Guia das praias do Litoral Norte de SP (São Sebastião)

As praias do litoral norte de SP são singulares e paradisíacas. Confira um guia completo com tudo o que você precisa saber para viajar pela região

 

Captura de Tela 2015-10-08 às 23.34.08

Este guia te mostrará tudo o que você precisa saber para conhecer as praias do litoral norte de SP.

 

Não há dúvidas que nosso pedaço de paraíso é o litoral Norte de São Paulo (SP), especificamente as praias de São Sebastião (Maresias, por exemplo, faz parte delas). Frequentamos estas praias desde que nascemos  e descemos a serra rumo à tranquilidade  do litoral paulista praticamente todos os fins de semana. Por frequentarmos esta região há mais de 20 anos, parece tarefa fácil escrever um guia local. A missão deixa de ser por apenas um motivo: as 33 praias do município de São Sebastião, litoral norte de SP, são singulares, cada uma atende um perfil,  existem diversos passeios, restaurantes, hospedagens e uma infra-estrutura completa, pronta para atender para quem vem de outros cantos do Brasil.

São Sebastião abrange mais de 65 km de extensão de um dos pedaços mais lindos do litoral de SP. Da costa sul à norte, a vida por ali acontece. A natureza ocupa todos os cenários e o modo de viver por estas bandas faz toda a diferença. Recupera a energia dos que vivem em uma cidade frenética como a capital paulistana. É até de se surpreender como em duas horas de estrada a paisagem se torna exuberante, a Mata Atlântica preenche os olhos e o mar pontilhado pelas ilhas tranquiliza a mente.

Curtir as praias de São Sebastião é uma viagem cheia de possibilidades, que encanta pelos detalhes e marca pelos momentos. Assistir ao pôr do sol na secreta Praia de Calhetas, correr na praia da Baleia, lavar a alma nas cachoeiras escondidas no verde da natureza,  surfar no mar transparente do litoral, não há preço que pague. É por essas e outras que apresentamos a vocês o Guia do Litoral Norte de São Paulo feito por nós, apaixonados por esse paraíso. Temos a certeza de que sem este pedacinho de refúgio e tranquilidade não seríamos os mesmos hoje em dia.

O litoral Norte de SP proporciona momentos inesquecíveis, tendo você um estilo mais família ou mais agitado. São praias, atrações, restaurantes e hospedagens para todos os gostos. Já prepare o protetor solar e sua mala, porque depois deste post você vai estar preparadíssimo para conhecer esta incrível região. Começamos do básico:

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.48.12

Duração da Viagem: de 2 à 3 horas de viagem saindo de São Paulo de carro.

Rodovia Imigrantes/Anchieta – Rio Santos: esta rota é indicada para quem está na Zona Oeste ou Sul de São Paulo (ex: quem desembarca no Aeroporto de Congonhas).  É necessário pegar a Rodovia dos Imigrantes. Tem um pedágio que custa R$23,50 (fiquem atentos ao Sem Parar ou dinheiro em cédula). Você pode escolher descer a serra pelo Sistema Imigrantes ou Anchieta. Com certeza nós recomendamos o Imigrantes em dias comuns (em feriados é bom ficar atento à Ecovias com as informações do trânsito). A estrada é melhor e mais rápida, não há caminhões e você desce a serra por três túneis. A Anchieta é cheia de curvas perigosas e caminhões.

Após descer a Serra, é necessário pegar a Rodovia Cônego Domênico Rangoni e seguir sentido Guarujá e Bertioga. Você irá passar por Cubatão e alguns Km depois placas irão indicar às praias do litoral norte de SP, como Bertioga, Riviera, e etc. Você precisa pegar a Rodovia Rio-Santos e seguir em frente. Após pegar a Rio-Santos, são 40 minutinhos (sem trânsito) para chegar em Boracéia (a primeira praia de São Sebastião). O total da viagem dura cerca de 2-3 horas.

Ayrton Senna – Mogi- Rio-Santos: melhor rota para quem está na Zona Leste ou Norte de São Paulo (ex: Aeroporto de Guarulhos). É um caminho que eu recomendo usar GPS para quem vai pela primeira vez. É preciso pegar a Rodovia Ayrton Senna, após passar o primeiro pedágio sair na segunda saída a direita no km 44 (tem placas indicando Bertioga e Mogi das Cruzes) e dalí pegar a serra que desce rumo o litoral norte de SP. A serra já acaba em Riviera (a cerca de 20 minutos de distância de Boraceia – a primeira praia de São Sebastião). A viagem é mais curta para quem já está para está na Zona Norte. Dura em torno de 1h30 de viagem.

Ayrton Senna – Tamoios: esta opção é boa para quem já quer ir direto para São Sebastião, Guaecá, Barequeçaba, Toque Toque Grande, Ilha Bela, Ubatuba (importante frisar que as últimas duas não pertencem ao município do litoral norte de SP que vamos falar neste post). É uma boa opção tanto para quem está em qualquer zona de São Paulo, porque dependendo do dia e trânsito é mais fácil cruzar São Paulo do que seguir em frente pela Rio-Santos desde o começo em Santos.

Obs: Se você quiser conhecer toda a região em uma viagem só, nós recomendamos muito a ida de carro. Os ônibus por lá demoram para passar e táxis são praticamente inexistentes.

 

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.48.34

Estas são as principais praias da região. Para quem pretende ir direto ao canto esquerdo – Boracéia – melhor opção é pela Rio-Santos. Quem já quer ir para o lado direito – São Sebastião – melhor opção é Tamoios.

Captura de Tela 2015-10-09 às 00.01.07

 

Captura de Tela 2015-10-08 às 23.58.52

 

Sentido Santos-Rio, nós detalhamos as praias mais notáveis que contemplam a parte mais bonita do litoral de SP.  Você pode clicar em cada uma delas para acessar as informações completas sobre cada uma (para quem for passar uma temporada em praias especificas) ou descer mais um pouquinho a página e encontrar o guia completo do Litoral (recomendamos para quem quer fazer uma viagem de carro ao litoral):

 

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.48.55

 

Fuja do alto verão e do alto agito. Do mês de março ao mês de junho, as temperaturas continuam quentes, não chove como no verão, os preços de hospedagens caem e as praias ficam super vazias.

