Início » vivaomundo
Tag:

vivaomundo

Jericoacoara –  Dicas Indispensáveis para Viajar ao Vilarejo Cearense
viva o mundo

Entre as dunas protegidas do estado do Ceará, a 300 km de Fortaleza, fica um pequeno vilarejo que virou point do turismo mundial. Bem-vindx a Jericoacoara!

Jericoacoara, apelidada carinhosamente como ‘Jeri’, é um dos destinos mais cobiçados por viajantes apaixonados por paisagens naturais e destinos praianos.

O vilarejo cearense, que fica dentro das dunas do Parque Nacional de Jericoacoara, entrou na cena brasileira com ainda mais destaque nos últimos anos, graças à inauguração do Aeroporto Regional em 2017, de pousadas sofisticadas que abriram as portas para os viajantes mais exigentes e até mesmo pelas festas que começaram a agitar o vilarejo antes tomado pelo sossego.

Jericoacoara tem um magnetismo que caiu no gosto dos brasileiros e estrangeiros. O motivo deste fascínio pode estar atrelado à malemolência de um destino que agrada os mais diferentes gostos: Aqueles que buscam dias velejando de Kitesurfe na Praia do Preá, as famílias que chegam para curtir férias com passeios de ecoturismo em meio às dunas e lagoas, também aos casais e jovens que procuram uma vida noturna despretenciosa, mas com ótimos restaurantes e forrós com pé na areia.

Embora os dias de tranquilidade e simplicidade já não sejam mais o atrativo da região, Jericoacoara ainda é uma visita obrigatória, cheia de pontos turísticos com paisagens deslumbrantes, clínicas de kitesurfe em um dos melhores destinos do esporte do país e muita bossa no vilarejo que tornou-se um dos destinos mais buscados do Nordeste.

Confira abaixo todas as dicas para você planejar a sua viagem:

Jericoacoara - As informações essenciais para planejar uma viagem ao paraíso cearense
A praia de Jericoacoara – tranquila, com bons ventos e até mesmo ondas para os surfistas iniciantes.

Tudo o que você precisa saber para planejar sua viagem:

No sumário abaixo, você encontra as principais informações para planejar a sua viagem ao vilarejo mais cobiçado deste nosso Brasil. Clique e vá direto para as dicas que precisar:

As dunas e maravilhas de Jericoacoara, no Ceará
viva o mundo

Informações básicas

Onde fica Jericoacoara?

Jericoacoara é uma vila protegida no litoral cearense, localizada a 300 km de distância da capital Fortaleza. A Vila fica em meio ao Parque Nacional que leva o mesmo nome.

História de Jericoacoara

Não somente uma vila de pescadores no Ceará, mas também uma praia em meio às dunas do Parque Nacional, era isolada do resto do mundo até meados dos anos 80. Sem energia elétrica e acesso, poucos conseguiam chegar até o vilarejo a não ser por um árduo caminho em um 4×4.

Em 1994, o jornal The Washington Post a elegeu como uma das praias mais bonitas do mundo. E, com isso, começou a atrair europeus e estrangeiros que viajavam à vila e encontravam um reduto hippie apaixonante. O local também já foi cenário do filme A Ostra e o Vento em 1997 e de Meu Bem Querer em 1998.

Desde então, continuou atraindo os olhares do mundo para si. Aos poucos, começaram a chegar europeus praticantes de Kitesurfe, que lotam o vilarejo durante a temporada colorindo os céus cearenses.

Nos últimos anos, com o acesso facilitado pelo Aeroporto Regional, o vilarejo perdeu o status de reduto hippie e tornou-se um destino hype entre os brasileiros que buscam por festas, hotéis sofisticados e passeios ecológicos.

A Pedra Furada – um dos pontos turísticos mais conhecidos da região

Melhor época para visitar

A melhor época para viajar a Jericoacoara é entre os meses de Agosto e Janeiro. É nesta temporada que as chuvas cessam, as lagoas enchem após a temporada de chuvas do primeiro semestre e os ventos tornam-se grande atrativo para os praticantes de kitesurfe.

Tente fugir da alta temporada de ano novo e feriados, para não encontrar o vilarejo muito cheio.

Já durante os meses de Fevereiro e Julho, é possível viajar ao vilarejo, mas encontrar as lagoas secas e precisar ter paciência com possíveis dias de chuvas no meio da viagem.

Melhor época para visitar Jericoacoara
viva o mundo

Como chegar e se locomover por Jericoacoara

É possível chegar em Jericoacoara via Fortaleza ou, com voo direto de grandes capitais, ao aeroporto regional da cidade. Porém, a frequência e preços dos voos desta última opção nem sempre são muito atrativos.

Por isso, vale a pena colocar na balança os custos de um voo que chega em Fortaleza (junto ao traslado que leva ao vilarejo) e também o voo para o aeroporto Regional (também somando o custo do traslado que chega ao vilarejo).

Como chegar em Jericoacoara

Descubra como chegar no vilarejo de Jericoacoara:

  1. De avião

    Para encontrar os melhores voos para Jeriocoacara, acesse este site e busque nas datas de sua viagem os aeroportos regionais de Jericoacoara ou Fortaleza.

    Caso opte pelo voo ao aeroporto regional de Jericoacoara, saiba que é necessário reservar um traslado que completa à viagem até o vilarejo, já que a chegada do voo é em Jijoca (vilarejo fora do Parque Nacional).

  2. Veículos 4×4 saindo de Fortaleza:

    Aos que chegam via aeroporto de Fortaleza, é possível reservar um transporte 4×4 para a sua viagem (com motorista). Custa em torno de R$ 400 o trajeto, ou seja R$ 800 ida e volta.

    Não deixe de negociar com o motorista, eles geralmente fazem um desconto. Também aconselho ligar com antecedência, e caso estiver em apenas 1 ou 2 pessoas, perguntar se ele não sabe de alguém que queira dividir a carona.

  3. Ônibus saindo de Fortaleza:

    O ônibus que de Fortaleza com sentido a Jericoacoara tem saída em dois horários: por volta das 13h e das 18h30. Custa por volta de R$ 80,00 o trajeto. A empresa é a Fretcar, que você pode encontrar o site aqui.

    A viagem até Jijoca é feita em um ônibus confortável. De lá, é preciso trocar por uma Jardineira (caminhão 4×4) que leva para dentro do Parque Nacional. A viagem dura cerca de 6 horas e tem uma parada para refeições.

Como se locomover em Jericoacoara

Somente veículos credenciados podem circular por Jericoacoara.

Portanto, a maior parte dos caminhos são feitos a pé pelas ruas de areia do vilarejo ou, para pontos turísticos mais distantes, é necessário contratar uma agência ou motorista de buggies e veículos 4×4.

Como se locomover em Jericoacoara
viva o mundo

O que levar na bagagem e como preparar a viagem

Moeda e Dinheiro

Jericoacoara está cada vez mais preparada para o turismo. Muitos hotéis e pousadas aceitam cartão de crédito, mas ainda há estabelecimentos que ainda não passam. Por isso, vale a pena levar um pouco de dinheiro em espécie.

Bagagem

Jericoacoara é uma vila rústica com ruas de areia fofa, portanto evite malas grandes e com rodinhas.

Dê preferência a roupas mais leves, chinelos e rasteirinhas. Todo mundo anda da havaianas por lá, então não se preocupe com muita bagagem.

Estamos falando de um lugar onde venta muito e faz bastante sol, não se esqueça de chapéus, óculos de sol, bastante protetor solar e repelente.

viva o mundo

Onde ficar em Jericoacoara

Em Jericoacoara, são quatro as ruas principais que correspondem às melhores localizações da vila: Rua Principal, Rua das Dunas, Rua do Forró e a Rua São Francisco.

São nessas ruas onde tudo acontece – ou bem próximas à elas – então procure se hospedar nessas redondezas.

Abaixo, montamos um mapa para que você possa visualizar melhor a distribuição das ruas de Jericoacoara.

Tudo sobre hospedagem em Jericoacoara:

Dicas de hospedagem em Jericoacoara

Hotel Hurricane Jeri (Praia)

O Hotel Hurricane Jeri é um dos melhores hotéis em Jericoacoara, com uma ótima localização, a 50 metros das praias Malhadas e Jericoacoara.

Com jardins e vista para o mar, o hotel também oferece wi-fi gratuito, quartos reformados e remodelados com varanda, rede, ar condicionado e frigobar.

As Dunas do Pôr do Sol ficam a 200 metros de distância e o hotel também oferece aulas de kitesurf por um custo adicional.

As melhores pousadas em Jericoacoara
Hotel Hurricane Jeri em Jericoacoara

Confira a disponibilidade e preços do hotel Hurricane Jeri aqui

Pousada Deck Jeri

A Pousada Deck Jeri está a 300 metros da praia principal de Jericoacoara e é um charme.

Com um terraço ao ar livre e áreas de convivência sempre decoradas com flores, essa pousada oferece wi-fi por toda a propriedade, café da manhã e você também pode desfrutar de atividades ao redor da pousada, por estar super bem localizada. São apenas uns passinhos até o centrinho de Jeri.

Pousadas baratas em Jericoacoara
Pousada Deck Jeri em Jericoacoara

Confira a disponibilidade e preços da Pousada Deck Jeri aqui

Essenza Hotel

Uma das mais novas e requisitadas hospedagens de Jericoacoara, o Essenza Hotel oferece acomodações luxuosas e sofisticadas de frente para o mar, com piscina na varanda dos apartamentos e ar condicionado.

Pousada Jericoacoara - Essenza. Uma das mais requisitadas do vilarejo
Essenza Hotel em Jericoacoara

Confira a disponibilidade e preços do Essenza Hotel aqui

viva o mundo

O que fazer em Jericoacoara

Pontos turísticos de Jericoacoara

Você já deve ter ouvido falar do Mangue Seco, da Duna do Pôr do Sol ou da Pedra Furada. Há tanto para fazer e ver no vilarejo. Por isso, escrevemos aqui os pontos turísticos de Jericoacoara que você precisa colocar em seu roteiro de viagem – e como conhecê-los.

Para dar um gostinho, fazemos um resumo do que você encontra em Jeri aqui:

Mangue Seco

Para chegar aos Mangues Secos, você vai passar por uma balsa um tanto quanto pitoresca. Seu buggy entra em uma balsa de madeira sem motor, que é levada através de uma lagoa rasa por homens que remam com grandes varas de pau. Não é necessário pagar a travessia, pois o preço está incluso no passeio.

Depois de atravessar a Balsa, você chega nos Mangues Secos, que formam uma “floresta” de galhos e árvores secas.

Lá tem até uma barraquinha com água de coco, refrigerante e cerveja para quem quiser dar uma refrescada

Pontos turísticos em Jericoacoara
Mangue Seco

Lagoa Paraíso

Um dos símbolos mais famosos de Jeri e um dos principais pontos turísticos, a lagoa fica oficialmente no município de Jijoca de Jericoacoara.

Ela é cercada por uma praia de areias brancas e fofas. Em cima da areia fica um restaurante bem gostoso, perfeito para pedir uma cervejinha e lula frita. É o passeio imperdível de Jeri.

Jericoacoara | O Guia completo
O cartão de postal de Jeri: a Lagoa do Paraíso

Pedra Furada

A Pedra Furada é outro cartão postal de Jericoacoara. Vale a pena ir no fim de tarde e conferir o pôr do sol. Mesmo indo de buggy, a Pedra Furada fica dentro do Parque Nacional, então é necessário andar cerca de meia hora a pé por uma praia para chegar até lá.

Jericoacoara | O Guia completo
A caminhada para a Pedra Furada é uma das indispensáveis em Jeri

Confira nosso guia com os melhores pontos turísticos em Jericoacoara.

Esportes em Jericoacoara

Kitesurf

Em Jericoacoara, existem várias escolas que ensinam como praticar Kitesurfe e também vários lugares propícios para a prática do esporte, como a praia de Preá, mas se você está prestes a subir na prancha pela primeira vez, talvez essa não seja a melhor opção.

Para quem está tendo esse primeiro contato com o esporte, é interessante procurar por escolas que ensinem em regiões onde não haja tanto vento e o mar seja mais calmo.

O melhor ponto para se praticar kitesurf em Jericoacoara nessas condições é próximo à Duna do Pôr do Sol, dentro do Parque Nacional de Jericoacoara.

Kitesurf em Jericoacoara
Kitesurfe em Jericoacoara

Sandboard

Você pode praticar o esporte quando for ao passeio ao lago da Tatajuba (que falamos no post pontos turísticos em Jericoacoara), no lado oeste da cidade. Chegando lá, várias pessoas virão te oferecer pranchas para alugar, aí você escolhe se quer descer de pé ou sentado. 

Se você optar por fazer sandboard vai pagar em torno de R$10 pela prancha, mas se quiser descer sentado depois precisará pagar a prancha por mais R$10 para alugar. 

Kitesurf em Jericoacoara - Sandboard

O que fazer à noite em Jericoacoara

Samba Rock Café

Servindo uma grande variedade de cervejas, drinks e petiscos, o Samba Rock Café é o local ideal para curtir com os amigos ao ar livre e com música boa sempre rolando.

