As 10 cachoeiras mais incríveis do Estado de São paulo

por Fernanda Gonçalves
0 Deixe seu comentário
viva o mundo

Listamos as melhores cachoeiras em SP para curtir nos dias quentes de verão. Confira quais são e onde ficam.

Nada melhor que águas geladas e refrescantes quando o calor não dá uma trégua e cachoeiras são ótimas opções para esses dias, tanto por suas águas que parecem estar sempre na temperatura perfeita quanto para um contato mais direto com a natureza.

Pensando nisso, separamos as melhores cachoeiras em SP para você se divertir e curtir os dias de verão ou planejar como irá passá-los enquanto não chega. Confira!

Cachoeiras do sertão da Praia de Boiçucanga – São Sebastião

A Praia de Boiçucanga não é muito boa para se curtir durante o dia. A estrada passa logo ao lado da areia e o mar é agitado, fazendo com que seja difícil entrar na água em alguns dias.

Mas se por um lado a praia pode afastar alguns turistas, suas cachoeiras tem o efeito totalmente oposto: elas são incríveis e formadas por duas quedas, ótimas para se refrescar e fugir das praias lotadas quando vem o calor.

A primeira é dividida em duas partes: a Hidromassagem e a Cachoeira da Pedra Lisa, com mais de 40 metros e proporciona lindas fotos. É possível até caminhar por trás da queda.

Para acessar a primeira cachoeira, é fácil: basta seguir pela trilha que dá acesso por cerca de 20 minutos e cruzar um rio, mas tudo sem muita dificuldade.

Enquanto isso, temos também a segunda queda, a Samambaiçu. Nela, se forma uma linda onde é possível nadar.

Para acessá-la, é necessário ter um pouco mais de preparo físico, pois a subida é um pouco íngreme, mas todo o esforço é recompensado com o contato direto com a natureza.

Como chegar:

Pegue a Rodovia Rio-Santos, sentido Maresias e após passar a Praia de Boiçucanga, antes do início da serra, terá um trevo. Neste trevo vire a esquerda e siga pela Estrada do Cascalho (que é asfaltada). Siga reto até uma bifurcação tripla. Siga pela estrada do meio. Você chegará em um estacionamento antes do início da trilha das cachoeiras.

Saiba mais:

Cachoeira do Saltão – Brotas

Brotas é conhecida por ser uma cidade de turismo de aventura, por isso mesmo ela não poderia faltar nessa lista de cachoeiras em SP.

Uma delas é a Cachoeira do Saltão, uma das mais altas da região, num lindo cânion de tirar o fôlego.

A trilha até ela é de curta duração, por volta de 10 minutos e ainda é possível curtir outras quedas, como a Ferradura e Monjolinho. Além disso, é montada uma tirolesa aos finais de semana e o restaurante do local fica aberto para atender os turistas.

Quem quiser, ainda pode curtir mais tempo por lá ao ficar no camping do complexo.

Como chegar:

Saindo de São Paulo, pela Anhanguera, Siga até Limeira. Passando a cidade, após o pedágio, pegue o acesso para a Rodovia Washington Luiz, sentido São Carlos. Percorra 50 km e saia na Rodovia SP-225, sentido Brotas.

Percorra mais 15 km até uma rotatória com a placa “Itaqueri – São Pedro”, acesse a Rodovia Ulisses Guimarães e fique nela por mais 15 km. A Cachoeira do Saltão fica no km 23 desta mesma Rodovia, à esquerda.

Saiba mais:

Cachoeira Santa Bárbara – São Francisco Xavier

São Francisco Xavier é um distrito de São José dos Campos, a cerca de 2h30 de São Paulo.

Viajar para lá e dar adeus a todo a correria e agito das cidades grandes e dizer olá ao contato com a natureza. São Francisco Xavier também é conhecido por ter diversas opções de lazer que envolvam esportes de aventura, portanto, não poderíamos deixar a cidadezinha de fora.

A Cachoeira de Santa Bárbara é a mais bonita do complexo de trilhas do Pouso do Rochedo, uma propriedade privada que abriga diversas caminhos, mirantes e cachoeiras na cidade.

A entrada custa cerca de R$ 30, que ajuda na preservação do local.

Feito isso, é possível disfrutar de vários caminhos e cachoeiras que estão presentes ali.

A Cachoeira Santa Bárbara é a mais alta, com 80 metros de altura, e a mais bonita do passeio, rodeada por árvores da vegetação local.

cachoeiras em SP

Como chegar:

Antes de chegar no portal da cidade, entre à direita na rotatória (há um ponto de ônibus) e siga na Estrada de Santa Bárbara até o km 8.

Saiba mais:

Cachoeira dos Amores – São Bento do Sapucaí

Esta é uma atração para quem quer mergulhar.

A Cachoeira dos Amores fica no caminho da Trilha do Baúzinho, uma das três formações rochosas que forma o Complexo Pedra do Baú em São Bento do Sapucaí.

Ela não é cheia de emoções e com quedas d’água alta, mas é ótima para quem quer aproveitar o momento em meio à natureza com o som da água caindo ou então dar um mergulho para se refrescar.

Como chegar:

Seguir pela Estrada da Campista, mesma que da acesso à trilha do Baú. Há placas sinalizando a cachoeira no caminho e ela fica dentro de uma propriedade particular. O valor da entrada é de R$ 5 por pessoa.