A mesma coisa acontece nos meses de setembro a novembro quando começa a esquentar, chove pouco e o melhor de tudo: o trânsito é quase inexistente em horários fora os de pico (das 16 às 20 hrs)

 

Praia de Maresias, Litoral Norte de SP

Praia de Maresias, Litoral Norte de SP

 

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.49.15

 

Algumas praias de São Sebastião têm uma gastronomia privilegiada. É o caso de Juquehy, Cambury e Maresias. Lá ficam os melhores restaurantes do litoral, com pratos deliciosos e experiências únicas. Abaixo nós listamos praia a praia nossos restaurantes favoritos.

 

Restaurante Manacá, em Cambury. Nosso predileto do litoral norte de SP.

Restaurante Manacá, em Cambury. Nosso predileto do litoral norte de SP.

 

 

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.49.31

 

É preciso ficar atento, já que algumas praias de São Sebastião são condomínios fechados que só recebem turistas durante o dia. Porém, a maioria das praias oferece ótima infra-estrutura com boas pousadas para diversos tipos de bolso. Outra opção bastante comum é alugar casas para passar temporadas, como o fim do ano. Para essa última opção um ótimo site para pesquisar é o Alugue Temporada ou até mesmo o AirBnb. 

A vida abundante na Mata Altântica pode ser apreciada logo de dentro de sua pousada.

A vida abundante na Mata Altântica pode ser apreciada logo de dentro de sua pousada.

 

 

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.49.49

 

Ah… e para quem curte uma baladinha pode vir bem preparado ao litoral de SP ! Maresias é o reduto da música eletrônica, por exemplo, com o Sirena. Aos que curtem um reggae e música ao vivo, o Chopp com Escama, em Juquehy sempre está lotado (apesar de termos várias observações quanto a este lugar, veja lá embaixo), o Bananas Beach Club recebe a galera que curte um visual maravilhoso frente ao mar e diversas festas diferentes a cada fim de semana. O novo Balneário fica na encosta do Rio Una, na Barra do Una, e é a nova balada que atrai gente jovem e música eletrônica. Agito não falta e nós detalhamos tudo para você mais para baixo :)

 

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.50.06

 

Não faltam atividades para se fazer no litoral norte de SP. A paisagem exuberante contribui para aquele gás a mais que você precisa para sair se exercitando por aí.

Surf/ Stand Up Paddle/ Caiaque

Para os surfistas, preparem as pranchas! Rolam altas ondas em praias como Maresias e Paúba. Aos que estão começando no surf, a Baleia é uma ótima opção aos iniciantes e detalhamos melhor no próximo post. Se você é mais do Stand-Up Paddle ou caiaque, a Barra do Sahy é a melhor opção, já que fica em uma baia protegida e as águas são sempre mais calmas.

Para meninas que querem começar a praticar o surf, as nossas parceiras do site Longarina organizam surf trips só para mulheres no litoral norte de SP, vale a dica também!

Caminhada/ Corrida/ Trekking

Aos corredores de plantão ou para quem curte uma trilha: a praia da Baleia é perfeita para quem gosta de correr. Já o trekking fica na Praia Brava, Boiçucanga ou Barra do Una onde é possível fazer diversas trilhas.

Snorkeling

Para quem curte mais o mundo submarino ‘As Ilhas’ é o lugar perfeito para fazer snorkeling e ver bastante vida protegida.

Bike

Você vai se deparar com muitos ciclistas pedalando na Rio-Santos. Isso é muito comum, já que é um ótimo lugar de treino. Além disso, você pode pegar uma bicicleta e curtir uma pedalada em praias como a da Baleia.

Skate

Anoiteceu e não há mais o que fazer de esportes? Em Boiçucanga e na Barra do Una, tem pistas de skate em frente a praia! Ótima para passar o fim de tarde.

São Sebastião ganha ainda mais nome em algumas épocas do ano. Palco de eventos esportivos, o município ganha destaque quando recebe maratonistas, corredores, nadadores e afins. Se você é fã de esportes, todo o ano acontece eventos como:

Maratona de Revezamento Bertioga - Maresias 

São 75 km percorridos em equipes que podem se revezar em 10 pessoas, correndo por trechos fáceis ou difíceis. É um fim de semana que costuma ser bem lotado no litoral, mas que vale a pena para quem conquista esse desafio!

Quem se interessar, é só clicar aqui para mais informações

- Fuga das Ilhas (travessia de nado)

Aos nadadores de plantão, imagine você sair nadando de uma ilha próximo à costa rumo a uma das praias mais bonitas do litoral? É uma prova bem legal que reúne diversos atletas e acontece todo o mês de dezembro. São 1500 metros de travessia em um mar bem tranquilo, sem onda, perfeito para quem curte este tipo de esporte. Para mais informações é só clicar aqui.

- Volta do Parcel (travessia nado)

Essa prova acontece em Juquehy e está inclusa no Cirquito Aqua também. A prova dá a volta ilhota de pedras no canto direito de Juquehy. Também são 1.500 metros de prova. A diferença é: o mar em Juquehy nem sempre é calmo, mas o evento presta bastante atenção para que ninguém passe nenhum stress.

- Desafio no Sertão

Essa é um desafio multiesportes. Esportes como Bike (MTB), Stand Up e Corrida Rústica fazem um ” thriatlon” de esportes que são praticados com frequência na região. São diversas categorias e são divididas em: Multiesportes – com 3km de SUP, 10 km de Corrida Rústica e 21 de bike. Esta categoria pode ser realizada solo, em dupla ou trio. Também é possível fazer o Duathlon, desta vez solo, com 21 km de bike e 10 km de corrida. Além disso, existem provas em cada modalidade separadamente.