É um restaurante mais descontraído e, por abrir às 17h, é o local perfeito para curtir o fim de tarde em Jeri. Ele está localizado na rua Principal e está aberto de terça-feira à domingo até a 1h.

Samba Rock Café

Onde comer em Jericoacoara

Tamarindo

O Tamarindo é um dos restaurantes mais badalados de Jericoacoara, com direito a fila de espera e tudo. Não é por menos: o ambiente é um dos mais bonitos de lá além da comida que é excelente.

Sua localização também é bem fácil, fica em frente a praça de Jericoacoara.

Onde comer em Jericoacoara
O restaurante Tamarindo não pode faltar na sua lista

Bistrô Caiçara

Com um ambiente e atendimento agradável, o Bistrô Caiçara é um dos maiores nomes da gastronomia local. 

Localizado na Rua Principal, ele fica no piso superior das lojas Meia Lua e tem como diferencial pratos vegetarianos e também sem glúten.

Bistrô Caiçara em Jericoacoara

Gelato & Grano Sorveteria

Se você está procurando onde comer uma sobremesa em Jericoacoara, aqui é a parada indispensável para a sobremesa. 

A sorveteria Gelato & Grano é a mais balada de Jericoacoara, pelos ótimos sorvetes, pela arquitetura moderna e também pela ótima localização: Fica na praça principal de Jericoacoara. Vale a pena a visita!

Samba Rock Café

Saiba onde comer em Jericoacoara nesse post.

Dicas rápidas de Jericoacoara

  • A melhor época para visitar Jericoacoara é entre Agosto e Janeiro, isso porque a época das chuvas acontece entre Fevereiro e Julho por lá.
  • Leve dinheiro em cédulas. São poucos os estabelecimentos em Jericoacoara que aceitam cartões.
  • Não recomendamos a ida à pessoas idosas ou que necessitem de cadeira de rodas, porque a cidade não tem infra-estrutura para atender necessidades especiais a começar que todas as ruas são de areia e não existe terra firme por lá.
  • Leve protetor, chapéu e chinelo.
  • Beba muita água. A praia é um deserto seco e com muito sol na cabeça. Então cuide-se para continuar sempre hidratado…
  • Se for de ônibus, avise em sua pousada a hora que vai chegar. Nós chegamos no ônibus a 1 da manhã na Vila, depois de procurar por nossa pousada, quando chegamos não tinha ninguém para nos receber. No fim demos um jeitinho, mas recomendamos sempre que você mande um e-mail antes para a pousada avisando sobre a sua programação.
  • Respeite a Natureza. Jericoacoara é um Parque Nacional. Então lixo na rua e na praia são proibidos (isso deveria ser senso-comum né, não jogue lixo na rua). Respeite os animais que vivem por ali e aproveite seus dias no paraíso.
  • Leve Remédios e Kit de primeiros socorros. Existe apenas um Posto de Saúde que funciona das 8 da manhã as 17h. Lembre-se: as condições ali são mais básicas e precárias possíveis e o hospital mais próximo (que também faz parte do Sistema Público de Saúde e infelizmente os postos são horríveis)  fica em Jijoca à 20 km de Jericoacoara.
  • Leve câmera fotográfica e não se esqueça de tirar muitas fotos!

Perguntas frequentes sobre Jericoacoara

Qual a melhor época para ir em Jericoacoara?

A melhor época para visitar Jericoacoara é entre Agosto e Janeiro. Continue lendo.

Aceitam cartão de crédito em Jericoacoara?

Muitos hotéis e pousadas aceitam cartão de crédito em Jericoacoara, mas ainda há estabelecimentos que só aceitam dinheiro em espécie. Continue lendo.

Como se locomover em Jericoacoara?

Somente veículos credenciados podem circular por Jericoacoara. Portanto, a maior parte dos caminhos são feitos a pé ou de buggy. Continue lendo.

O que levar para Jericoacoara?

Jericoacoara é uma vila rústica com ruas de areia fofa, portanto evite malas grandes e com rodinhas e dê preferência a roupas mais leves, chinelos e rasteirinhas. Continue lendo.

A energia daquele lugar não tem igual. Nós adoramos viajar e ir para lugares diferentes quando temos tempo para férias, mas depois que fomos para Jeri já estamos pensando em quando vamos voltar.

E você, já foi para Jeri e quer contar sua experiência ou quer ir e tem alguma dúvida? Comente aqui!!

Leia mais:

25 comentários
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
Tudo o que você precisa saber sobre a Praia do Bonete

O caminho para uma das praias mais bonitas do Brasil, a Praia do Bonete.

Ir a praia do Bonete é como voltar no tempo em redutos quase ‘hippies’ e semi-desertos. É incrível pensar que ainda existam lugares assim a apenas 4 horas da capital paulista. 

Ainda existem lugares escondidos que preservam um ar rústico e pouco explorado no estado de São Paulo. Não conte para ninguém, mas um desses segredos é a praia do Bonete, que fica ao sul da Ilhabela. Em 2009, o jornal ‘The Guardian’ considerou o Bonete como uma das 10 praias mais bonitas do Brasil.

A praia do Bonete abriga uma comunidade caiçara com 300 moradores que vivem sem energia elétrica e se mantém através da pesca e turismo local.

Por isso também é preciso se desprender das amarras urbanóides para ir ao Bonete. A charmosa Pousada Canto Bravo serve jantares à luz de velas em frente a praia e sob as estrelas.

Assim, a praia do Bonete é um espetáculo, ótima para o surfe, com areias douradas, árvores chapéu de sol no entorno da casa e águas claras. Além das lindas trilhas e diversas cachoeiras nas redondezas.

Quando ir à Praia do Bonete?

Um fim de semana é suficiente para conhecer o Bonete. Os meses de março a maio e de setembro a novembro são os mais indicados para encarar a trilha, já que as chances de chuva são menores, a praia não fica cheia e os preços do camping, pousadas e barcos tendem a diminuir.

Mas o melhor mês é novembro, quando o horário de verão já começou e o dia fica mais comprido.

Tudo o que você precisa saber sobre a Praia do Bonete
A linda Praia do Bonete, um paraíso isolado na Ilhabela.

Como chegar na Praia do Bonete em Ilhabela?

O acesso a Ilhabela é feito via balsa. Saindo de São Paulo de carro, são 4 horas de estrada. É preciso pegar a Rodovia Ayrton Senna e depois a Rodovia Tamoios. Chegando em Caraguatatuba, siga para São Sebastião onde fica a balsa que atravessa para a Ilhabela.

Travessias

É possível agendar o horário da balsa, já que as filas para atravessar o canal podem ter mais de 2 horas de espera na temporada. Os preços podem ser conferidos no site da DERSA.

Ao atravessar a balsa, siga para o lado sul da ilha (o lado do oceano). Pegue a avenida principal saindo a direita sentido Borrifos.

Aliás, se você for de carro existem 2 estacionamentos próximos à trilha que custam R$ 20,00. O primeiro fica no restaurante ‘Nova Iorqui’, mas é preciso andar 2 km a mais até o início da trilha do Bonete.

No entanto, se você voltar de barco ou for, vale a pena, pois é lá onde param os barcos que voltam da praia com turistas. OBS: Não coloque Restaurante Nova Iorque no Google Maps, ele vai dar um endereço errado. Coloque Burrifos.

O segundo estacionamento fica a 10 minutinhos do início da trilha e é o estacionamento do Zé da Sepituba. Os dois ficam na beira da estrada é são os lugares mais indicados para deixar o carro.

Deste ponto, você tem duas opções para chegar à praia: trilha ou barco. 

A nossa dica é conhecer o Bonete em um fim de semana ou feriado, encarar a trilha na ida e depois voltar de barco com os pescadores que ficam na praia.

Nós fomos sexta à noite para a Ilhabela, dormimos na cidade e sábado cedinho começamos a trilha. Curtimos o fim de tarde, domingo inteiro e voltamos no fim de tarde de barco. Era horário de verão, então o dia rendeu bastante!

O que fazer na Praia do Bonete

Trilha

Informações técnicas:

Percurso (ida e volta): 23.4 km

Duração: 5 horas (trecho)

Nível: alto (pelas subidas íngremes e distância)

Atrativos: Mata Atlântica, cachoeira da laje, mirante do Bonete, praia do Bonete

A trilha é o percurso mais indicado, já que fica em uma estrada de terra desativada que forma um caminho amplo e sem grandes obstáculos. Não pense que a trilha é um castigo pelo nível ser alto, nós achamos que a caminhada é a melhor parte.

O encanto mesmo é colocar uma mochila nas costas (leve de preferência), encarar os 12 km de caminhada nas sombras da Mata Altântica subindo e descendo as montanhas íngremes da ilha, curtir os mirantes e se banhar nas 3 cachoeiras que garantem o descanso no meio do caminho. É uma trilha muito bacana, porque no momento que você começa a ficar cansado, é possível escutar o barulhinho das cachoeiras e aí sabe que um bom descanso virá pela frente.

Dicas sobre a Praia do Bonete:

  • Na cachoeira da Laje (a primeira para quem faz a trilha) é possível escorregar, já que ela forma um tobogã natural. Vá com roupas de banho.
  • No fim da trilha, é preciso atravessar um rio. Ou seja, leve roupas leves porque você vai acabar se molhando.
  • Não esqueça de contar o tempo e os kms durante a trilha (sugerimos o aplicativo Nike Run para Android e iOS), assim você não ficará com a sensação de não saber quanto tempo falta para acabar.
  • Leve repelente, lanches naturais, barras de cereais, gatorade. Vá preparado!
Tudo o que você precisa saber sobre a Praia do Bonete
A cachoeira do escorrega, a primeira a ser encontrada para quem pega a Trilha do Bonete.

Passeio de barco

Existem operadoras na Ilhabela que te levam de lancha para passar o dia no Bonete, mas esse não é o intuito do post. O charme da praia do Bonete está em conhece-la em sua essência, pela trilha ou indo de barco com pescadores locais que vivem também desse turismo.  

Para ir à praia: 

Se você ficar na pousada que indicamos abaixo, peça a eles o número de telefone de algum barqueiro. Dessa forma, você marca hora e ele irá te pegar no Restaurante ‘Nova Iorque’, porque é o ponto de partida para quem vai ao Bonete. 

Para voltar da praia:

Se você seguir nossa dica e for de trilha e voltar de barco, quando chegar por lá já agende um horário de volta no domingo. Os pescadores que fazem o trajeto ficam na praia mesmo, próximo ao rio. 

O preço gira em torno de R$ 50,00 – R$ 100,00 o trecho, dependendo da temporada. (*preços sujeitos à alterações)

viva o mundo

Onde ficar no Bonete

Nós ficamos na Pousada Canto Bravo e recomendamos para quem quer conforto. Na época, pagamos R$ 150,00 a diária no sábado e fomos muito bem recebidos.

A pousada é um charme e fica em frente à praia. Dormimos ouvindo o barulhinho do mar, jantamos à luz de velas (porque não tem energia elétrica no Bonete) e adoramos nosso quarto!

Onde ficar na praia do Bonete | Praia do Bonete Ilhabela: Tudo o que você precisa saber para chegar lá
A cidade da Pousada Canto Bravo é um charme! Nós dormimos ouvindo o barulho do mar, jantamos à luz de velas, uma delicia!

A vista para o rio dá o toque final ao charme do Chalé Canto do Nema. Com as comodidades de uma pousada, essa estadia é simples e aconchegante, para passeios com a família e amigos.

Chalé e Restaurante Canto do Nema. Foto: Booking

> Confira opções de estadias no site Booking.com

Também há opções de camping para os mais aventureiros. Entretanto, é preciso estar disposto a encarar o esquema banheiro compartilhado + conforto da barraca.

Além disso, depois de 5 hrs de trilha, ainda dormir em barraca, em um lugar com bastante borrachudos é para os fortes.  Tirando que você precisará ir com a barraca nas costas durante toda a trilha.

Mas se você é aventureiro e está procurando uma boa trilha e uma praia deserta para curtir um fim de semana, o Bonete é a escolha certa!

Fui com o Caio no início do nosso namoro e foi ótimo para curtir uma aventura a dois.   E aí, animou para conhecer o Bonete? Nós só dizemos uma coisa: Vale a visita! Deixe seu comentário ou compartilhe com seus amigos no Facebook. 🙂    

Hospedagens no Bonete

Veja mais opções de estadias em Ilhabela e escolha a melhor opção para você.

Booking.com
viva o mundo

Guia do litoral norte de São Paulo

Não há dúvidas que nosso pedaço de paraíso é o litoral Norte de São Paulo (SP), especificamente as praias de São Sebastião (Maresias, por exemplo, faz parte delas).

Frequentamos estas praias desde que nascemos  e descemos a serra rumo à tranquilidade  do litoral paulista praticamente todos os fins de semana. Assim, por frequentarmos esta região há mais de 20 anos, parece tarefa fácil escrever um guia local.

A missão deixa de ser por apenas um motivo: as 33 praias do município de São Sebastião, litoral norte de SP, são singulares, cada uma atende um perfil,  existem diversos passeios, restaurantes, hospedagens e uma infra-estrutura completa, pronta para atender para quem vem de outros cantos do Brasil.

