Alto Paraiso de Goias

La Vitta e Bela

Comemos em Alto Paraiso em nossa ida para Cavalcante. Paramos na cidade para jantar e descobrimos um restaurante bem gostoso que serve pizza integral e massas. Chama La Vitta e Bella. O restaurante fica localizado na rua principal da cidade, logo após a praça. Nós comemos uma pizza, uma taça de vinho e cerveja e a conta deu R$ 50,00. O ambiente é bem rústico, com mesas de madeira na rua iluminadas por velas.

Restaurante La Vitta e Bela - Alto Paraíso de Goias, Chapada dos Veadeiros - GO

Restaurante La Vitta e Bela – Alto Paraíso de Goias, Chapada dos Veadeiros – GO


1

Roteiro: Feriado na Chapada dos Veadeiros

Dia 1:

Chegada em Brasília. Alugue um carro. Leve um Pendrive com música!!

Visita a Brasília

Se você não conhece Brasília vale dar uma volta pelos principais pontos turísticos! Nós chegamos de manhã, almoçamos por lá com amigos que moram na cidade no Restaurante Mangai. O restaurante é por kg e serve comida baiana, fica na frente da lagoa! É super gostoso.

Depois seguimos para conhecer os principais pontos turísticos de Brasília.

Visite o Palácio da Alvorada,  A Praça dos Três Poderes que representa os três poderes da República: o Palácio do Planalto, o Supremo Tribunal Federal e o Congresso Nacional, A Esplanada dos Ministérios e a Catedral de Brasília. Isso tudo você conhece em menos de uma hora se não quiser entrar nos lugares e se aprofundar no assunto (o que eu acho que vale super a pena, mas nós não tivemos tempo :( – ainda volto BSB) ! Brasília é uma cidade linda arquitetonicamente que tem que ser visitada. Até para conhecer melhor como funciona a nossa política - fundamental para todo brasileiro!

 

Palácio da Alvorada - Brasília, DF

Palácio da Alvorada – Brasília, DF

Congresso Nacional, Brasília - DF

Congresso Nacional, Brasília – DF

 Catedral de Brasília, DF

Catedral de Brasília, DF

Palácio do Planalto, Brasília - DF

Palácio do Planalto, Brasília – DF

Supremo Tribunal Federal - Brasília, DF

Supremo Tribunal Federal – Brasília, DF

 Catedral de Brasília, DF

Catedral de Brasília, DF

No restaurante Mangai, Brasília, DF

Brasília, DF

Brasília, DF

 

Saída a tarde de Brasília – Estrada para Cavalcante:

A viagem para Cavalcante dura 4 horas direto. Mas é uma boa parar para comer em Alto Paraíso de Goias. Nós recomendamos o restaurante La Vitta e Bella. Dê uma voltinha pelo centro da Alto Paraíso para conhecer um pouco da cidade e siga viagem!

Restaurante La Vitta e Bela - Alto Paraíso de Goias, Chapada dos Veadeiros - GO

Restaurante La Vitta e Bela – Alto Paraíso de Goias, Chapada dos Veadeiros – GO

 

Cavalcante:

Se hospede na Pousada Aruana, ela fica próxima a estrada que vai para a cachoeira Santa Bárbara e o ambiente é ótimo!

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros - GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros – GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros - GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros – GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros - GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros – GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros - GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros – GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros - GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros – GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros - GO

Pousada Aruana, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros – GO

 

Dia 2: 

Cavalcante

Cachoeira Santa Bárbara:

Quando vimos pela primeira vez em uma foto a cor da cachoeira Santa Bárbara jurávamos que só poderia ser Photoshop. Bem, pagamos a língua. A água é exatamente – se não ainda mais  - cristalina do que você está vendo nesta foto. O segredo e o diferencial da cachoeira está no fundo de calcário, que faz a a areia ficar branca e a água da cachoeira azul-turquesa.

Mas claro que o paraíso não é assim tão fácil de conhecer. Exige esforço e vontade de quem visita a Chapada dos Veadeiros. Saíndo de Cavalcante (1h30 ao norte de São Jorge), você ainda precisa pegar 30 km de estrada de terra até chegar no Quilombo Kalunga. A estrada é tranquila no começo, mas o fim dela já não é tão de boa assim e se chover complica bastante para quem não estiver de 4×4. Nós fomos na cara e coragem com nosso querido Uno e rezamos para não chover.

Chegando no Quilombo Kalunga (onde fica a cachoeira), é obrigatório pagar um guia que cobra R$ 70,00 o passeio (você pode dividir este valor com quantas pessoas quiser). Além do guia, você precisa pagar mais R$ 20,00 de taxa para visitar Santa Bárbara. Os guias são os locais do quilombo o que pode ser bem interessante se você der sorte. No nosso caso, pegamos um guia que estava fazendo um bico no fim de semana e não sabia muito bem contar a história do quilombo e etc. Você também tem a opção de contratar um guia na cidade de Cavalcante que cobra R$ 90,00, mas você vai com o carro dele (o que a gente avalia que compensa) e não precisa se preocupar com estrada e afins.