 

Travessia de Caiaque, As Ilhas - Barra do Sahy, Litoral Norte de SP

Travessia de Caiaque, As Ilhas – Barra do Sahy, Litoral Norte de SP

 

 

Captura de Tela 2015-10-09 às 00.01.58

 

Conheça os detalhes de cada praia de São Sebastião, com o que há de melhor em cada uma e quais são as praias com boas hospedagens, restaurantes e atividades. Clique nos nomes para ser redirecionado para cada uma individualmente:

Boraceia, Jureia, Engenho, Barra do Una, Juquehy, Praia Preta, Barra do Sahy, As Ilhas, Baleia, Cambury e Camburyzinho, Boiçucanga, Praia Brava, Maresias, Paúba, Santiago, Toque Toque Pequeno, Praia de Calhetas, Toque Toque Grande, Praia de Guaeca e São Sebastião.

Captura de Tela 2015-10-19 às 23.15.43

 

Praia e Cidade:

A entrada ao lado do sul de São Sebastião e início também do Parque Estadual da Serra do Mar na região localiza-se em Boraceia. A cidade é bastante movimentada, com grandes supermercados, centro comercial agitado. Um trecho da estrada Rio-Santos passa ao ladinho da praia, então quem fica na cidade é preciso cruzar a estrada para chegar a praia. Sejamos francos: a praia não é lá muito bonita, por ser a mais extensa e plana do município.  Porém, tem suas vantagens: é ótima para andar de bicicleta, jogar bola, dar uma corridinha. 

Nós não achamos esta a melhor opção de hospedagem ou para curtir a praia, dentre todas as opções de praias lindas que São Sebastião tem a oferecer. Mas uma coisa é certa, vale a parada para comer o tradicional Pastel de Bertioga, que fica na beirinha da estrada também.

Onde comer :

Pastel do Trevo de Bertioga: É uma parada tradicional por lá. A sede fica em Bertioga, como diz o nome. Mas se você estiver em São Sebastião vale parar para pedir algum pastel, seja doce ou salgado. Eles lembram aqueles pasteis de feira, com mais de 15 cm, geralmente por um preço justo.

 

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.29.18

 

 

Esta já é uma praia muito protegida, rodeada de verde, sem cidades próximas e bem calma. Isso porque a preservação por ali persevera e a especulação imobiliária não pode chegar. É uma praia mais família, para quem quer descansar, ir com crianças e etc. Também é bom para surfistas que querem um lugar longe do “crowd”. Por ser mais afastada do que as outras praias, também é bem mais tranquila. A areia é lisa e batida, boa para caminhadas e um passeio de bike.

Hospedagem:

É difícil de se hospedar em pousadas por ali, então quem quiser ficar por lá a melhor coisa é alugar uma casa por uma temporada. O site Alugue Temporada geralmente é um dos mais apropriados para achar propriedades pelo litoral.




Captura de Tela 2015-10-18 às 23.30.30

Aqui já falamos de uma praia linda e pequena,  também muito protegida, porém rodeada de grandes casas em seu entorno. A praia fica distante da estrada e acabou ficando muito preservada, até por ser bastante pequena, de tombo e areia inclinada. É bem frequentada, muito tranquila, ótima para quem quer apenas relaxar. É banhada com um rio, que forma uma lagoa (bem limpa) próxima a praia.

Porém, quem procura agito, restaurantes e centro comercial não vai achar por ali. O negócio é andar alguns km até Juquehy ou Barra do Una para encontrar onde comer e afins.

Hospedagem:

Existem algumas pousadinhas e hotéis bem legais na Juréia. Nós indicamos a pousada Sambaqui, para quem busca por tranquilidade, conforto e qualidade.

 

Pousada Sambaqui, Jureia. Litoral Norte de SP.

Pousada Sambaqui, Jureia. Litoral Norte de SP. Foto: Reprodução site Sambaqui

 

 

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.32.01

Talvez uma das praias mais bonitas de se admirar lá do alto. O Rio Una a contorna e a forma em uma península tranquila, parte de água doce, parte de água salgada. Apesar da praia ser de tombo, é gostosa para passar o dia. Uma boa dica é pegar um Stand Up Paddle ou um Caiaque e subir rio acima. Existem diversas marinas no Rio Una e de lá saem os barcos que navegam pelo litoral.  A vida por lá parece de interior, com um pequeno centrinho, igrejinha, e ruas de terra.

Captura de Tela 2015-08-06 às 12.29.54

Pôr do Sol na Barra do Una. Vista do morro que faz a divisa com a praia de Juquehy

O que fazer:

  • Alugue um Stand Up Paddle e suba o Rio Una
  • Coma uma casquinha de Siri no restaurante da Giselle
  • Assista ao Pôr do Sol em cima do morro que divide Juquehy com Barra do Una
  • Aos que podem gastar um pouquinho mais, que tal alugar uma lancha para um passeio de barco pelo Litoral Norte de SP?

Onde comer: 

Restaurante Giselle:

Fica em uma localização incrível: em frente a junção do Rio Una com o mar. Imagine a vista e a tranquilidade que não é comer por ali, não é?

Além disso, a dona do restaurante que leva seu nome, Giselle, geralmente está por lá para receber os clientes. A casa serve deliciosos frutos do mar e drinks. Com certeza vale passar por lá para um petisco no fim da tarde ou um almoço tardio.

Restaurante Giselle - Barra do Una

Restaurante Giselle, com vista para a praia da Barra do Una. Foto: reprodução site

Agito:

Balneário Praia:

É a nova casa noturna do litoral de São Paulo. A casa de dois andares possui decks a beira do Rio Una que dão o clima ‘balneário’ ao local. Tem clima intimista, de curtição, música boa e bons drinks. Os preços são salgados, tanto de bebida quanto de entrada.