Praias do litoral norte de São Paulo

Dessa maneira, curtir as praias de São Sebastião é uma viagem cheia de possibilidades, que encanta pelos detalhes e marca pelos momentos.

Assistir ao pôr do sol na secreta Praia de Calhetas, correr na praia da Baleia, lavar a alma nas cachoeiras escondidas no verde da natureza,  surfar no mar transparente do litoral, não há preço que pague.

Por isso, apresentamos a vocês o Guia do Litoral Norte de São Paulo feito por nós, apaixonados por esse paraíso. Além disso, temos a certeza de que sem este pedacinho de refúgio e tranquilidade não seríamos os mesmos hoje em dia.

Leia os Guias de Outras Praias do Litoral:

Leia mais

Dúvidas frequentes

Onde fica a Praia do Bonete?

A Praia do Bonete fica em Ilhabela, litoral norte de São Paulo. Continue lendo…

Como chegar à Praia do Bonete?

O acesso à praia é através da travessia de balsa entre São Sebastião e Ilhabela. Continue lendo…

O que fazer na Praia do Bonete?

Uma das praias mais bonitas do mundo é destino para muita trilha e aventura. Continue lendo…

Onde ficar na Praia do Bonete?

Conheça opções de hospedagens em Ilhabela que o Blog Viva o Mundo visitou, como a Pousada Canto Bravo. Continue lendo…

Quando ir à Praia do Bonete?

A melhor época ainda é a alta temporada, indicamos o mês de novembro. Continue lendo…

23 comentários
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
Conheça 'As Ilhas' e o melhor do litoral norte paulista
viva o mundo

Em São Sebastião, descubra os encantos das Ilhas e mergulhe em águas paradisíacas.

O litoral norte de SP guarda belezas exuberantes, seja da Mata Atlântica que demarca as montanhas , ou pelo pontilhado de diversas ilhas no horizonte.

São poucas as praias de São Sebastião, por exemplo, onde não é possível avistar alguma ilhota logo em frente. E é uma destas ilhas que acreditamos que todos os visitantes do litoral precisam conhecer um dia: elas são chamadas de ‘As Ilhas’.

Apesar do nome no plural, ‘As Ilhas’ é apenas uma ilha. Ela abriga duas praias intocadas onde é possível passar o dia, curtir em meio a natureza, praticar snorkeling ou, caso você tenha alguma embarcação, curtir o movimento de outros barcos também por ali.  

Afinal, quem não adora conhecer e passar o dia em um lugar inexplorado onde só é possível chegar de barco?

Conheça 'As Ilhas' e o melhor do litoral norte paulista
As Ilhas. Foto: Google Maps

Como chegar

Partindo de São Paulo, a viagem dura cerca de 2h e o acesso à São Sebastião é pela Rodovia Rio-Santos.

As Ilhas ficam a cerca de 1,5 km de distância da Praia da Barra do Sahy, em São Sebastião, e barcos de pescadores saem a cada 15 minutos da terra para levar os visitantes ao paraíso.

Os pescadores ficam ao lado esquerdo da praia, próximo ao rio e cobram cerca de R$ 20,00 por pessoa (apenas a ida) para levar até ‘As Ilhas’, mas dá pra negociar e fechar o acordo em R$ 30,00 ida e volta. Dessa maneira, você marca a hora que quer voltar e o pescador vai te buscar.

Além disso, o local recebe os visitantes que chegam de jet ski, ancoram seus barcos, caiaques e Stand Up Paddles. Nós já chegamos lá de todos os jeitos possíveis e asseguro que cada chegada acaba sendo singular e especial.

Portanto, é preciso ficar atento ao decidir fazer uma travessia e nós explicamos o motivo:

Travessias da Barra do Sahy às Ilhas:

Stand Up Paddle: espere por um dia de sol e sem ondas para fazer essa travessia. Entretanto, os ventos, correntes e a ondulação podem atrapalhar muito a jornada. Em um dia calmo, é possível fazer a travessia em cerca de meia hora, assim é rápido e bem tranquilo.

Caiaque: é o mesmo principio do Stand Up Paddle, porém, se você estiver em um caiaque duplo, as coisas ficam mais fáceis. Vale a pena ir no fim de tarde e assistir ao pôr do sol na volta das Ilhas dentro do mar.

Nado: Tem gente que até vai nadando, mas nós achamos um pouco arriscado devido aos barcos que passam pelo caminho e podem não te ver.

Mas quem quiser ir remando das Ilhas à Barra do Sahy, uma boa dica é esperar pela prova que acontece todo mês de dezembro na região: A Fuga das Ilhas. É mais seguro e divertido, porque são centenas de pessoas que nadam entre as ilhas, com barco de segurança e afins.

Aluguel de pranchas: o Marquinhos fica ao lado esquerdo da praia da Barra do Sahy e aluga Stand Up Paddles e Caiaques. O preço é salgado, já que ele é o único que aluga pranchas na praia.

Ele cobra cerca de R$ 60,00 a hora do Stand Up e Caiaque (mas o caiaque é possível dividir em dois). Dá pra negociar e usar o poder da barganha 😉  No entanto, vale o investimento por um dia bem aproveitado.

*Valores sujeitos à alteração, de acordo com demanda e época do ano.

viva o mundo

O que fazer nas Ilhas

Prepare sua máscara e snorkeling e saia nadando em direção a segunda praia das Ilhas que fica ao lado direito da praia (se você está nas Ilhas olhando pro Sahy).

Relaxe em uma das sombras da praia ou no rio que desemboca na areia branca da praia. Jogue frescobol e futevôlei, ou aproveite o banho de sol à beira-mar.

Faça Cliff Diving em dias de mar tranquilo – digo tranquilo mesmo – nas pedras que ficam no meio da praia principal. Porém, tome MUITO cuidado.

Aliás, se o mar tiver como o da foto abaixo, esqueça a ideia! Uma vez o pessoal pulou em um mar bem mais calmo que isso e saiu cheio de ouriço no pé!!! Passaram o dia tirando ouriço. Ninguém merece.

Então, a dica é levar bastante água e também lanchinhos, já que por lá existe apenas uma barraquinha de lanches com o preço pra lá de inflacionado. Uma vez fui pedir um peixe e custava R$ 80,00!! Absurdo.

Além disso, leve guarda-sol (caso vá de barco), protetor, frescobol, máscara de mergulho e snorkel e repelente.

viva o mundo

Onde ficar nas Ilhas, São Sebastião

Já que indicamos o café-da-manhã, também indicamos a Pousada Tiê. Fica na rua principal do vilarejo do Sahy, a 5 minutos a pé da praia do Sahy e a 10 minutos a pé da Praia da Baleia.

O verde da Mata Atlântica se destaca no ambiente aconchegante e rústico da pousada. As acomodações são claras e têm varanda, por isso é uma boa opção para casais que procuram custo-benefício.

Conheça 'As Ilhas' e o melhor do litoral norte paulista
A charmosíssima Pousada do Tiê, na Barra do Sahy.

Uma boa opção também de pousada aconchegante no litoral norte de SP. A Pousada da Foca oferece serviço de praia, piscina, saúna, bar, espaço zen, restaurante,  entre outras coisas.

Os quartos são claros e espaçosos. Assim, é uma boa opção para casais e famílias, já que oferece quartos com berços para bebês e camas para crianças.

Conheça 'As Ilhas' e o melhor do litoral norte paulista
A ótima Pousada da Foca, uma das mais queridas de quem visita o Sahy. Foto: Booking

> Clique aqui para ver as opções de hospedagem na região pelo Booking.

Hospedagens em São Sebastião

Veja opções de estadias próximas às Ilhas e aproveite o melhor do litoral paulista. Além disso, desfrute das comodidades da região da Barra do Sahy e arredores.

Booking.com
viva o mundo

Guia do litoral norte de São Paulo

Não há dúvidas que nosso pedaço de paraíso é o litoral Norte de São Paulo (SP), especificamente as praias de São Sebastião (Maresias, por exemplo, faz parte delas).

Frequentamos estas praias desde que nascemos  e descemos a serra rumo à tranquilidade  do litoral paulista praticamente todos os fins de semana. Assim, por frequentarmos esta região há mais de 20 anos, parece tarefa fácil escrever um guia local.

A missão deixa de ser por apenas um motivo: as 33 praias do município de São Sebastião, litoral norte de SP, são singulares, cada uma atende um perfil,  existem diversos passeios, restaurantes, hospedagens e uma infra-estrutura completa, pronta para atender para quem vem de outros cantos do Brasil.

Praias do Litoral Norte de São Paulo

Dessa maneira, curtir as praias de São Sebastião é uma viagem cheia de possibilidades, que encanta pelos detalhes e marca pelos momentos.

Assistir ao pôr do sol na secreta Praia de Calhetas, correr na praia da Baleia, lavar a alma nas cachoeiras escondidas no verde da natureza,  surfar no mar transparente do litoral, não há preço que pague.

Por isso, apresentamos a vocês o Guia do Litoral Norte de São Paulo feito por nós, apaixonados por esse paraíso. Além disso, temos a certeza de que sem este pedacinho de refúgio e tranquilidade não seríamos os mesmos hoje em dia.

Leia os Guias de Outras Praias do Litoral:

Leia mais

Dicas extras

Onde fica As Ilhas?

As Ilhas fica em São Sebastião, litoral norte de São Paulo. Continue lendo…

Como chegar até As Ilhas?

A travessia entre a praia e a ilha pode ser feita de barco ou caiaques. Veja como chegar. Continue lendo…

O que fazer nas Ilhas, São Sebastião?

Aproveite o contato com a natureza, pratique mergulho dentre outras opções. Continue lendo…

Onde ficar nas Ilhas?

Veja opções de hospedagens selecionadas pelo Viva o Mundo no Booking. Continue lendo…

6 comentários
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
Praia Brava São Sebastião, SP: Dicas para chegar ao paraíso
viva o mundo

A Praia Brava São Sebastião é um santuário do surf , trilhas e natureza.

Entre as praias de Boiçucanga e Maresias, conhecidas pelo agito em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, existe um oásis deserto protegido por leis ambientais que permanece inexplorado (e que continue assim!).  As areias claras, cobertas pela vegetação da mata atlântica fazem deste lugar um pedaço muito raro e especial do litoral paulista.

Em um fim-de-semana ensolarado, nós fomos junto com um grupo de amigos pela segunda vez fazer a trilha para a praia. O Caio e os meninos foram de prancha e tudo na esperança de entrar no mar!

A onda por lá tem formação tubular e é bem pesada, então é para quem sabe mesmo surfar.  Normalmente, o tamanho da onda é o mesmo de Maresias.

Já a formação, nem sempre é perfeita, depende do sentido do swell e do vento. Mas se tiver Clássico, é considerada uma das melhores ondas do litoral, a onda é rápida, tubular e sem crowd.

Praia Brava São Sebastião, SP: Dicas para chegar ao paraíso
O surfe na Praia Brava São Sebastião é considerado um dos melhores do litoral paulista

Como chegar na Praia Brava, São Sebastião

Para chegar lá, não pode ter preguiça não! A trilha dura cerca de 1 hora (apenas na ida)  por uma subida e descida íngreme na serra que vai para a praia de Maresias.

Existem placas na Rodovia Rio-Santos sinalizando a entrada ao lado direito, logo após o fim da praia de Boiçucanga, sentido Rio de Janeiro. Você vai subir uma subida bem íngreme, mas vai que vai! Tem um estacionamento no fim da rua e custava R$ 20,00 na época.

E para quem não está com essa disposição, vou dar uma boa notícia: dá pra chegar de barco. 🙂 Os barquinhos de pescadores saem do lado esquerdo de Boiçucanga para a Praia Brava.

Porém, fique atento com a maré e o swell! Eles não te deixam na praia, você precisa chegar nadando e atravessar a arrebentação – que é bem forte – para chegar até lá. Nós, particularmente, achamos que vale a pena ir de barco só se o dia estiver sem onda nenhuma!

viva o mundo

O que fazer na Praia Brava em São Sebastião

Cachoeira e Praia

A Praia Brava é ainda um dos lugares mais preservados do Litoral Norte de São Paulo – e nós esperamos que fique assim. Por lá, não tem onde comer, ir ao banheiro, nada, nada. Então vá preparado!

Não esqueça de levar lanches,  proteja-se do sol e aproveite o dia! E claro, não esqueça de levar o seu lixo de volta para casa e joga-lo em um local apropriado.

No canto direito da praia, existe uma cachoeira. Vale a caminhada para lavar a alma!

Praia Brava São Sebastião, SP: Dicas para chegar ao paraíso
A lindíssima Praia Brava São Sebastião, no Litoral norte de SP

Cuidados e Dicas para ir à Praia Brava

Bom, é sempre bom relembrar que o respeito à natureza em primeiro lugar! Então leve comida sim, bebida, o que for para não passar fome – mas traga seu lixo de volta!

Leve repelente – Borrachudos viram seus piores inimigos, caso você esqueça seu repelente em casa.

Protetor-solar ou guarda-sol são indispensáveis! Existem sombras de árvores, mas algumas vezes podem já estar ocupadas por outras pessoas.