Saiba mais:

Cachoeira Toque Toque Grande – São Sebastião

Nem só de praia vive Toque Toque Grande que, apesar de bem conhecida, é pouco frequentada.

A praia em si já é um passeio a parte, com todo seu ar reservado e acolhedor, mas além disso, ainda há a cachoeira cercada de vegetação nativa da Mata Atlântica com água gelada e refrescante.

Ela não possui local para mergulho, mas a queda d’água é ótima para um banho de cachoeira.

Como chegar:

Em frente à praia Toque Toque Grande na rodovia Rio-Santos. É necessário percorrer uma trilha de aproximadamente 5 minutos e então se deslumbrar com a queda de 25 metros.

Saiba mais:

Cachoeira do Engordador – Parque Estadual Cantareira

É claro que em uma lista de cachoeiras em SP, não poderíamos deixar de falar de uma que está localizada na própria cidade.

A Cachoeira do Engordador fica no Parque Estudal da Cantareira e é acessada através de uma trilha de dificuldade média que dura cerca de 30 minutos.

Durante dezembro e janeiro, a cachoeira fica aberta todos os dias e recebe vistantes de todos os lugares.

Cachoeiras em SP
Foto: Parque Estadual da Cantareira

Como chegar:

Acesso pela Rodovia Fernão Dias até km 79, sentido Belo Horizonte. Pegar, então, a alça de acesso para a Av. Coronel Sezefredo Fagundes, sentido Mairiporã.

Cachoeira de Marsilac – Engenheiro Marsilac

Lugar de esportes náuticos como canoagem e stand up paddle, a Área de Preservação Ambiental Capivari-Monos abriga a Cachoeira de Marsilac.

Há poucos quilômetros de Engenheiro Marsilac, a cachoeira é o local ideal para quem quer curtir com as crianças, já que não é necessário atravessar trilha para ter acesso às águas refrescantes.

A entrada custa R$ 10.

Como chegar:

Estrada Capivari – Engenheiro Marsilac.

Cachoeira do Sagui – São Paulo

Muitas das cachoeiras em SP ficam dentro de propriedades privadas.

Esse é o caso da Cachoeira do Sagui, que fica dentro da propriedade da Fazenda Maravilha.

A cachoeira é de fácil acesso por uma trilha de aproximadamente 1 km (cerca de 20 minutos) e pode ser visitada desde crianças à idosos que tenham boa mobilidade.

Ela é cercada por mata atlântica e é um ótimo lugar para se refrescar nos dias quentes. Além da cachoeira do Sagui, a propriedade também abriga outras quedas d’água, como a Raios de Sol e a Oásis, mas é preciso percorrer uma trilha mais longa para chegar até elas.

Como chegar:

Partindo do bairro Palheiros, seguir pela Estrada Engenheiro Marsilac.

Cachoeira do Pimenta – Cunha

A Cachoeira do Pimenta é uma antiga usine hidrelétrica na cidade Cunha.

Com quedas de 90 metros, é um ótimo passeio para quem quer nadar no poço ou nas piscinas naturais que se formam em meio às pedras.

cachoeiras em SP
Foto: Pieter van Tilburg

Como chegar:

Seguindo pela estrada do Monjolo, são 12 km; dois deles em uma via asfaltada e os outros 10 km em estrada de terra com condições razoáveis. É possível deixar o carro no acesso da trilha e descer a pé ou também descer de carro até a base da antiga hidrelétrica.

Poço Azul – Lavrinhas

Bem na divisa dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, a cidade de Lavrinhas é cercada pela Serra da Mantiqueira e vegetação local, recebendo, como presente, muita água.

Não é a toa que o Poço Azul faz parte da lista de cachoeiras em SP.

Estas águas, porém, não são somente puras e cristalinas por conta da natureza, mas também por conterem uma alta quantidade de sulfato de alumínio, fazendo com que ela fique ainda mais transparente e um tom azulado lindo, como dias de céu aberto.

O Poço Azul é o poço principal, mas o rio também forma vários outros locais para banho com direito à hidromassagem natural.

Como chegar:

No Bairro Capela do Jacu, o acesso para o poço é feito por meio de uma trilha de aproximandamente 2 km dentro de uma propriedade privada. Cobra-se R$ 5 por carro e R$ 3 por pessoa para acessar o Poço Azul.

Perguntas frequentes

Quais são as cachoeiras no interior de São Paulo para banho?

Existem várias cachoeiras para banho no interior de São Paulo. Algumas delas são: Poço Azul, Cachoeira do Pimenta, Cachoeira dos Amores. Continue lendo.

Quais cachoeiras têm no litoral de São Paulo?

O litoral de São Paulo tem diversas cachoeiras como a Cachoeira Toque Toque Grande e a Cachoeira da Praia de Boiçucanga. Continue lendo.

Onde fica a Cachoeira do Sagui?

A Cachoeira do Sagui, que fica dentro da propriedade da Fazenda Maravilha. Continue lendo.

Quais são as cachoeiras em SP para conhecer?

As melhores cachoeiras SP são Cachoeira do Sagui, Poço Azul, Cachoeira Toque Toque Grande, Cachoeira do Engordador. Continue lendo.

Leia mais:

0 Deixe seu comentário
0

You may also like

Deixe um comentário