Hospedagem:

Marina Canoa:

É um hotel para quem procura hospedagem custo-benefício e familiar. Não fica na beira da praia, mas como o próprio nome já diz é uma opção também para quem quer sair de barco pelo litoral. Fica do outro lado do Rio Una, ou seja, você precisa cruzar o rio por uma ponte e andar um pouquinho para chegar na praia. É uma boa opção para familias com crianças.


Captura de Tela 2015-10-18 às 23.32.24

Em tupi-guarani Juquehy quer dizer ‘Areias que Cantam’. A areia branca e fofa de Juquehy realmente canta quando você pisa nela. É uma praia linda, com 3 km de extensão. Pessoalmente, é uma das minhas praias favoritas do litoral. Isso porque ela une tudo o que há de bom em um lugar só: praia maravilhosa, pôr do sol magnifico durante o verão (quando o sol se põe no mar), é uma cidadezinha um pouco mais agitada, tem 2 mini shoppings bem bonitinhos, ótimos restaurantes, boas pousadas e também tem uma pequena vida noturna. Por ter tudo em um só lugar acaba sendo uma das praias mais caras para se hospedar no litoral norte de SP.

O que fazer:

  • A Green Way organiza saídas de ecoturismo, para fazer trilhas pela região. Além disso, também aluga Stand Up Paddles, Caiaques e Pranchas.
  • Passe uma tarde comendo petiscos e bebendo drinks nas tendas pé na areia do Restaurante Badauê
  • Caminhe até o rio Juquehy
  • Conheça a feirinha Hippie
  • Passeie no Shopping Juquehy
Pôr do Sol em Juquehy, Litoral Norte de SP

Pôr do Sol em Juquehy

 

Onde comer:

- Badauê:

Um dos restaurante mais desejados do litoral. O ambiente rústico e bem brasileiro fica em frente a praia de Juquehy, sob um deque na areia. Durante o dia, serve pratos em bangalôs montados em cima da praia e fica bem badalado. Durante a noite, é uma delícia para comer frutos do mar, ouvir o barulho do mar e jantar vendo as estrelas. O preço do cardápio é um pouco puxado, mas as porções não deixam a desejar.

Endereço: Av. Mãe Bernarda, 2005

- Chapéu de Sol:

Ao lado do Badauê fica o Chapéu de Sol, com ambiente sofisticado e ao mesmo tempo rústico serve excelentes pizzas. Como o nome já diz, o restaurante é coberto pela árvore chapéu de sol e têm um ambiente bem agradável de frente para a praia.  É um quase irmão do Badauê, mas vale a passada em qualquer um dos dois.

Endereço: Av. Mãe Bernarda, 2001

- Pizza na Massapê:

A pizza quadrada do Massapê é uma delicia! É um ótimo ambiente para ir com grupo de amigos ou família. Quase todo fim de semana têm música ao vivo, geralmente um mpb. Têm um preço justo e geralmente fica vazio na temporada, o que faz a pizza chegar rapidinho. Eles também tem serviços de delivery para quem estiver em Juquehy.

Endereço: Av. Mãe Bernarda, 785

- Bistrô:

O meu restaurante favorito de Juquehy. O ambiente rústico é iluminado por diversas luminárias artesanais e formam um local excelente para jantares a dois. Serve frutos do mar, bons risotos, carnes e saladas.  O preço médio do prato varia de R$ 50-80,00. Vale a passada.

Av. Mãe Bernarda, 637

- Beach Burguer:

Fica dentro do Juquehy Shopping. Com estilo havaiano, a casa serve ótimos hambúrgueres, batatas fritas e milk shakes. O ambiente é descontraído e bem agradável. Bom para familias, crianças e grupos de amigos que não queiram gastar tanto.

 Avenida Mãe Bernarda, 452 

- Sorvete na Originale:

Também dentro do Juquehy Shopping, a sorveteria Originale é sem dúvidas a melhor de Juquehy. Serve diversos tipos de sorvete de massa, além de sundays e outras delicias mais.

 Avenida Mãe Bernarda, 452 

- Doces:

A doceria do Juquehy Shopping é ótima também. É um quiosque bem no começo do shopping. É uma boa opção para quem quer comprar bolos e doces para alguma comemoração na praia ou para quem quer comer um docinho delicioso com café por lá.

 Avenida Mãe Bernarda, 452 

Badauê, em Juquehy. Litoral Norte de SP.

Badauê, em Juquehy.

Agito:

Chopp com Escama:

É um dos clássicos do litoral norte de SP, mas nós não recomendamos mais – infelizmente. É um ambiente muito rústico a beira do Rio de Juquehy que reúne jovens que procuram um programa agitado, que não seja balada, no litoral. Sempre tem música ao vivo no palco, tocando clássicos pop/rock e reggae. Serve boas pizzas e é desses programas ‘baratex’ no litoral. Quando lota, o pessoal fica na rua mesmo – com coolers de cerveja e afins – curtindo a música e batendo papo. Infelizmente, nós não recomendamos mais passar por ali. Soubemos de diversos casos de assalto e até sequestros por lá durante a temporada. :(  

Hospedagem:

Pousada Alcatrazes

Localizada em frente a praia de Juquehy, a pousada fica a uma distância do centro em que o sossego é garantido. Possui infraestrutura que vai de Jacuzzi, a piscina, SPA, sauna, serviço de praia e quartos com vista para o mar. Tem um excelente serviço e atendimento. Os preços variam de R$ 500 a diária por casal até R$ 1050 a diária em alta temporada.

Chez Louise et Louis 

Também de frente para a praia, é uma pousada boutique com 15 apartamentos. Os quartos são claros e espaçosos. Possui lazer como piscina, SPA, sauna e serviço de quarto. Um dos fortes da pousada são os pacotes para casamentos na praia. Eles fecham a pousada durante um fim de semana para os eventos. Por isso, é preciso ficar atento a disponibilidade

Pousada Terra

A pousada tem como diferencial o custo-benefício. Por não ficar de frente para a praia (fica a cerca de 4 quarteirões da praia), tem preços mais acessíveis. Porém, o serviço, boa qualidade e infraestrutura não ficam de lado. Fica a uma distância que é possível ir a pé ao centrinho. A pousada tem pacotes para fim de semana românticos.