Vá de tênis – a trilha é úmida e escorregadia. Além disso, cobras são animais bem comuns por lá (nós vimos uma na trilha – olha só!)

viva o mundo

Onde ficar na Praia Brava, São Sebastião

A Praia Brava é uma área preservada, por isso as opções de hospedagens são melhores nas praias vizinhas. Tanto Boiçucanga quando Maresias oferecem boas estadias, e ainda são bairros com estrutura e comodidades para os turistas.

Para uma viagem em casal, o Chalé Pousada da Aldeia oferece as comodidades de uma pousada com o charme dos chalés em Boiçucanga. A estadia oferece piscina e sauna para aproveitar, e fica perto da Praia Brava e Camburizinho.

Chalé Pousada da Aldeia em Boiçucanga. Foto: Booking

Já para uma aventura com os amigos, e aproveitar o contato com a natureza, o Farah Surf Camping em Boiçucanga é ideal! O ambiente é bem descontraído para fazer novos amigos, e curtir o clima de acampamento.

Farah Surf Camping em Boiçucanga. Foto: Booking

Em Maresias, a Pousada Portal do Sabiá proporciona contato com a natureza e cômodos aconchegantes para passeios em família. A localização é tranquila para andar de bicicleta e praticar exercício pelos arredores, sempre com muita natureza em volta 😉

Pousada Portal do Sabiá em Maresias. Foto: Booking

> Clique aqui para ver as opções de hospedagem na região pelo Booking.

Hospedagens em São Sebastião

Para se hospedar por perto da Praia Brava, opte por uma pousada em Boiçucanga ou Maresias. Veja as opções na data de sua viagem no mapa abaixo:

Booking.com
viva o mundo

Guia do litoral norte de São Paulo

Não há dúvidas que nosso pedaço de paraíso é o litoral Norte de São Paulo (SP), especificamente as praias de São Sebastião (Maresias, por exemplo, faz parte delas).

Frequentamos estas praias desde que nascemos  e descemos a serra rumo à tranquilidade  do litoral paulista praticamente todos os fins de semana. Assim, por frequentarmos esta região há mais de 20 anos, parece tarefa fácil escrever um guia local.

A missão deixa de ser por apenas um motivo: as 33 praias do município de São Sebastião, litoral norte de SP, são singulares, cada uma atende um perfil,  existem diversos passeios, restaurantes, hospedagens e uma infra-estrutura completa, pronta para atender para quem vem de outros cantos do Brasil.

Praias do Litoral Norte de São Paulo

Dessa maneira, curtir as praias de São Sebastião é uma viagem cheia de possibilidades, que encanta pelos detalhes e marca pelos momentos.

Assistir ao pôr do sol na secreta Praia de Calhetas, correr na praia da Baleia, lavar a alma nas cachoeiras escondidas no verde da natureza,  surfar no mar transparente do litoral, não há preço que pague.

Por isso, apresentamos a vocês o Guia do Litoral Norte de São Paulo feito por nós, apaixonados por esse paraíso. Além disso, temos a certeza de que sem este pedacinho de refúgio e tranquilidade não seríamos os mesmos hoje em dia.

Leia os Guias de Outras Praias do Litoral:

Leia mais

Dicas extras

Onde fica a Praia Brava?

A praia fica em São Sebastião, litoral norte de São Paulo. Continue lendo…

Como chegar na Praia Brava, em São Sebastião?

O acesso é pela Rodovia Rio-Santos, e leva cerca de duas horas de viagem partindo de São Paulo. Continue lendo…

O que fazer na Praia Brava, SP?

A trilha da Praia Brava é a principal atração do local, além de ondas ótimas para surf. Continue lendo…

Onde ficar na Praia Brava?

Confira a seleção de hospedagens, dentre pousadas e hotéis próximas à praia, como o Chalé Pousada da Aldeia. Continue lendo…

Quais são as praias perto da Praia Brava?

Entre as Praias de Boiçucanga e Maresias, a Praia Brava é um paraíso.
Continue lendo…

11 comentários
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
Conheça Boraceia, a primeira praia do litoral norte paulista
viva o mundo

Vindo de São Paulo, Boraceia é a praia que marca à chegada em São Sebastião.

A entrada ao lado do sul de São Sebastião e início também do Parque Estadual da Serra do Mar na região localiza-se em Boraceia. A cidade é bastante movimentada, com grandes supermercados, centro comercial agitado.

Um trecho da estrada Rio-Santos passa ao ladinho da praia, então quem fica na cidade é preciso cruzar a estrada para chegar a praia. Sejamos francos: a praia não é lá muito bonita, por ser a mais extensa e plana do município.  Porém, tem suas vantagens: é ótima para andar de bicicleta, jogar bola, dar uma corridinha. 

Nós não achamos esta a melhor opção de hospedagem ou para curtir a praia, dentre todas as opções de praias lindas que São Sebastião tem a oferecer. Mas uma coisa é certa, vale a parada para comer o tradicional Pastel de Bertioga, que fica na beirinha da estrada também.

Conheça Boraceia, a primeira praia do litoral norte paulista
Conheça Boraceia, a primeira praia do litoral norte paulista

Como chegar na Praia de Boraceia

A viagem dura cerca de 2h a partir de São Paulo. O acesso é feito pela Rodovia Rio-Santos, sendo a primeira praia de São Sebastião pela entrada sul.

viva o mundo

O que fazer em Boraceia

Pastel do Trevo de Bertioga: É uma parada tradicional por lá. A sede fica em Bertioga, como diz o nome. Mas se você estiver em São Sebastião vale parar para pedir algum pastel, seja doce ou salgado. Eles lembram aqueles pasteis de feira, com mais de 15 cm, geralmente por um preço justo.

A extensa e larga faixa de areia é ideal para praticar esportes à beira-mar, jogar futebol com os amigos, futevôlei e andar de bicicleta pela orla.

Além disso, a praia é simples, com pouca infraestrutura e ondas muito fortes. Por isso, é preciso cuidado e atenção, principalmente com crianças.

Conheça Boraceia, a primeira praia do litoral norte paulista

Pastel do Trevo. Foto: Google Maps
viva o mundo

Onde ficar em Boraceia

Dentre as acomodações perto da praia, é comum achar pousadas simples e tranquilas para ficar com os amigos. Uma opção é a Pousada Pesque Park que tem piscina, tanque de pesca para quem gosta, buffet de café da manhã e brinquedos para crianças.

Pousada Pesque Park. Foto: Booking

Para uma opção econômica, a Pousada Luar de Boraceia oferece quartos próximos à praia, piscina e café da manhã para passeios em família.

Pousada Luar de Boraceia. Foto: Booking

> Clique aqui para ver as opções de hospedagem na região pelo Booking.

Hospedagens em São Sebastião

Veja onde ficar em São Sebastião. Encontre pousadas e estadias de acordo com o seu orçamento!

Booking.com
viva o mundo

Guia do litoral norte de São Paulo

Não há dúvidas que nosso pedaço de paraíso é o litoral Norte de São Paulo (SP), especificamente as praias de São Sebastião (Maresias, por exemplo, faz parte delas).

Frequentamos estas praias desde que nascemos  e descemos a serra rumo à tranquilidade  do litoral paulista praticamente todos os fins de semana. Assim, por frequentarmos esta região há mais de 20 anos, parece tarefa fácil escrever um guia local.

A missão deixa de ser por apenas um motivo: as 33 praias do município de São Sebastião, litoral norte de SP, são singulares, cada uma atende um perfil,  existem diversos passeios, restaurantes, hospedagens e uma infra-estrutura completa, pronta para atender para quem vem de outros cantos do Brasil.

Praias do Litoral Norte de São Paulo

Dessa maneira, curtir as praias de São Sebastião é uma viagem cheia de possibilidades, que encanta pelos detalhes e marca pelos momentos.

Assistir ao pôr do sol na secreta Praia de Calhetas, correr na praia da Baleia, lavar a alma nas cachoeiras escondidas no verde da natureza,  surfar no mar transparente do litoral, não há preço que pague.

Por isso, apresentamos a vocês o Guia do Litoral Norte de São Paulo feito por nós, apaixonados por esse paraíso. Além disso, temos a certeza de que sem este pedacinho de refúgio e tranquilidade não seríamos os mesmos hoje em dia.

Leia os Guias de Outras Praias do Litoral:

Leia mais

Dúvidas frequentes

Onde fica Boraceia?

Boraceia é a primeira praia pela entrada sul de São Sebastião, litoral norte de São Paulo. Continue lendo…

Como chegar na Praia de Boraceia?

O acesso é pela Rodovia Rio-Santos, é a primeira praia de São Sebastião. Continue lendo…

O que fazer em Boraceia?

A extensa praia de areia é ideal para prática de esportes à beira-mar.
Continue lendo…

Onde ficar na Praia de Boraceia?

Conheça opções de hospedagens próximo à Boraceia, como a
Pousada Pesque Park. Continue lendo…

Como é a Praia de Boraceia?

A Praia de Boraceia é extensa, com uma longa faixa de areia que proporciona uma linda vista. Continue lendo…

2 comentários
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
Nova York Dicas: Conheça Tudo Sobre a Big Apple
viva o mundo

Confira as principais informações para deixar a sua viagem para Nova York ainda mais incrível. A cidade mais populosa dos Estados Unidos guarda surpresas a cada esquina.

Passei três meses morando em Nova York, onde juntei todas as dicas que você vai encontrar aqui. É um dos destinos que você deve ir pelo menos uma vez na vida. A Big Apple encanta e fascina pelo ritmo frenético, pela diversidade cultural e pelas surpresas guardadas em cada esquina.

Você nunca sabe o que pode acontecer por lá e novas descobertas acontecem todos os dias. Como diz Norah Jones,”New York City, such a beautiful disease.”

Nova York | Viva o Mundo
A Vista do Top of The Rock, no fim de tarde. Vale a pena subir no mirante ao entarceder

Neste post:

Informações básicas sobre Nova York

Onde fica

Nova Iorque é a maior cidade dos Estados Unidos e fica localizada no extremo sul do estado de Nova Iorque, entre Washington D.C e Boston.

História

A região onde se encontra a cidade de Nova Iorque era habitada por povos nativos-americanos até a chegada de um explorador a serviço da coroa francesa em 1524, mas uma colônia europeia só começou em 1614, com a fundação de um comércio de pele de holandeses que, futuramente, batizaram o local de Nova Amsterdã.

Ao final da guerra entre Inglaterra e Holanda, a cidade foi então entregue aos ingleses e batizada de Nova York pelo Duque de York e Albany, em 1664.

Em 1785, logo após a Revolução Americana, Nova York se tornou a capital do país após a montagem do Congresso da Confederação.

Em 1857, foi criado o Central Park, o primeiro parque com jardins em uma cidade dos Estados Unidos.

Durante os séculos XX e XXI, houveram diversos momentos importantes na história da cidade, como a criação do metrô em 1904 que ajudou a ligar toda a cidade.

No ano de 1930, a região metropolitana de Nova York ultrapassou a marca de 10 milhões de habitantes e se tornou a primeira megacidade da história da humanidade.

Em 11 de Setembro de 2001, um dos maiores atentados da história fez de Nova York seu palco, quando dois aviões sequestrados por terroristas se chocaram contra as duas torres que compunham o complexo World Trade Center, na região de Manhattan, matando cerca de três mil pessoas.

Mas em 2014 foi inaugurado no novo One World Trade Center no lugar das antigas Torres Gêmeas.

Informações demográficas

Nova York é a terceira cidade mais populosa das Américas, perdendo apenas para São Paulo e a Cidade do México.

Sua população é de 8,399 milhões de habitantes segundo dados de 2018.

Norte-americanos são muito amigáveis e atenciosos. Brasileiros por lá estão em alta, já que gastamos muito de nossas economias nas compras – a maioria dos produtos lá custam 1/3 do que são vendidos no Brasil.

Fuso Horário: (-2hrs horário de Brasília).

Idioma

O idioma oficial de Nova York é o inglês, língua oficial dos Estados Unidos, mas a cidade tem a maior diversidade linguística do mundo, com 800 outros idiomas falados em seu território.

Religião

O cristianismo, o judaímos e o islã são as três maiores religiões seguidas na cidade de Nova York, mas há também praticantes do hinduísmo, budismo e uma grande variedade de outras religiões, assim como ateístas e agnósticos.

Melhor época para visitar

Cada estação do ano em Nova York tem um charme especial, prova disso é o Central Park que muda de cara em cada época.

O clima por lá chega aos extremos. No inverno (Dez-Mar) as temperaturas podem ultrapassar os -15º, já no verão (Jun-Set) o clima chega aos 40º.

Como chegar e se locomover por Nova York

Como chegar

Existem voos diários de todas as companhias brasileiras e norte-americanas para NY. O tempo de viagem é de aproximadamente 10 horas, saindo de São Paulo – (GRU) e chegando no JFK.

Passagens aéreas para Nova York

Confira aqui os melhores preços e datas para a sua viagem para Nova York.

Como chegar do aeroporto ao hotel

Uber saindo do JFK, que fica há aproximadamente 40 minutos de Manhattan, custa em torno de U$ 70.

Para quem quiser economizar nesse percurso, uma ótima opção é pegar um Shuttle, que custa cerca de U$ 20 por trecho. Esta é uma van compartilhada que leva quem chega ao aeroporto para a porta de cada hotel.