 

Cachoeira Santa Bárbara. Cavalcante. Chapada dos Veadeiros.

Cachoeira Santa Bárbara. Cavalcante. Chapada dos Veadeiros.

Almoce no Quilômbo Kalunga

Além disso, você pode agendar um almoço no restaurante do Quilombo, onde os locais fazem uma comidinha deliciosa: arroz, feijão, mandioca, carne, frango, peixe, etc… Comida bem brasileira! Você paga R$ 25,00 o almoço e come a vontade. Mas você precisa avisar antes de partir para a cachoeira que quer comer lá e agendar uma hora. Nós achamos ótima a experiência. Marque lá pelas 13 hrs para não ficar esperando muito ficar pronto.

Restaurante do Quilômbo Kalunga. Cavalcante. Chapada dos Veadeiros - GO

Restaurante do Quilômbo Kalunga. Cavalcante. Chapada dos Veadeiros – GO

 

Siga viagem para São Jorge

A viagem de Cavalcante para São Jorge dura em torno de 1h30.

 

Entrada de Alto Paraíso de Goias, Chapada dos Veadeiros - GO

Entrada de Alto Paraíso de Goias e estrada a Direita para São Jorge, Chapada dos Veadeiros – GO

No caminho, pare no Vale da Lua

Um dos cartões postais da Chapada dos Veadeiros. O Vale da Lua é passagem obrigatória, até porque é uma visita rápida 5 minutinhos antes de chegar em São Jorge. O Vale tem formações rochosas super interessantes que parece mesmo que você está andando nas crateras da lua.

O Vale da Lua fica na estrada que liga Alto Paraíso a São Jorge. Você paga R$15,00 para entrar por pessoa, em uma fazenda particular. São 600 metros de trilha (não dá nem 10 minutinhos). Nós fomos voltando de Santa Bárbara e foi ótimo. O Vale da Lua fecha às 17 horas, então fique atento aos horários!

Vale da Lua. São Jorge - Chapada dos Veadeiros - GO

Vale da Lua. São Jorge – Chapada dos Veadeiros – GO

Deixe suas coisas no Taiuá Ambiental

Se for acampar, aproveite para montar sua barraca, organizar suas coisas e tomar um banho!

 

Taiuá Ambiental. São Jorge - Chapada dos Veadeiros  - GO

Taiuá Ambiental. São Jorge – Chapada dos Veadeiros – GO

Taiuá Ambiental. São Jorge - Chapada dos Veadeiros  - GO

Taiuá Ambiental. São Jorge – Chapada dos Veadeiros – GO

Jante no Restaurante Santo Cerrado.

A especialidade do Santo Cerrado é risoto. Eles são uma risoteria/café incrível. O atendimento é impecável, o ambiente charmoso (com móveis rústicos, peças de arte), gastronomia deliciosa, excelente carta de vinhos e ótimos drinks! Nós fomos duas noites seguidas por lá e a música ao vivo era um show a parte. No último dia, um cover do Renato Russo fez o restaurante inteiro ficar até o fim do show e levantou todo mundo da mesa no final.

Dica: Sente no andar de cima, de preferência na varanda olhando as estrelas. Falam também que o por-do-sol por lá é fenomenal. Recomendamos o risoto de frutos do mar com o vinho verde Casal Garcia. As bruschettas também são deliciosas!

O preço corresponde aos de restaurantes de São Paulo. Nós pedimos entrada, dividimos um risoto, pedimos um vinho e a conta deu R$ 185,00 total. Mas vale a pena! O restaurante fica escondidinho, na última rua de São Jorge. Quando chegar por lá, pergunte para qualquer local onde fica que eles vão te explicar direitinho!

 

Restaurante Santo Cerrado. São Jorge - Chapada dos Veadeiros  - GO

Restaurante Santo Cerrado. São Jorge – Chapada dos Veadeiros – GO

Restaurante Santo Cerrado. São Jorge - Chapada dos Veadeiros  - GO

Restaurante Santo Cerrado. São Jorge – Chapada dos Veadeiros – GO

Dia 3: 

Conheça o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros fica a 10 minutinhos de São Jorge de carro. Você atravessa o vilarejo de São Jorge, segue mais um pouquinho e chega na entrada do Parque Nacional. Nós fomos a pé de nosso Camping e levamos em torno de 20 minutos caminhando (nos arrependemos na volta de não ir de carro e você vai entender o motivo já já).

Você tem duas opções de trilhas bem bacanas para fazer.  A trilha que leva a Cachoeira dos Saltos  (11km ida e volta) ou a trilha que leva aos Cânions e a Cachoeira dos Cariocas (12 km ida e volta).

Como nós só tínhamos um dia para dedicar ao parque, nós decidimos fazer as duas trilhas em um dia só! Começamos a andar as 9 da manhã e voltamos às 17 horas, mas conseguimos fazer os 23km e conhecer as principais trilhas do parque  em um dia só! É pesado, não é fácil! E nós ainda tivemos que andar mais 20 minutos pra voltar para o camping exaustos! São muitas decidas, subidas, pedras, e afins. Só aconselhamos para quem está com o preparo físico em dia e está acostumado a fazer trilhas regularmente. ;)

Além disso, para os mais aventureiros, é possível fazer a Travessia das Sete Quedas – são 23,5 km de trilha que pode ser feita em 2 ou 3 dias acampando a noite, na qual você passa por todas as diferentes paisagens do Cerrado. Essa ainda pretendemos fazer, mas você pode encontrar todas as informações, clicando aqui.