Mata Atlântica

Vizinha da Pousada Terra, a Mata Altântica também é uma pousada custo-benefício na praia de Juquehy. Têm serviço de praia, piscina climatizada, sauna, entre outras coisas. Tem acomodações claras e aconchegantes.


Captura de Tela 2015-10-18 às 23.32.48

Talvez uma das praias do litoral que não valem a parada, a não ser se você for surfista e ver que as ondas estão boas lá. A praia é bem pequena e como o próprio nome diz, a areia é mais escura. Para visitar a praia, tem que parar na estrada.

Onde comer:

- Restaurante As Ilhas

O que vale mesmo a pena é parar para comer pizza ou frutos do mar no Restaurante As Ilhas e desfrutar da super vista da varanda no local. Quando fomos o atendimento estava bem devagar, mas a vista compensa.

Agito:

- Banana’s Beach Club

Lá também fica uma das casas noturnas mais badaladas da região, o Bananas. Vale ficar atento na programação da casa, porque geralmente tem bons shows e festas que rolam em um deck em cima do mar, aberto para as estrelas.

Vista do Restaurante 'As Ilhas'  na Praia Preta, Litoral Norte de SP

Vista do Restaurante ‘As Ilhas’ (que estão ali no horizonte) na Praia Preta, Litoral Norte de SP


Captura de Tela 2015-10-18 às 23.33.19

Somos suspeitos para falar, mas essa é uma das nossas praias favoritas do litoral norte de SP e é lá onde passamos a maioria dos nossos finais de semana. A pequena e tranquila praia da Barra do Sahy é rodeada por um pequeno e charmoso vilarejo. É uma praia pequena, de águas tranquilas e rodeada pela Mata Atlântica e rios. Vale a pena fazer um passeio de barco para ‘As Ilhas’, uma pequena caminhada para a Igrejinha da praia no canto esquerdo e andar até o lado direito até as pedras e piscinas naturais.

O que fazer:

  • Assista ao Pôr do Sol nas pedras no canto esquerdo da praia, principalmente no verão quando o sol se põe no mar. Lá também dá pra pular das pedras – com cuidado – para quem gosta de cliff diving.
  • Pelas águas tranquilas, a Barra do Sahy é sempre um ótimo lugar para praticar Stand Up Paddle ou caiaque. A única pessoa que aluga o equipamento é o Marquinhos, que fica ao lado esquerdo da praia. Ele é careiro, então tente negociar.
  • Vá às Ilhas de barco (mais explicações abaixo)

 

A praia da Barra do Sahy

A praia da Barra do Sahy

 

Onde Comer:

- Café-da-manhã na pousada Tiê

Para quem gosta de um café da manhã cheio de opções, desses clássicos de hotel, vale a pena passar para comer a primeira refeição do dia por lá. O ambiente rústico, porém aconchegante e charmoso, fazem uma ótima opção para começar o dia. O café-da-manhã é servido nas mesas ao lado da piscina da pousada, uma delicia.

- Fundo de Quintal

Esse é para quem gosta de comer o clássico praiano: arroz, feijão, lula frita, peixe frito, batata frita e salada. Sabe aqueles pratos bem tradicionais, que vêm cheio de comida, para dividir com a família toda? O restaurante Fundo de Quintal, fica realmente no fundo do quintal de uma casinha no vilarejo do Sahy. O chão de areia e a decoração simples fazem esse restaurante bom para quem quer comer comida brasileira e não liga para um ambiente mais descontraído e simples.

- Lá no Poio

Outro restaurante simples, porém super charmoso no vilarejo do Sahy. O ‘Lá no Poio’, fica logo na entrada do vilarejo, com decoração rústica, mesas de madeira e arte por todo lado. O simpático dono do restaurante Poio recebe os clientes e assegura que tudo saia bem. Ele serve Pratos Feitos por R$ 25,00 e serve ótimas lulas fritas.

Jantarzinho no 'Lá No Poio' , na Barra do Sahy, Litoral Norte de SP

Jantarzinho no ‘Lá No Poio’ , na Barra do Sahy, Litoral Norte de SP

 

Hospedagem:

- Pousada Tiê

Já que indicamos o café-da-manhã, também indicamos a pousada. Fica na rua principal do vilarejo do Sahy, a 5 minutos a pé da praia do Sahy e a 10 minutos a pé da Praia da Baleia. O verde da Mata Altântica se destaca no ambiente aconchegante e rústico da pousada. As acomodações são claras e têm varanda. É uma boa opção para casais que procuram custo-benefício – as tarifas da diária variam de R$ 220 até R$ 500 por casal.

- Pousada da Foca

Uma boa opção também de pousada aconchegante no litoral norte de SP. A Pousada da Foca oferece serviço de praia, piscina, saúna, bar, espaço zen, restaurante,  entre outras coisas. Os quartos são claros e espaçosos. É uma boa opção para casais e familias, já que oferece quartos com berços para bebês e camas para crianças.

 

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.33.45

As Ilhas

O litoral norte de SP guarda belezas exuberantes, seja da Mata Atlântica que demarca as montanhas , ou pelo pontilhado de diversas ilhas no horizonte.  São poucas as praias de São Sebastião, por exemplo, onde não é possível avistar alguma ilhota logo em frente. E é uma destas ilhas que acreditamos que todos os visitantes do litoral precisam conhecer um dia: elas são chamadas de ‘As Ilhas’.

Apesar do nome no plural, ‘As Ilhas’ é apenas uma ilha. Ela abriga duas praias intocadas onde é possível passar o dia, curtir em meio a natureza, praticar snorkeling ou caso você tenha alguma embarcação, curtir o movimento de outros barcos também por ali.  Quem não adora conhecer e passar o dia em um lugar inexplorado onde só é possível chegar de barco?