Sempre vale a pena a economia, já que em Manhattan os hóteis são pertos uns dos outros, mas lembre-se de reservar antes de viajar.

Aos casais ou grupos que chegam pelo Aeroporto La Guardia vale a pena pegar um uber que sai por volta dos U$ 40 até Manhattan. 

Como se locomover em Nova York

Metrô

O transporte público em Nova York é o principal modo de locomoção, especialmente o metrô.

São mais de 500 estações espalhadas pela cidade e, para facilitar ainda mais, você pode comprar o cartão de metrô da cidade e carregar com a quantia que for utilizar ou selecionar, por exemplo, para usar ilimitadamente por sete dias.

Uber

É claro que os aplicativos de carros estão presentes em Nova York, mas além do Uber, é comum também o uso do Lyft e do Juno.

Os três são bem competitivos entre si e funcionam praticamente do mesmo jeito, portanto é sempre bom dar uma olhada em qual dos aplicativos a tarifa está saindo mais em conta e chamar um carro.

Como preparar uma viagem para Nova York

Moeda

A moeda de Nova York e de todo Estados Unidos é o dólar, representado por “US$” ou apenas “U$”.

Bagagem

Existem diversas atrações em Nova York, coisas para se fazer tanto a pé quanto utilizando algum transporte público, portanto, leve sapatos confortáveis que permitam que você percorra grandes distâncias ou fique muito tempo em pé.

Para o período noturno, se for à alguma balada ou bar e quiser investir num sapato mais elegante ou com salto, está mais do que permitido.

Na questão das roupas, vale se atentar ao período que está indo. No verão, opte por roupas frescas e bastante protetor solar e óculos de sol. No inverno, leve suas roupas mais quentes, luvas, botas e cachecóis.

Dicas essenciais

Os nova-iorquinos podem parecer um pouco sem educação no primeiro contato, mas a vida agitada que levam não deixa espaço e tempo para muita conversa, portanto, não se assuste com isso.

Em Nova York, assim como no resto dos Estados Unidos, é não só de bom grado quanto importante o pagamento de gorjetas em restaurantes. Os garçons tem um salário fixo baixo e compõe a maior parte de seu rendimento mensal através das gorjetas.

Os preços das etiquetas não são os preços finais dos produtos. Na hora de chegar no caixa, é acrescido uma taxa de 8,875% no valor referente ao importo sobre o produto.

Para entrar em qualquer cidade dos Estados Unidos, é necessário ter visto emitido pelo governo estadunidense, feito em duas etapas: primeiro é feito uma coleta de dados, como nome completo, escolaridade, endereço, recolhimento de impressões digitais e foto. Depois vem a parte da entrevista realizada por um funcionário do governo americano.

Dependendo de onde for dado entrada no processo de visto, as duas etapas levam de 1 a 2 dias e após aprovação do visto, o consulado retém o passaporte e o devolve, com o visto impresso, em média até 10 dias úteis.

Onde ficar em Nova York

Manhattan

Nada melhor do que começar pelo distrito mais famoso de Nova York, Manhattan. Porém poucas pessoas sabem que Manhattan é uma ilha que fica entre os rios Hudson, East e Harlem.

O sucesso da ilha é devido os diversos acontecimentos e atrações que possui. Por lá, estão concentradas 90% das atrações turísticas de Nova York.  Porém, Manhattan contém o metro quadrado mais caro do mundo. Apesar de super concorrida, é uma das melhores regiões para ficar e dá para encontrar boas opções de hospedagem por preços acessíveis sim.

The Surrey

É uma das opções mais queridas para quem quer conforto e vista sensacional para apreciar. O hotel cinco estrelas possui um jardim sazonal na cobertura de onde é possível visualizar o Central Park, que está apenas a 136 metros de distância.

Garanta sua reserva no The Surrey.

Nova York: onde ficar

Hotel Lucerne

Com decoração clássica, oferece um bom custo-benefício para quem prefere uma hospedagem confortável com um preço mais acessível. A decoração é clássica e aconchegante.

A propriedade dispõe de quartos espaçosos, restaurante e academia. A  estação de metrô da 79th street está a 150 metros do Lucerne.

Garanta sua reserva no Hotel Lucerne

Nova York: Onde ficar

HI NY Hostel

Para quem procura por uma boa localização, o HI NY Hostel está localizado em um dos bairros nobres de Manhattan, o Upper West Side, o bairro queridinho das celebridades e é ideal para quem quer proximidade com diversos pontos turísticos, museus e parques.

Garanta a sua reserva no HI NY Hostel

Nova York: onde ficar

Brooklyn

O Brooklyn é o bairro que fica ao ladinho de Manhattan. Ele está se tornando super hype e descolado, queridinho por muuuitos visitantes que buscam um lado B de Nova York. Além disso, no Brooklyn, além dos bons preços você tem uma vista panorâmica incrível de Manhattan.

O Brooklyn possui diversas opções de hospedagens que vão do luxo ao econômico. Separamos alguma dicas de hotéis para você.

1 Hotel Brooklyn Bridge

Se tem um hotel que é meu maior sonho de hospedagem, é esse aqui. Inclusive, fiz até um trabalho de pós-graduação sobre ele. Referência em sustentabilidade no mundo hoteleiro, o 1 Hotel é a melhor hospedagem do Brooklyn.

Garanta sua reserva no 1 Hotel Brooklyn Bride

1 Hotel Brooklyn Bridge

The Box House Hotel

Já pensou ficar hospedado em uma antiga fábrica? O The Box House é um hotel que fica no lugar de uma das antigas fábricas do Brooklyn. Os lofts e suites são decorados com obras de arte originais e são bem confortáveis.

Garanta sua reserva no The Box House Hotel

The Box House Hotel

NY Moore Hostel

Para os amantes do grafite o NY Moore Hostel é um prato cheio. Com móveis rústicos, os grafites das paredes dos quartos compartilhados e das áreas comuns do Hostel dão um vida e cor com um ar moderno para os ambientes.

Nas opções de acomodação, há opções de quartos apenas para mulheres ou mistos, e também quartos para famílias e não fumantes.

O NY Moore Hostel é uma ótima opção pra quem quer gastar pouco mas ao mesmo tempo estar em uma boa localização.

Garanta a sua reserva no NY Moore Hostel

NY Moore Hostel

O que fazer em Nova York 

A grande vantagem de Manhattan é que tudo pode ser feito a pé ou de metrô. As distâncias são curtas e a locomoção é muito fácil. Divida seu dia em manhã, tarde e noite e coloque um destino em cada período, além de fazer cada dia ser em uma região da cidade. Essa é a melhor forma e aproveitar o dia inteiro e conhecer muita coisa por lá.

Principais pontos turísticos

Central Park

O parque que fica no coração de Manhattan, é sempre lindo, tem muitas atrações dentro dele e vale a visita.

Você pode conhecê-lo a pé ou de bicicleta. Se você for a pé, separe as partes que gostaria de conhecer e prepare-se para uma bela caminhada! Se tiver pouco tempo, vale a pena alugar uma bicicleta ou fazer um passeio guiado de bike para conhecer ao máximo.

Central Park em Nova York

Museus

Reserve alguns dias para conhecer alguns dos melhores e mais renomados museus do mundo.

Já que você vai estar passeando pelo Central Park, vale dar um pulinho nos museus em Nova York que cercam o parque. Escolha o seu predileto para visitar, entre: Museu de História Natural, Guggenheim e o MET.

Museu em Nova York
American Museum of Natural History em Nova York

Quinta Avenida

Uma das mais famosas avenidas do mundo, é uma das paralelas ao Central Park e também pode ser feita toda a pé.

A Avenida é repleta de lojas com grifes super reconhecidas. Porém, não é aqui que você vai encontrar os melhores preços. Espere um pouquinho :).

Times Square

A Times Square é um dos pontos mais icônicos de Nova York. Confluência de duas grandes avenidas de Manthattan, a praça é um dos ícones da cidade

Times Square

Grand Central Terminal

Comece o seu dia conhecendo a estação mais icônica da Big Apple. Aqui, diversas cenas de filmes e séries foram rodadas. Quem não reconhece o Grand Central Terminal?

Veja mais sobre o que fazer em Nova York.

Vida noturna

Ir para a balada em Nova York é uma experiência única. A vida noturna da cidade é repleta de bares, casas de shows, restaurantes e até mesmos passeios que ganham outro ar quando o sol se esconde no horizonte.

Baladas

A melhor dica que posso dar é sempre ver a programação das baladas listadas abaixo antes de embarcar para a Big Apple, já que DJs renomados e artistas famosos sempre tocam por lá.

É importante também se ater ao dress code (código de vestimenta), pois muitas baladas levam isso realmente a sério e podem também barrar a sua entrada caso suas roupas não combinem com o estilo do lugar.

O que fazer à noite em Nova York
(Foto: Sky Room NYC)

Bares

Caso queiram algo mais tranquilo, existem bares e pubs muito divertidos em cada esquina da cidade.

Nesses programas pode ter certeza que você não vai correr risco de ser barrado na fila e vai se divertir muito. Alguns tem Beer Pong e outros listados aqui guardam grandes surpresas.

(Foto: The Stumble Inn)

Broadway

Qualquer espetáculo que esteja em cartaz é de deixar qualquer um de queixo caído. Aqui estão alguns dos musicais da Broadway imperdíveis para quem for passar pela Big Apple.

Fizemos um post para você com alguns dos melhores musicais da Broadway. São espetáculos que você não pode perder quando estiver por Nova York .

Passeios

Se você já curtiu os bares e baladas, já assistiu aos espetáculos que mais queria e ainda assim não quer voltar para o hotel mais cedo e descansar, não se preocupe.

O nome “a cidade que nunca dorme” não é por nada, então encontrar opções de o que fazer à noite em Nova York não vai ser problema.

O que fazer à noite em Nova York

Veja mais dicas sobre o que fazer à noite em Nova York.

Onde comer

A cidade de Nova York além de muitas coisas para serem feitas, possui uma lista recheada de bares e restaurantes deliciosos.

Carrinhos de comida de Rua

Pode comer o quanto quiser ! A comida nos carrinhos que ficam pelas ruas de Nova York são uma delicia! Não deixe de experimentar os hot dogs, ou os muffins com cafés e até os Kebabs! Há variedade para agradar todo mundo.

A única ressalva é: os hot dogs de lá não são nada parecidos com os que temos aqui no Brasil, por isso não se espante ao dar de cara com aquelas uma salsicha num pão. É assim que eles comem por lá.

Onde comer em Nova York

Shake Shack

O lugar traz a proposta de, em meio à hambúrgueres, batatas fritas e milk-shakes, ingredientes orgânicos e saudáveis. Não deu outra: o restaurante cresceu e caiu no gosto turista e nova iorquino.

Em Nova York, existem alguns espalhados pela cidade. É um ambiente moderno, assim como as batatinhas-fritas que tem uma forma diferente e bem descoladas. O forte do restaurante são os hambúrgueres e batatas. É muito bom!!!!

Nova York: O guia completo

Confira nossas outras dicas sobre onde comer em Nova York.

Lojas para se acabar

O que não falta nesta cidade incrível são lojas de deixar qualquer um impressionado.

Uma dica que vale a pena ter em mente quando estiver prestes a eliminar todos os gasto do cartão de crédito para poder ter mais limite para compras e o imposto sobre os produtos, que são cobrados na hora do pagamento nos Estados Unidos, é que compras até US$110 não tem imposto.

Apple Store

A loja da 5 ave é um ponto turístico em si, vale conhecer mesmo que não for comprar nada. Ela é toda de vidro, no formato de cubo e tem uma escada em caracol que foi patenteada pelo Steve Jobs.

A visita por lá é imperdível também pela localização, que fica em frente ao The Plaza Hotel – um dos mais famosos dos EUA – e ao Central Park.

Apple Store NYC

Times Square

A Times Square tem diversas lojas, e a vantagem de comprar lá é que todos os estabelecimentos são isentos de impostos, ou seja, as compras saem um pouquinho mais baratas.

Meninas, não deixem de visitar a maior loja do mundo da Forever 21 que fica na Times. Dá pra passar o dia querendo comprar tudo!!!

Times Square em Nova York

Confira mais lojas para fazer compras em Nova York.

Cenários de Filmes para conhecer

Aos cinéfolos de plantão, vale visitar alguns lugares não tão conhecidos no turismo regular, mas muito conhecidos nos clássicos do cinema. Esses lugares existem e podem ser visitados, nem que seja para tirar uma foto e dizer “eu fui”.

O Poderoso Chefão

É só andar pelas calçadas do bairro de Little Italy, o reduto italiano de Nova York, que a impressão de que um mafioso pode aparecer a qualquer hora vem à tona.

Cenários de filmes em Nova York

King Kong

Poucos sabem que aquela famosa cena em que o gorila gigante salva a  moça em cima de um dos maiores ícones da cidade, o Empire State Building, foi  filmada com um homem vestido de macaco escalando uma torre em miniatura, idêntica à original. Mas mesmo assim o Empire State não deixa de ser um ícone de NY.

Cenários de filmes

Friends

A grande surpresa é saber que toda a série foi gravada dentro de estúdios em Los Angeles, na Califórnia, mas as fachadas e as ambientações tiveram as cenas feitas na Big Apple.