IMPORTANTE: Você não precisa mais de guia para fazer qualquer trilha do Parque, até mesmo a Travessia. O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é muito, mas muito, bem sinalizado. Veja o mapa abaixo. Cada trilha é demarcada por uma cor de seta. Se você optar, por exemplo, visitar os Cânios, é só você seguir as setas laranjas no meio da trilha (são várias, impossível se perder). Em cada atração, tem uma brigada de bombeiros para qualquer eventualidade.

Quando você chegar na entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, terá um centro de apoio com diversos funcionários do parque que te explicarão e tirarão dúvidas sobre a trilha. Eles são muito atenciosos.

E o melhor? Tudo isso é de graça!!!!

Chapada dos Veadeiros

Mapa das trilhas do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

É difícil escolher a trilha mais legal do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. As duas tem suas diferenças e vale muito a pena conhece-las.

Trilha 1: Cachoeira dos Saltos e Corredeiras (11 km total)

Nesta trilha você vai conhecer duas cachoeiras incríveis. A cachoeira do Salto do Rio Preto que tem 120 metros de altura (essa você vê de um mirante) e logo ao lado você pode tomar banho na Cachoeira do Garimpão, que tem queda de 80 metros. São 5 km de trilha de ida, com bastante decida em meio a vegetação linda do cerrado. Na volta, você pode optar por andar mais 2 km e visitar as Corredeiras (nós não fomos lá). E depois, a volta para a entrada do Parque tem mais subida e é mais complicada.  Não deixe de notar no meio da trilha em alguns buracos, estes eram antigos garimpos que existiam na Chapada dos Veadeiros.

 Cachoeira do Salto. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros - GO.

Cachoeira do Salto. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros – GO.

Trilha para Cachoeira do Salto. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros - GO.

Trilha para Cachoeira do Salto. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros – GO.

Trilha 2: Cânions e Cachoeira dos Cariocas (12 km total)

Esta é uma trilha mais tranquila por ser mais plana, apesar de mais comprida. Você vai conhecer os Cânions e a Cachoeira dos Cariocas. Também vale muito a pena. Na época de seca, você pode nadar e tomar banho da Cachoeira dos Cariocas e nos Cânions também! A paisagem é deslumbrante.

Ainda próximo ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, recomendaram pra gente a trilha do Mirante da Janela, onde você pode ver todo o vale do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros onde fica a Cachoeira do Salto. Vimos fotos e vídeos e realmente é incrível, pena que não tinhamos tempo :( . São 6,5km de trilha só de ida e fica ali do ladinho de São Jorge. Se forem, contem pra gente, ok?

Cânions. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros - GO.

Cânions. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros – GO.

Jante no Restaurante Santo Cerrado

<3 !

Dia 4:

Visite as Almécegas na Fazenda São Bento 

As Cachoeira das Amécegas fiam na Fazenda São Bento, a 20 minutos de São Jorge sentido Alto Paraíso (fica a apenas 5 minutos de carro de Alto). É preciso pagar R$ 15,00 para entrar na Fazenda. Lá, você tem duas cachoeiras para visitar: A Almécegas I e II e também pode fazer tirolesa!

Na Almécegas I, os mais aventureiros podem saltar de uma pedra de 12 metros de altura (tem que ser MUITO corajoso, sério, é alto). O Caio foi. Tem uma trilha que leva lá para cima da pedra, o acesso é fácil. Mas o pulo… Tem que saber saltar, se não você pode quebrar uma costela fácil no impacto com a água! Então tome bastante cuidado, ok? Para chegar na cachoeira são 2 km de trilha só para ir.

A Almécegas II tem um acesso bem fácil, são apenas 300 metros de caminhada. Então vale a visita pela facilidade!

Amécega I. Fazenda São Bento. Alto Paraíso de Goias. Chapada dos Veadeiros - GO

Amécega I. Fazenda São Bento. Alto Paraíso de Goias. Chapada dos Veadeiros – GO

Pulo do Caio na Cachoeira Almécega II. Fazenda São Bento, Alto Paraíso de Goias. Chapada dos Veadeiros - GO.

Pulo do Caio na Cachoeira Almécega II. Fazenda São Bento, Alto Paraíso de Goias. Chapada dos Veadeiros – GO.

Faça Tirolesa

Na Fazenda, você também pode fazer a tirolesa que é bem legal! Você desce um vale em 800 metros de comprimento da tirolesa a 100 metros de altura. O tempo de voo dura 1,5 minutos. É bem gostoso! Mas custa R$ 70,00 por pessoa!

Volta a Brasília

E fique com vontade de fazer tudo de novo :)

Gostou? Comente!

1

 

Deixe uma Resposta