As Ilhas, litoral norte de SP

As Ilhas, litoral norte de SP

Como Chegar

As Ilhas ficam a cerca de 1,5 km de distância da Praia da Barra do Sahy, em São Sebastião, e barcos de pescadores saem a cada 15 minutos da terra para levar os visitantes ao paraíso. Os pescadores ficam ao lado esquerdo da praia, próximo ao rio e cobram cerca de R$ 20,00 por pessoa (apenas a ida) para levar até ‘As Ilhas’, mas dá pra negociar e fechar o acordo em R$ 30,00 ida e volta. Você marca a hora que quer voltar e o pescador vai te buscar.

Além disso, o local recebe os visitantes que chegam de jet ski, ancoram seus barcos, caiaques e Stand Up Paddles. Nós já chegamos lá de todos os jeitos possíveis e asseguro que cada chegada acaba sendo singular e especial.

Porém, é preciso ficar atento ao decidir fazer uma travessia e nós explicamos o motivo:

Travessias da Barra do Sahy às Ilhas:

Stand Up Paddle: espere por um dia de sol e sem ondas para fazer essa travessia. Os ventos, correntes e a ondulação podem atrapalhar muito a jornada. Em um dia calmo, é possível fazer a travessia em cerca de meia hora. É rápido e bem tranquilo.

Caiaque: é o mesmo principio do Stand Up Paddle, porém, se você estiver em um caiaque duplo as coisas ficam mais fáceis. Vale a pena ir no fim de tarde e assistir ao pôr do sol na volta das Ilhas dentro do mar.

Nado: Tem gente que até vai nadando, mas nós achamos um pouco arriscado devido aos barcos que passam pelo caminho e podem não te ver.  Quem quiser nadar das Ilhas à Barra do Sahy, uma boa dica é esperar pela prova que acontece todo mês de dezembro na região: A Fuga das Ilhas. São centenas de pessoas que nadam entre as ilhas, com barco de segurança e afins. É mais seguro e também divertido :)

Aluguel de pranchas: o Marquinhos fica ao lado esquerdo do da praia da Barra do Sahy e aluga Stand Up Paddles e Caiaques. O preço é salgado, já que ele é o único que aluga pranchas na praia. Ele cobra cerca de R$ 60,00 a hora do Stand Up e Caiaque (mas o caiaque é possível dividir em dois). Dá pra negociar e usar o poder da barganha ;).  Porém, vale o investimento por um dia bem aproveitado.

Dicas:

A dica é levar bastante água e também lanchinhos, já que por lá existe apenas uma barraquinha de lanches com o preço pra lá de inflacionado. Uma vez fui pedir um peixe e custava R$ 80,00!! Absurdo.

Também leve guarda-sol (caso vá de barco), protetor, frescobol, máscara de mergulho e snorkel e repelente.

O que fazer por lá:

  • Prepare sua máscara e snorkeling e saia nadando em direção a segunda praia das Ilhas que fica ao lado direito da praia (se você está nas Ilhas olhando pro Sahy).
  • Relaxe em uma das sombras da praia ou no rio que desemboca na praia
  • Faça Cliff Diving em dias de mar tranquilo – digo tranquilo mesmo – nas pedras que ficam no meio da praia principal. Porém, tome MUITO cuidado. Se o mar tiver como o da foto abaixo, esqueça a ideia! Uma vez o pessoal pulou em um mar bem mais calmo que isso e saiu cheio de ouriço no pé!!! Passaram o dia tirando ouriço. Ninguém merece.
  • Jogue Frescobol
As Ilhas, Litoral Norte de SP

As Ilhas. Quem não adoraria passar um dia em um lugar onde só é possível chegar de barco, SUP, JetSki ou Caiaque?

 


Captura de Tela 2015-10-18 às 23.34.07

Baleia

Com quase 3 km de extensão, a praia da Baleia é uma ótima possibilidade para quem gosta de esportes de praia. A faixa de areia ampla e batida tornam o local perfeito para praticantes de corrida, skates elétricos, frescobol, bicicletas. Quando tem onda é uma boa opção de surf e quando o mar está flat é perfeita para praticar Stand Up Paddle (além de ter preços de alugueis mais acessíveis que a Barra do Sahy). O ‘Canto Mágico’ é o apelido do canto direito da praia, que costuma receber boas ondas. Já o canto esquerdo da praia é uma ótima opção para iniciantes do surf em dias de mar muito agitado.

O acesso é pela entrada de Barra do Sahy ou de Cambury. O bairro da praia é constituído basicamente por uma avenida larga, cheia de condomínios, sem centro comercial, nem lojas e restaurantes, o que traz ainda mais exclusividade aos frequentadores da praia.

são sebastião

A Praia da Baleia vista de cima do morro que faz divisa com Cambury

O que fazer por lá:

  • Aulas de surf com os atenciosos Heitor e Nati, na Escola do Meio da Baleia. Eles também alugam Stand Up Paddle. Como o nome já diz, a escola fica bem no meio da praia, na entrada da banca de jornal.
  • Para corredores e ciclistas de plantão: esta é a melhor praia do litoral para praticar os esportes.
  • Suba o morro da Baleia com sentido para Cambury para desfrutar a vista da praia. Pare para tomar uma água de coco na lanchonete que fica no topo.
  • Para comer na praia, só se for nas barraquinhas da praia ou na Barra do Sahy

Hospedagem:

Pousada Azul Maria

A arquitetura inspirada nas palafitas de Bali dão um ar de aconchego ao local. Sofisticada, porém confortável e acolhedora, a pousada proporciona bem-estar aos hóspedes e excelente serviço. Tem infraestrutura completa: academia, sauna, SPA, piscina ao ar livre (todo o ano), solário, hidromassagem, etc. O preço é um pouco mais salgado. É necessário reservar com antecedência (sugerimos ligar para marcar), por ser uma das poucas pousadas da praia da Baleia com infraestrutura completa. 