O chamado ‘Friends Building’ fica na esquina das ruas Bedford e Grove, no bairro de Greenwich Village, um dos bairros mais boêmios da cidade. Vale o passeio pela vizinhança depois de encontrar o tão famoso prédio.

Confira mais lugares com cenários de filmes em Nova York.

Perguntas frequentes:

Qual a melhor época para ir à Nova York?

Cada estação do ano em Nova York tem um charme especial, prova disso é o Central Park que muda de cara em cada época. Continue lendo.

É preciso visto para ir para Nova York?

Sim. Para entrar em qualquer cidade dos Estados Unidos, é necessário ter visto emitido pelo governo estadunidense. Continue lendo.

Como se locomover em Nova York?

Através do transporte público ou aplicativos de motoristas, como Uber e Lyft. Continue lendo.

Leia mais sobre Nova York

3 comentários
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
Praia do Engenho em São Sebastião: Tudo sobre essa viagem
viva o mundo

Uma das jóias do litoral norte paulista, a Praia do Engenho em São Sebastião guarda encantos e belezas naturais. Confira.

A Praia do Engenho é um cantinho muito protegido, rodeado de verde, sem cidades próximas e bem calmo. A preservação da praia se deve pela proibição da especulação imobiliária. Dessa maneira, é uma praia mais família, para quem quer descansar, ir com crianças e curtir a privacidade.

Além disso, também é bom para surfistas que querem um lugar longe do “crowd”. Por isso, o afastamento das outras praias garante mais tranquilidade. A areia é lisa e batida, boa para caminhadas e um passeio de bike.

No entanto, ao chegar na praia você pode achar que ela é particular. Isso porque os condôminos locais deixam suas barracas montadas. Mas vale ressaltar que é um espaço público e não tem quiosques e barracas a beira mar, então leve seu lanche e não esqueça de levar o seu lixo com você na volta pra casa! Ajude a preservar esse cantinho especial do litoral norte <3

Praia do Engenho em São Sebastião: Tudo sobre essa viagem
O que você precisa saber para visitar essa praia
Foto: Google Maps

Como chegar na Praia do Engenho:

Saindo da Barra do Una, por exemplo, você pega a estrada de terra, a Av. Magno dos P. Bittencourt e vire à esquerda ao chegar em uma guarita do Condomínio Vilarejo do Engenho. A Praia é acessada pelo caminho de terra.

Duração da Viagem: de 2 à 3 horas de viagem saindo de São Paulo de carro. Veja qual o melhor acesso para chegar.

viva o mundo

O que fazer na Praia do Engenho em São Sebastião:

Não faltam atividades para se fazer no litoral norte de SP, uma vez que a paisagem exuberante contribui para aquele gás a mais que você precisa para sair se exercitando por aí.

Por isso, leve sua canga, seu livro e aproveite a calmaria e a privacidade da Praia do Engenho, pouco frequentada pelas multidões.

Surf/ Stand Up Paddle/ Caiaque

Na Praia do Engenho, as ondas são bem fracas então dá pra praticar Stand Up Paddle. Aliás, é uma boa opção para surfistas iniciantes.

Para meninas que querem começar a praticar o surf, as nossas parceiras do site Longarina organizam surf trips só para mulheres no litoral norte de SP, vale a dica também!

Caminhada

Para quem gosta de caminhar na areia da Praia, a estreita faixa de areia branquinha da Praia do Engenho é bem levinha e assentada.

Bike

Você vai se deparar com muitos ciclistas pedalando na Rio-Santos, estrada que corta São Sebastião. Isso é muito comum, já que é um ótimo lugar de treino. Além disso, você pode pegar uma bicicleta e curtir uma pedalada em praias como a do Engenho.

Praia do Engenho em São Sebastião: Tudo sobre essa viagem
Andar de bicicleta é uma ótima atividade na Praia do Engenho
Foto: Google Maps
Praia do Engenho em São Sebastião: Tudo sobre essa viagem
Alongamento na Praia do Engenho
Foto: Google Maps
viva o mundo

Onde se hospedar no Engenho

É difícil de se hospedar em pousadas por ali, então quem quiser ficar por lá a melhor coisa é alugar uma casa por uma temporada. O Booking ou Airbnb geralmente são alguns dos melhores sites para achar propriedades pelo litoral.

Assim, fique em uma casa dentro de um condomínio na Praia do Engenho em São Sebastião. A Maison 8 é uma das poucas acomodações por temporada na região e que oferece acesso à piscina ao ar livre, lounge de uso comum e estacionamento privativo gratuito.

Praia do Engenho em São Sebastião: Tudo sobre essa viagem
Praia próxima à casa de temporada Maison 8 no Engenho.

A Praia do Engenho fica entre a Praia Barra do Una, e a Praia Brava. Entretanto, não apresenta muita infraestrutura por ser mais reservada. Dessa maneira, uma boa opção é ficar perto como hospedagens na Barra do Una que ficam à menos de 1 km de distância do Engenho.

Para quem gosta de conforto, e não abre mão de um bom custo-benefício, os Apartamentos Solaris do Una oferecem acomodações simples com diferenciais. Por exemplo, um espaço pet-friendly, além de estar à 0,6 km da Praia do Engenho em São Sebastião.

Praia do Engenho em São Sebastião: Tudo sobre essa viagem
Apartamentos Solaris do Una

Já para quem prefere a comodidade de pousadas, a Pousada Una tem uma ótima localização, fica perto de toda a infraestrutura da região, com comércio e restaurantes. Além disso, fica à 700 metros da Praia do Engenho e é super rápido chegar lá de carro.

Praia do Engenho em São Sebastião: Tudo sobre essa viagem
Pousada Una

> Clique aqui para reservar sua acomodação na Praia do Engenho pelo Booking

Hospedagens próximas à Praia do Engenho em São Sebastião

Confira quais são as opções para se hospedar e onde ficar em São Sebastião. Veja o mapa abaixo para avaliar casas por temporada, hotéis e pousadas próximas ao seu destino.

Booking.com
viva o mundo

Guia do litoral norte de São Paulo

Não há dúvidas que nosso pedaço de paraíso é o litoral Norte de São Paulo (SP), especificamente as praias de São Sebastião (Maresias, por exemplo, faz parte delas).

Frequentamos estas praias desde que nascemos e descemos a serra rumo à tranquilidade  do litoral paulista praticamente todos os fins de semana. Por frequentarmos esta região há mais de 20 anos, parece tarefa fácil escrever um guia local.

A missão deixa de ser por apenas um motivo: as 33 praias do município de São Sebastião, litoral norte de SP, são singulares, cada uma atende um perfil,  existem diversos passeios, restaurantes, hospedagens e uma infra-estrutura completa, pronta para atender para quem vem de outros cantos do Brasil.

Praias do Litoral Norte de São Paulo

Curtir as praias de São Sebastião é uma viagem cheia de possibilidades, que encanta pelos detalhes e marca pelos momentos.

Assistir ao pôr do sol na secreta Praia de Calhetas, correr na praia da Baleia, lavar a alma nas cachoeiras escondidas no verde da natureza,  surfar no mar transparente do litoral, não há preço que pague.

Por isso que apresentamos a vocês o Guia do Litoral Norte de São Paulo feito por nós, apaixonados por esse paraíso. Temos a certeza de que sem este pedacinho de refúgio e tranquilidade não seríamos os mesmos hoje em dia.

Leia os Guias de Outras Praias do Litoral:

Leia mais

Dicas rápidas da Praia do Engenho

Tem surf na Praia do Engenho em São Sebastião?

A região é procurada por surfistas por ser uma praia afastada, porque tem ondas boas, mas não são muito fortes para quem curte adrenalina. Pode ser uma boa opção para iniciantes. Continue lendo…

Onde encontrar pousadas na Praia do Engenho?

Essa praia fica atrás de um condomínio particular e é mais afastada da movimentação da cidade. Por isso, fique nas praias próximas que oferecem opções de estadias, como a Barra do Una. Continue lendo…

Onde ficar na Praia do Engenho?

A Maison 8 é uma das poucas acomodações por temporada na região e que oferece acesso à piscina ao ar livre… Continue lendo…

Onde fica a Praia do Engenho?

A Praia do engenho fica entre a praia Barra do Una em São Sebastião e a praia da Juréia, litoral norte de SP. Continue lendo…

Praia da Juréia em São Sebastião

A praia vizinha do Engenho é uma opção para se hospedar e aproveitar as duas praias. Continue lendo…

Como chegar na Praia do Engenho?

O percurso é feito por uma estrada de terra próxima à Barra do Una. Veja o melhor acesso. Continue lendo…

0 Deixe seu comentário
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
Pousada Jericoacoara - Essenza. Uma das mais requisitadas do vilarejo
viva o mundo

Onde ficar em Jericoacoara: nós testamos e recomendamos.

Onde ficar em Jericoacoara pode ser uma escolha complicada por um simples motivo: É difícil escolher apenas uma hospedagem entre tantas opções de hotéis e pousadas charmosas.

Para te ajudar, selecionamos nossas pousadas prediletas no vilarejo cearense, pertinho das praias de Jericoacoara. Nós ficamos na Pousada Cabana e tivemos a oportunidade de conhecer as outras que citamos aqui. Visitar as outras pousadas nos deu motivo para querer voltar muitas vezes e ficar em cada uma delas. Espero que nossas dicas te ajudem a ter uma viagem incrível para Jeri.

Nesse post:

Nossa experiência

Pousada Cabana

Nós decidimos economizar um pouco mais na pousada para aproveitar todos os passeios e as aulas de kite em Jericoacoara. No fim, encontramos um lugar que superou as expectativas e tem um ótimo custo-benefício: A Pousada Cabana. 

Recomendo para todos que vão em casal, famílias e até amigos. O proprietário da pousada Luca, um italiano que se apaixonou por Jeri e hoje passa seus anos dividido entre a vida em Roma e a administração da pousada cearense é muito atencioso.

Nos deu ótimas dicas e nos ajudou a economizar bastante nos apresentando seus amigos italianos que vivem por lá: no fim, pela indicação dele pagamos menos nas aulas de kite, pagamos menos nos passeios de buggy e também em restaurantes!

Valeu muito a pena o custo-benefício. A pousada tem piscina, sauna, café da manha, ar condicionado e ventiladores nos quartos. Além de ser um ambiente muito agradável a menos de 5 minutos a pé do centro de Jericoacoara, da praia e da Duna do Pôr-do-Sol.

Dica Importante: Se você vai pegar o ônibus que sai de Fortaleza para Jeri à noite, avise a pousada e os donos para eles te esperarem até a 1 hora da manhã para te dar a chave do quarto!

Faça a sua reserva na Pousada Cabana clicando aqui.

Nossas recomendações

Onde ficar em Jericoacoara – Pousadas baratas (diárias até R$ 100):

Existem boas pousadas baratas em Jericoacoara, que começam com diárias a partir de R$ 40. Nós selecionamos nossas prediletas:

Villa Chic Hostel Pousada

Se você está procurando pousadas baratas em Jericoacoara que são fantásticas, a minha indicação é a Villa Chic Hostel Pousada. É difícil até acreditar que as diárias são tão em conta pra um hostel tão organizadinho. A pousada tem até piscina ao ar livre e café-da-manhã incluso.

Os quartos são equipados com ar condicionado e são distribuídos em dormitório feminino, dormitório misto ou uma suite particular. Por ter tudo isso a um preço acessível, ela geralmente está cheia de jovens. Se você conseguir vaga e ela for o que você está procurando, vale reservar o quanto antes.

Pousadas baratas em Jericoacoara | Pousadas em Jericoacoara
Villa Chic, pousadas baratas em Jericoacoara. Diárias em quarto compartilhado a R$ 55. Vale a pena dar uma conferida, é só clicar na foto

Faça a sua reserva na Villa Chic Hostel Pousada clicando aqui.

Mundomo Glamping

Já ouviu falar de um camping chique? Essa nova maneira de se hospedar chama-se Glamping. Nada mais é do que quartos arrumadinhos em formato de camping, mas em cabanas super estilosas e bem decoradas.

O novo “Glamping” de Jeri é o máximo e tem acomodações a partir de R$ 80! Se você quer estilo durante sua hospedagem, vale super a pena conferir a disponibilidade do Mundomo Glamping.

Pousadas Jericoacoara: As melhores opções para cada perfil
O estilosíssimo Camping Chique, Mundomo Glamping em Jericoacoara. Dessas experiências autênticas da vida.

Faça a sua reserva no Mundomo Glamping clicando aqui.

Pousada Baobá

Localizada a 150 metros da praia principal e da Duna do Pôr do Sol, a Pousada Baobá dispõe de quartos com wifi gratuito e um buffet de café da manhã com grande variedade de frutas da estação, pães e frios.

Onde se hospedar em Jericoacoara - Pousada Baobá

Faça sua reserva na Pousada Baobá clicando aqui

Onde ficar em Jericoacoara – Pousadas com bom custo-benefício (de R$ 100 a R$ 400/diária):

Aki Jeri Pousada 

Uma das pousadas em Jericoacoara mais “queridinha” é a Aki Jeri Pousada, uma das mais bem avaliadas de Jeri. Além de ficar a apenas 80 metros da Praia de Jericoacoara e da Duna do Pôr do Sol, fica também a poucos metros do centro e da Rua do Forró (mas longe do barulho dos forrós).

Os quartos são super confortáveis, equipados com ar-condicionado, frigobar e banheiro privativo.  A Aki Jeri tem piscina ao ar livre e oferece ótimo custo-benefício para casais, com preços em média de R$ 350 a diária na alta temporada. Tem Wi-Fi gratuito em todas as acomodações. O único problema é que é difícil achar vaga nela!

Então se tiver disponibilidade, vale reservar  para garantir a melhor oferta.

Pousadas Jericoacoara: As melhores opções do vilarejo cearense
Pousada Aki Jeri

Faça a sua reserva na Pousada Aki Jeri clicando aqui.

Onde ficar em Jericoacoara – Melhores Pousadas (a partir de R$ 400 a diária):

Pousada Jeribá

A Pousada Jeribá é uma das mais famosas do vilarejo. É uma das principais escolhas entre as celebridades que visitam o local (ela e a Pousada Essenza). É a pousada para quem quer tratamento VIP e serviço excepcional enquanto estiver por lá. A acomodação fica em frente à praia de Jeri.

A decoração é rústica e a construção toda de tijolinhos faz do local um charme, com vista para a Duna do Pôr do Sol e para o mar. A Pousada fica um pouquinho afastada do centro, mas é coisa de poucos minutos de caminhada para chegar no buchicho.

Além disso, é uma das pousadas mais próximas da Pedra Furada (cartão postal da cidade). Essa distância garante mais exclusividade durante a estadia. Recomendo para casais em lua de mel e famílias que procuram ficar em uma das melhores pousadas de Jeri.

Pousadas em Jericoacoara | Nossas principais escolhas
A Pousada Jeribá é uma das principais escolhas para quem quer tratamento VIP em Jeri. – Pousada Jericoacoara

Faça a sua reserva na Pousada Jeribá clicando aqui.

Essenza Hotel

O Essenza Hotel é uma das mais novas e requisitadas  acomodações de Jericoacoara. Oferece acomodações luxuosas e sofisticadas de frente para o mar, com uma piscina particular no terraço do quarto.  É definitivamente uma das melhores pousadas em Jericoacoara. Vale a pena conferir, clique aqui para ver mais.

Essezan Hotel. Um do mais requisitados do vilarejo.
Essenza Hotel. Um dos mais requisitados do vilarejo

Faça a sua reserva na Pousada Essenza clicando aqui.

Vila Kalango

Vale a pena conferir a incrível Vila Kalango, queridinha por celebridades e blogueiros. Seus bangalôs rústicos de frente para o mar são um charme e deixam um clima de luxo despretensioso. É uma das pousadas mais icônicas de Jeri.

Vila Kalango, a queridinha das celebridades e blogueiros

Faça a sua reserva na Vila Kalango clicando aqui.

Hurricane Jeri

Super bem localizada no centro de Jericoacoara e a 50 metros da Praia Malhada e da Praia de Jericoacoara, o Hotel Hurrican Jeri oferece um jardim bonito e wifi em toda a propriedade.

O hotel oferece café da manha, serviços de massagem, passeios de charrete, buggy e quadriciclo.

Onde se hospedar em Jericoacoara - Hurricane Jeri Praia

Faça sua reserva no Hurricane Jeri clicando aqui

My Blue Hotel

Um dos maiores hoteis de Jericoacoara, o My Blue Hotel tem acesso direto à Praia de Jericoacoara, piscinas privativas, bar de praia e café da manhã gratuito.

Além de sauna e academia, o hotel também oferece serviços de massagem.

My Blue Hotel

Faça sua reserva no My Blue Hotel clicando aqui

Praia do Preá

O Rancho do Peixe

Jericoacoara é maravilhosa – principalmente para quem adora Kitesurf. Para atender este público, muitas pousadas e hotéis ficam na praia do Preá (cerca de meia hora de distância do centro de Jeri, mas ainda dentro do Parque Nacional de Jericoacoara).  Lá é ideal para quem quer praticar o esporte.

Além disso, fica mais perto de locais como a Lagoa do Paraíso e a Lagoa Azul que contamos no post o que fazer em Jericoacoara.

Só vale a pena de se hospedar para quem já foi à Jeri e quer aproveitar para fazer kite durante todo o dia, já que as opções de transportes lá são difíceis e limitadas. Você precisaria alugar um buggie para te levar para cima e para baixo, o que pode ser um pouco incômodo.

Uma dos hotéis mais conhecidos em Preá por seus bangalôs rústicos e ao mesmo tempo luxuosos é o O Rancho do Peixe.

Hoteis em Jericoacoara: onde ficar no vilarejo
Os bangalôs em frente ao Preá do Rancho do Peixe atraem diversos kitesurfistas para uma das acomodações mais icônicas de Jeri – Pousada Jericoacoara

Faça a sua reserva no Rancho do Peixe clicando aqui.

Você pode conferir outras pousadas em Jericoacoara no mapa abaixo:

Booking.com

Guia completo de Jericoacoara

15 comentários
3 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
14 Pontos Turísticos em Jericoacoara Imperdíveis

Nós listamos aqui os 14 melhores Pontos Turísticos de Jericoacoara para todos os gostos e idades. Conheça os imperdíveis aqui!

Nós listamos aqui os 14 melhores Pontos Turísticos de Jericoacoara para todos os gostos e idades. Como nós só tínhamos 4 dias em Jeri, dividimos 2 dias de passeio e 2 dias de kite e deu pra conhecer bastante coisa, quase todos os pontos turísticos que existem.

Uma ótima dica é dividir os passeios por dias: em um dia você aluga um Buggy  com um motorista ou guia que te leva para conhecer todo o lado oeste e no outro dia faz a mesma coisa no lado leste de Jericoacoara.

Para explorar as belezas de Jericoacoara, não deixe de alugar um Buggy e fazer pelo menos dois dias de passeios e já conhecer os 14 melhores pontos turísticos. Nós pagamos R$200 por dia de passeio.

É necessário sim pegar um motorista que te leve para cima e para baixo, já que todos os passeios você vai passar por dunas e não existem mapas para você seguir e fazer o passeio sozinho. Vale muito a pena pegar um guia/motorista já que você passa o dia inteiro conhecendo novos lugares e curtindo todos os pontos de Jeri.  

Quem nos levou para cima e para baixo foi o Mukeka, super atencioso e fez um preço bem bacana.

Dica importante: Se você pede os Buggy diretamente com o recepcionista da pousada eles cobram 20% em cima do valor do Bugueiro. Então já vá com um programado, nós te passamos o contato – adicione o Mukeka no Facebook (Mukeka Jeri) e programe com ele!

Neste post:

Os 14 pontos turísticos em Jericoacoara que valem muito a pena

1. Passeio de Buggy à Tatajuba

Nosso primeiro dia de passeio foi para o lado oeste de Jericoacoara. Nesse passeio você pode ver cavalos marinhos, vai conhecer a cidade soterrada pelas Dunas Tatajuba, conhecerá as Dunas Fixas de Jeri (que não se movem), a Duna Encantada, pode fazer Sandboard ou Skibunda e no fim ainda pode descansar nas redes da Lagoa da Tatajuba.

14 Pontos Turísticos Imperdíveis em Jericoacoara
Passeio de Buggy para o lado leste de Jeri, sentido Tatajuba

2. Parque Nacional dos Cavalos Marinhos

Pagando mais R$10 para um grupo de pescadores locais, você sai em uma canoa e vai visitar os mangues onde vivem cavalos marinhos. O diferente do passeio é que você vai navegar em um rio de água salgada a procura dos pequenos animais.

É um ótimo passeio para fazer com crianças, já que você pode chegar bem pertinho dos bichinhos, aprender sobre como eles vivem e criar consciência ambiental sobre o habitat desses animais. Com certeza é um dos 14 pontos turísticos em Jericoacoara que mais vale a pena!

14 Pontos Turísticos Imperdíveis em Jericoacoara
É um ótimo passeio para fazer com crianças, já que você pode chegar bem pertinho dos bichinhos, aprender sobre como eles vivem e criar consciência ambiental sobre o habitat desses animais.

3. Mangue Seco

Para chegar aos Mangues Secos, você vai passar por uma balsa um tanto quanto pitoresca. Seu buggy entra em uma balsa de madeira sem motor, que é levada através de uma lagoa rasa por homens que remam com grandes varas de pau.

Não é necessário pagar a travessia, pois o preço está incluso no passeio.

Depois de atravessar a Balsa, você chega nos Mangues Secos, que formam uma “floresta” de galhos e árvores secas.

Lá tem até uma barraquinha com água de coco, refrigerante e cerveja para quem quiser dar uma refrescada (paulistas que estão acostumados com a inflação nas praias babem: a água de coco custa R$ 1,00!!)

Mangue Seco

4. Velha e Nova Tatajuba

Essa história é boa! Imagine morar em uma cidade que foi engolida pela areia? Pois é, isso é o que os moradores da Velha Tatajuba passaram nos anos 80.

Cada dia mais a areia ia tomando conta da cidade. Quando os moradores chegavam de seus trabalhos, suas casas estavam com areia por todo o canto, até que elas começaram a sumir pela força da areia que não parava de invadir os imóveis no local.

Loucura né? Acontece que a Dona Delmira, ex-moradora da Velha Tatajuba, vai todos os dias para onde fica a cidade soterrada para contar mais sobre essa história aos turistas que passam por lá. Ela é praticamente um dos pontos turísticos de Jericoacoara!

No passeio, além de bater um papo com a Dona Delmira, você vê partes de casas que foram soterradas pela areia, a Igreja da cidade, e outros pontos. Os moradores da Velha Tatajuba se juntaram e construíram uma nova cidade ali pertinho, chamada de Nova Tatajuba.

14 Pontos Turísticos Imperdíveis em Jericoacoara
A Dona Delmira, ex-moradora da Velha Tatajuba, vai todos os dias para onde fica a cidade soterrada para contar mais sobre essa história os turistas que passam por lá.

5. Dunas Secas

Aqui você vai dar uma passadinha de buggy e vai ver a maior diferença entra as outras dunas comuns. Estas aqui não saem do lugar apesar dos ventos constantes. Lá, fique de olho para umas pedrinhas que ficam no chão, elas na verdade são artes em rochas que você pode tirar fotos com pontos de vista diferentes!

6. Sandboard

Depois das Dunas Secas, você chega em uma outra duna que reserva muita adrenalina! Lá é o point do Sandboard e Skibunda de Jericoacora. Funciona assim: assim que seu buggy chegar, vários homens virão te oferecer pranchas para alugar, aí você escolhe se quer descer de pé ou sentado.

Cada um deles é responsável por uma prancha, ou seja, se você optar por fazer Sandboard vai pagar por volta de R$ 5 pela prancha, mas se quiser descer sentado depois precisará pagar outro homem que tenha a prancha do Skibunda mais R$5 para alugar.

Escolheu a prancha e desceu, lá embaixo (que é bem embaixo mesmo) você tem a opção de pagar mais R$ 5 para ser resgatado de quadriciclo e evitar várias queimaduras no pé durante a subida na areia quente.

Então você paga R$ 5 para descer e mais R$ 5 para subir! Esse é um dos passeios que mais valem a pena entre os pontos turísticos imperdíveis de Jericoacoara!

Tente negociar que eles sempre fazem um descontinho.

Uma dica: Recomendo a subida de quadriciclo, nós tentamos subir sem carona e não deu muito certo…

14 Pontos Turísticos Imperdíveis em Jericoacoara

7. Duna Encantada

Como em toda a cidade pequena, lendas sobrenaturais sempre fazem parte da cultura local. A Duna Encantada é uma duna que sempre está desse jeito, um morro de areia que não sai do lugar. Reza a lenda que embaixo da areia tem um navio que encalhou por ali. Moradores locais relatam que já viram espíritos e vozes a noite vindos da Duna…

8. Lagoa Tatajuba

E finalmente, depois de um dia de passeios intensos você e seu buggy chegam a Lagoa da Tatajuba. Lá tem um restaurante que com certeza depois deste dia cheio de informações você vai querer comer.

O menu é um só: um peixe recém-pescado, acompanhado por arroz, feijão e farofa. A Lagoa não é bonita como as outras da região, já que a água é marrom e escura. Mas isso não quer dizer que não seja limpa, hein? E dá pra relaxar tranquilamente nas redes que ficam em cima da água.

9. Duna do Pôr-do-Sol

A Duna do Pôr-do-Sol fica ao lado da Vila de Jericoacoara. Para ir até lá, não é necessários buggy nem nada. Dá pra ir a pé da cidadezinha e em 5 minutos você chega lá, já que fica localizada ao lado da Praia de Jeri.

O nome já diz tudo: é lá que turistas e moradores vão passar o fim-de-tarde para ver o pôr-do-sol maravilhosos no local. É impossível ir a Jeri e não subir na duna para curtir o entardecer.

Nós alugamos cavalos para dar uma voltinha pelas redondezas e subimos nas dunas no fim da tarde. Pagamos R$ 20,00 por uma hora de aluguel dos cavalos. Eles ficam bem pertinho dali, no começo da Rua das Dunas.