 

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.34.23

Cambury e Camburyzinho

Uma das praias mais agitadas e conhecidas do litoral norte de SP. Mesmo assim, não deixa de ser descontraída e frequentada por surfistas e do pessoal que procura um estilo de vida saudável.  Cambury e Camburuzinho são separadas por um rio, que também faz a diversão dos banhistas que cansaram da água salgada. Camburizinho, como o nome já diz, é menor e mais exclusiva. Já Cambury, é uma praia mais larga com uma frequencia que vai de surfistas a praticantes da capoeira, o que faz o clima ficar descontraído e animado.

A rua principal de Cambury é cheia de comercio e centros comerciais, pequenos restaurantes, lojinhas, feirinha hippie, barzinhos e afins. É uma praia para quem procura agito, descontração, bons restaurantes e hotéis.

O que fazer:

  • Eu sei que deveríamos falar da praia, mas a comida e o ambiente de um restaurante específico é inesquecível: o Manacá. Não deixe de ir lá, explicamos o motivo abaixo.
  • Na praia: caminhe até Camburyzinho e atravesse o rio que separa as praias, a caminhada é uma delicia.
  • Se o mar estiver com ondas bem grandes e de ressaca, vale ficar no deck no meio da praia de Cambury assistindo os corajosos surfistas de Town-in (puxados por Jetskis) pegando as ondas.

 

Cambury

A praia de Cambury, ótima para curtir um dia de surf

Onde comer:

- Manacá

É um dos melhores restaurantes que já fomos. Nós sempre indicamos para amigos e familiares e todo mundo que vai volta com a mesma opinião que a nossa. O ambiente é inspirado em Bali, é rodeado de verde e as mesmas ficam em cima de uma palafita com deck de madeira. Para chegar no restaurante, é preciso parar o carro em um estacionamento afastado (R$20,00) e ir com a Van do restaurante para lá. O ponto forte do restaurante são os peixes e frutos do mar. É  um restaurante caro, com pratos principais que tem preços entre R$ 90,00 – R$ 150,00. Vale cada centavo. O Manacá sempre está cheio, por isso vale ligar antes para reservar, ou chegue depois das 21h30 que é a hora que começa a esvaziar.

R. Manacá, 102

Manacá, em Cambury

O nosso restaurante e prato predileto: Lulas recheadas com camarão, no Restaurante Manacá, em Cambury

- Tubarão

Estamos indo de um extremo para o outro. Do mais sofisticado da praia para a lanchonete dos surfistas de Cambury. Porém, o tubarão é um clássico de praia. É uma lanchonete super simples, que serve ótimas tortas, pizzas, bolos e sucos de açai por preços justos. O tubarão sempre está cheio na hora do almoço de esformeados ‘pós-praia’. É uma boa opção para quem quer comer rapidinho, barato e fácil.

Rua Uberlândia, 184 - Camburi

Pura Vida

Recém inaugurada na rua principal da praia, a lanchonete serve comida vegetariana, vegana, além de lanches naturais e petiscos saudáveis. O ambiente é bem ‘surf style’ e ainda está passando por reformas.Vale a parada para quem gosta de comida natural, uma boa água de coco gelada e uma bela sombrinha embaixo de árvores.

Hospedagem:

Nau Royal

Um dos melhores hotéis do litoral norte de SP, referência em sofisticação, design e serviços. O Nau é um badalado hotel, com decoração moderna em ambientes de alto padrão. Fica em frente a praia de Cambury e possui um excelente restaurante e SPA da L’occitane. É uma boa indicação para casais em datas comemorativas e famílias que querem praia e conforto sem deixar o alto padrão de lado.

 


Captura de Tela 2015-10-18 às 23.34.54

Boiçucanga

Boiçucanga já não é lá uma grande praia para curtir o dia. A estrada passa logo ao lado da areia, a praia é de tombo e em dias de mar agitado é muito difícil entrar no mar. Porém, é uma boa opção para quem procura hospedagens econômica logo ao lado de praias como Cambury e Maresias. Além disso, é uma cidade com supermercado, banco (lá é um dos únicos lugares para se achar caixa eletrônico do litoral) e serviços básicos, posto de saúde e etc. Para quem curte skate, lá tem uma pista bem bacana em frente a praia que vale a parada!

Praia de Boiçucanga

Praia de Boiçucanga (a primeira) e ao fundo a praia de Cambury

Cachoeiras de Boiçucanga

O que mais vale a pena fazer por lá é visitar as cachoeiras que ficam no sertão de Boiçucanga! São incríveis e uma ótima dica para dias de sol. Para fugir das praias lotadas no verão, nada melhor do que fugir para o meio da mata e curtir uma água geladinha. No sertão da praia ficam 3 quesdas incíveis. A primeira é a hidromassagem, a segunda é a Cachoeira da Pedra Lisa, com mais de 40 metros que você pode até entrar atrás da queda (como na foto) e a terceira tem uma lagoa linda para nadar. A trilha dura em torno de 20 minutos para as primeiras duas quedas e é preciso atravessar um rio (sem grandes dificuldades). Para chegar na terceira, é preciso voltar ao início da trilha e caminhar por cerca de meia hora para lá. Vale a pena conhecer as três.

Para chegar lá, pegue a Rod. Rio Santos sentido Maresias e após passar a Praia de Boiçucanga, antes do início da serra, terá um trevo. Neste trevo vire a esquerda e siga pela Estrada do Cascalho (que é asfaltada). Siga reto até uma bifurcação tripla. Siga pela estrada do meio. Você chegará em um estacionamento antes do início da trilha da cachoeira.

Cachoeiras de Boiçucanga

Cachoeiras de Boiçucanga

Cachoeira da Pedra Lisa, Boiçucanga

Cachoeira da Pedra Lisa, Boiçucanga

O que fazer além disso: 

  • Curtir um fim de tarde andando de skate na pista em frente a praia
  • Se precisar passar em um posto médico, lá é o local
  • Serviços básicos como supermercado e banco também são garantidos por lá
  • É uma boa para quem procura hospedagem econômica


Captura de Tela 2015-10-18 às 23.35.11

Praia Brava

Entre as praias de Boiçucanga e Maresias, conhecidas pelo agito no litoral norte de SP, existe um oásis deserto protegido por leis ambientais que permanece inexplorado (e que continue assim!). A Praia Brava é um santuário do surf , trilhas e natureza.  As areias claras, cobertas pela vegetação da mata-atlântica fazem deste lugar um pedaço muito raro e especial do litoral paulista.