Passeio a cavalo em Jericoacoara

10. Passeio de buggy para a Lagoa do Paraíso.

Um dos símbolos mais famosos de Jericoacoara e um dos principais pontos turísticos, a lagoa fica oficialmente em Jijoca, então para chegar lá é preciso ir de buggy e passar por diversos pontos turísticos no caminho (nada mal, né?). Chegando lá, você vai poder relaxar nas redes que ficam em cima das águas cristalinas da lagoa.

Ela é cercada por uma praia de areias brancas e fofas. Em cima da areia fica um restaurante bem gostoso, perfeito para pedir uma cervejinha e lula frita. É o passeio imperdível de Jeri.

O cartão de postal de Jeri: a Lagoa do Paraíso

11. Lagoa Azul

A Lagoa Azul fica no caminho para a Lagoa do Paraíso. Também tem as famosas redes em cima da água de Jeri e um restaurante gostoso.

Lagoa Azul

12. Praia Preá

A Praia do Preá fica próximo a Vila de Jericoacoara, a cerca de 15 -20 minutos de buggy. A praia tem opções de hospedagem já que é um dos locais preferidos dos Kitesurfistas pelo vento constante.

Mas não é uma praia para relaxar e tomar um banho de mar, quem estiver procurando por isso é melhor ir para a Praia de Jericoacoara.  No passeio de buggy, você vai passar pela Vila do Preá, onde a população vive em sua maioria de pesca e produtos artesanais.

13. Árvore da Preguiça

A Árvore da Preguiça também fica no caminho para a Lagoa do Paraíso, na praia do Preá. Vale dar uma paradinha com o buggy para tirar uma foto na árvore que fica deitada no chão.

O nome da árvore deu-se pela dificuldade que a pobrezinha tem de se erguer pelos ventos fortes e constantes da praia do Preá. Seus galhos se estendem por volta de 4 metros de distância da árvore.

A árvore da preguiça, a caminho da praia do Preá

14. Pedra Furada

A Pedra Furada é outro cartão postal de Jericoacoara. Vale a pena ir no fim-de-tarde conferir o Pôr-do-sol por lá. Mesmo indo de buggy, a Pedra Furada fica em um Parque Nacional protegido, então é necessário andar cerca de meia hora a pé por uma praia para chegar até lá.

Também dá pra ir a pé da Vila de Jericoacoara, mas aí é para quem estiver com mais disposição, já que são cerca de 2km de caminhada pelo meio de pedras e praias. Mesmo assim vale muito a pena para conhecer um dos pontos turísticos mais incríveis de Jericoacoara.

14 Pontos Turísticos Imperdíveis em Jericoacoara
A caminhada para a Pedra Furada é uma das indispensáveis em Jeri

Onde ficar em Jericoacoara: nós testamos e recomendamos

Jericoacoara tem opções de hotéis para todos os gostos e bolsos. Mas lembre-se: Jeri não se resume a apenas a cidade e muitas pousadas e hotéis ficam na praia do Preá que é afastada da cidade de Jericoacoara (cerca de meia hora).

Isso porque lá é ideal para quem quer praticar Kitesurf – e fica mais perto de locais como a Lagoa do Paraíso e a Lagoa Azul. Mas na nossa opinião, Preá só vale a pena de se hospedar para quem já foi à Jeri e quer aproveitar para fazer kite o dia todo.

Já que as opções de transportes lá são difíceis e limitadas, você precisaria alugar um buggy para te levar para cima e para baixo, o que não sairia nada barato.

Uma dos hotéis mais conhecidos em Preá por seus bangalôs rústicos e ao mesmo tempo luxuosos é o O Rancho do Peixe.

Já em Jericoacoara, opções de bons hotéis, pousadas e hostels é o que não falta. Nós preferimos aproveitar pra economizar um pouco mais na pousada, para aproveitar todos os passeios e as aulas de Kite. Mas no fim, achamos um lugar com ótimo custo-benefício: A Pousada Cabana. 

Clique aqui para fazer sua reserva na Pousada Cabana

Veja onde ficar em Jericoacoara e faça a sua reserva

Anote todas as dicas antes de viajar à Jericoacoara

Qual a melhor época para visitar Jericoacoara?

A melhor época é entre Agosto e Janeiro para evitar as chuvas que ocorrem entre Fevereiro e Julho.

Aceita cartão em Jericoacoara?

Sim, mas ainda são poucos estabelecimentos. Nossa dica é: leve dinheiro em cédulas.

Pessoas quem tem locomoção limitada podem ir para Jericoacoara?

A cidade não tem infra-estrutura para atender necessidades especiais, pois todas as ruas são de areia e não existe terra firme por lá.

Quais são precauções que se deve tomar em Jericoacoara?

Use e abuse do protetor solar, chapéu, chinelo e água. Jeri é um deserto seco e com muito sol na cabeça. Cuide-se e mantenha-se sempre hidratado.

Há alguma recomendação para ir de ônibus?

Avise sua pousada sobre a hora que você vai chegar para que, caso você chegue de madrugada, possam te esperar.

Jericoacoara é um Parque Nacional?

Sim, portanto lixo nas ruas e praias são proibidos. Respeite a natureza e os animais que vivem ali.

Devo levar algum tipo de medicamento daqui ou posso comprar lá?

Leve seus remédios e kit de primeiros socorros. Existe apenas um Posto de Saúde em Jericoacoara que funciona das 8h às 17h. Lembre-se: as condições ali são mais básicas e precárias possíveis e o hospital mais próximo (que também faz parte do Sistema Público de Saúde e infelizmente os postos são horríveis)  fica em Jijoca à 20 km de Jericoacoara.

Reserve seus passeios em Jericoacoara

Leia mais sobre Jericoacoara:

42 comentários
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
Kitesurf em Jericoacoara
viva o mundo

Kitesurf em Jericoacoara já é considerado um pleonasmo. A vila a 296 km de Fortaleza já ganhou a sua fama internacional quando o assunto é praticar Kitesurf.

Jericoacoara é conhecida mundialmente por ser o paraíso do Kitesurf e não é por menos: ventos constantes entre 15-25 nós, águas rasas ou profundas e diversas escolas locais fazem Jeri perfeita para iniciantes até profissionais do esporte.

Mas esta não é a única atividade ao ar livre que pode ser explorado nessa região cearense e separamos os cinco esportes que você deve praticar quando estiver em Jericoacoara.

Neste post:

Kitesurf em Jericoacoara

A melhor época para ir à Jeri para praticar o esporte é entre Agosto e Janeiro (nesta época de Agosto/Outubro os ventos são mais fortes e depois até Janeiro começam a tranquilizar). Então se você for iniciante, tente evitar os primeiros meses da temporada de vento, já que eles podem chegar a quase 30 nós (aproximadamente 56 km/h).

Nós sempre tivemos o sonho de aprender o Kitesurf. Aquelas velas que colorem o céu e a liberdade de poder voar saindo do mar, sempre nos atraíram à fazer parte de todo esse movimento. 

O Kitesurf surgiu em meados de 2000 e, por isso, ainda é um esporte muito novo e caro. Para alugar os equipamentos e para ter aulas é preciso um belo de um investimento. Mas se você estiver em Jeri aproveite! Os melhores preços para aprender o esporte são lá, tanto fora quanto dentro do Brasil. 

Onde fazer kitesurf em Jericoacoara

Em Jericoacoara, existem várias escolas que ensinam como praticar Kitesurf e também vários lugares propícios para a prática do esporte, como a praia de Preá, mas se você está prestes a subir na prancha pela primeira vez, talvez essa não seja a melhor opção.

O curso básico varia em torno de R$600 por uma aula de três horas, com instrutores treinados e certificados para você possa sempre ter a melhor segurança quando estiver dentro do mar.

Nós fizemos aulas com a escola Kitestrophik,  ela fica na Rua da Praia em frente ao Mar, em Jericoacoara. O dono é um italiano que se chama Máximo. Ele e sua mulher mineira, Adriana, são instrutores e garantem a melhor estrutura, qualidade e segurança para quem quer aprender e também à quem quer apenas uma supervisão no esporte. 

Para quem está tendo esse primeiro contato com o esporte, é interessante procurar por escolas que ensinem em regiões onde não haja tanto vento e o mar seja mais calmo.

O melhor ponto para se praticar kitesurf em Jericoacoara nessas condições é na Duna do Pôr do Sol, dentro do Parque Nacional de Jericoacoara.

Além de aprender um esporte novo, você vai se deparar com belezas incríveis.

Kitesurf em Jericoacoara

Nossa experiência com kitesurf em Jericoacoara

As aulas começam desde o básico mesmo, com o aprendizado de como se enche o kite, que tem uma borda inflável para que ele não afunde quando cair na água. É necessário que essa familiarização com o equipamento ocorra para que o aluno saiba o que fazer quando estiver realmente com o kite na água.

Nós fechamos o pacote de dois dias de aula, com três horas por dia, num total de 6 horas de Kite em Jericoacoara. 

Para vocês terem uma noção, em lugares como Ilha Bela, em SP ou até em ilhas do Caribe o preço para 6 horas de aula de Kite passa dos mil reais facilmente. Então a melhor dica que podemos dar é: faça Kitesurf em Jericoacoara. 

Além de ser o local com as melhores condições para a prática, também é um dos lugares mais econômicos para você aprender.

Kitesurf em Jericoacoara

Surf e Stand Up Paddle

Poucos sabem disso, mas existe surf em Jericoacoara. Pois é, existe um cantinho que quebram ondas perfeitas para quem curte o esporte e nós te contamos onde fica o secret spot (que de secreto não tem nada): no canto direito da praia de Jericoacoara. 

Nós alugamos uma prancha de stand up paddle e outra de surf na nossa escola de kite, a Kitestrophik. O preço do aluguel das pranchas é por volta de R$30 reais uma hora. Remamos até o canto direito, onde quebram as ondas perto de umas rochas. 

Mas fiquem atentos quando estiverem por lá: tem correnteza e vento. Então reme bastante para direita e fique sempre próximo dos locais que surfam por lá para não ser arrastado!

Windsurf

Kite e Windsurf caminham juntos, onde tem um tem outro. Isso porque as condições do ambiente e clima são as mesmas. Os dois esportes precisam de vento constante e águas calmas e Jeri tem essas condições de sobra. 

Existem várias escolas de Windsurf na praia de Jericoacoara e também o aluguel de pranchas. Tem uma área demarcada para o Wind em frente a praia. 

Nós não fizemos Wind dessa vez pela falta de tempo, mas o plano é voltar ainda pra fazer e pegar mais informações para vocês. E aí, alguém já fez Windsurf por lá? Tem dicas para dar pra gente? Não deixe de comentar aqui embaixo!

Andar a cavalo em Jericoacoara

Talvez uma das atividades mais gostosas pra se fazer em um fim-de-tarde em Jericoacoara. Alugue um cavalo por volta de R$50 na R. das Dunas (próximo a Duna do Pôr-do-sol) e suba até lá para assistir ao entardecer. Vale a pena um passeio na praia. É uma atividade para toda a família e propicia visuais incríveis como este abaixo!

Passeio a cavalo em Jericoacoara

Sandboard

Para praticar sandboard em Jeri é necessário sair da Vila de Jericoacoara. 

Você pode praticar o esporte quando for ao passeio ao lago da Tatajuba, no lado oeste da cidade. Chegando lá, várias pessoas virão te oferecer pranchas para alugar, aí você escolhe se quer descer de pé ou sentado. 

Cada uma delas é responsável por um tipo de prancha, ou seja, se você optar por fazer sandboard vai pagar em torno de R$10 pela prancha, mas se quiser descer sentado depois precisará pagar a prancha do Skibunda por mais R$10 para alugar. 

Depois de escolher a prancha e se divertir descendo, lá embaixo (que é bem embaixo mesmo) você tem a opção de pagar mais R$10 para ser resgatado de quadriciclo e evitar várias queimaduras no pé durante a subida na areia quente. Não adianta muito descer de chinelo para tentar subir, pois é muito provável que você perca o chinelo.

Então você paga R$10 para descer e mais R$10 para subir! Pode parecer puxado, mas tente negociar que eles sempre fazem um descontinho.

Recomendo a subida de quadriciclo. Nós tentamos subir sem carona e não deu muito certo.

Kitesurf em Jericoacoara - Sandboard

Onde ficar em Jericoacoara

Pousada O Refúgio

A Pousada O Refúgio está localizada a apenas 300 metros do centro de Jericoacoara e há 200 metros da praia, na rua São Francisco. 

Os quartos dispõem de um jardim privativo e decoração rústica, wi-fi gratuito, frigobar e ar condicionado.

Villa Chic Hostel Pousada

Com piscina ao ar livre e wifi gratuito, a Villa Chic Hostel Pousada fica a 400 metros da praia de Jericoacoara.

Além de ter uma cozinha equipada, o hostel também possui uma churrasqueira que você pode utilizar.

Pousada Capitão Thomaz

A apenas 5 minutos a pé da vila de Jericoacoara, a Pousada Capitão Thomaz está localizada em um ambiente natural protegido e com acesso às praias virgens de Jeri.

O restaurante com vista para o mar serve café da manhã todos os dias.

Leia mais sobre Jericoacoara

0 Deixe seu comentário
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
Posts Recentes