A Praia Brava é ainda um dos lugares mais preservados do Litoral Norte de SP – e nós esperamos que fique assim. Por lá, não tem onde comer, ir ao banheiro, nada, nada. Então vá preparado! Não esqueça de levar lanches,  proteja-se do sol e aproveite o dia!

No canto direito da praia, existe uma cachoeira. Vale a caminhada para lavar a alma!

Praia Brava, a praia secreta do Litoral Norte de SP

Praia Brava, a praia secreta do Litoral Norte de SP

Como chegar

Para chegar lá, não pode ter preguiça não! A trilha dura cerca de 1 hora (apenas na ida)  por uma subida e descida íngreme na serra que vai para a praia de Maresias. Existem placas na Rodovia Rio-Santos sinalizando a entrada ao lado direito, logo após o fim da praia de Boiçucanga, sentido Rio de Janeiro. Você vai subir uma subida bem íngreme, mas vai que vai! Tem um estacionamento no fim da rua e custa R$ 20,00.

E para quem não está com essa disposição vou dar uma boa notícia: dá pra chegar de barco. :) Os barquinhos de pescadores saem do lado esquerdo de Boiçucanga para a Praia Brava. Porém, fique atento com a maré e o swell! Eles não te deixam na praia, você precisa chegar nadando e atravessar a arrebentação – que é bem forte – para chegar até lá. Nós, particularmente, achamos que vale a pena ir de barco só se o dia estiver sem onda nenhuma!

Nós fizemos um post completinho com nossa experiência na trilha da Praia Brava, é só clicar aqui.  


Captura de Tela 2015-10-18 às 23.35.34

Maresias

A praia mais agitada e conhecida do litoral norte de SP. É uma praia extensa, de areia branca e fofa, com ótimas ondas e muito agito. Cidade natal de surfistas como Gabriel Medina e Miguel Pupo, já foi palco de etapas mundiais de surf e ainda é de diversos campeonatos do esporte. Abriga uma das melhores casas noturnas de eletrônico do Brasil, o Sirena, e por isso atrai diversos jovens que curtem uma baladinha (e se me permitem – uma academia também). Maresias é uma das últimas praias do Litoral Norte que possui uma boa infra-estrutura para se hospedar, com restaurantes, lojas e vida noturna. Para quem quer curtir as praias ainda mais ao norte, vale ficar em Maresias e passar o dia nas outras praias, já que são poucos os bons hotéis e pousadas daqui para frente.

Praia de Maresias. Litoral Norte de SP.

Praia de Maresias. Litoral Norte de SP.

O que fazer por lá:

  • Visite o mirante da praia no oleoduto que fica na serra de Maresias, sentido São Sebastião, depois do km 158.
  • Assista a uma etapa do WQS, que acontece no mês de novembro na praia
  • Se gosta de música eletrônica, o Sirena é parada indispensável.
  • Boa gastronomia? Não deixe de ir no Badauê
  • Curta um dia de praia no agitado Canto do Moreira (canto direito da praia)
  • Se for surfista, passe o dia pegando onda no mar. É a melhor praia do litoral pra praticar o esporte.
Praia de Maresias, Litoral Norte de SP

Praia de Maresias, Litoral Norte de SP

Onde comer:

- Badauê

O ambiente rústico do Badauê continua formando um ambiente agradável e de alto padrão, em frente a praia de Maresias. É o mesmo restaurante de Juquehy, com ótimos frutos do mar, peixes e comida bem brasileira! Vale a parada.

- All Kone

Essa é para quem gosta de comida japonesa. Em um ambiente descontraído e agitado, o All Kone chegou no litoral norte de SP para atrair jovens que curtem música ao vivo, um bom temaki ou até comida mexicana. É um mix que deu certo. Vale a parada.

 

Hospedagem:

- Hotel Amora

O novo queridinho do litoral norte de SP. É um hotel boutique, com apenas 22 quartos, de frente para a praia com instalações de alto padrão. Com decoração clean e minimalista, tem excelentes espaços de conforto e lazer como a piscina infinita aquecida de frente para a praia (bom para dias nublados e de garoa). É uma boa opção para casais em busca de uma acomodação confortável e sofisticada em um novo e pequeno hotel.


Captura de Tela 2015-10-18 às 23.36.01

Paúba

Entre coqueiros e as montanhas da Mata Altântica fica Paúba, um reduto muito preservado que ainda abriga algumas casas dos primeiros caiçaras da região. É muito frequentada pelos melhores surfistas da região, já que as ondas formam tubos, são grandes e pesadas – Medina e Maia Gabeira, por exemplo, costumam treinar por ali quando estão em São Paulo.

É uma ótima opção para quem quer curtir o dia em uma praia tranquila e pequena. Não vá esperando restaurantes e grandes hospedagens, por ali só há mesmo casas de veraneio, de caiçaras e pousadas simples.

A praia de Paúba, no Litoral Norte de SP

A praia de Paúba, no Litoral Norte de SP


Captura de Tela 2015-10-18 às 23.36.15

Santiago

Ainda pouco frequentada, é uma das praias mais vazias do litoral norte de SP. Para chegar as ruas são estreitas e passam pelas poucas casas de veraneio do vilarejo. A única opção de hospedagem por ali é o camping e para comer existe o Bar do Cacau.  Esse difícil acesso e pouca infraestrutura são compensados pela beleza da praia, com areia branca e fina, e sombras naturais de árvores como chapéus de sol. Existe uma ducha natural, no canto esquerdo, perfeita para os dias de sol no verão.

Praia de Santiago, litoral norte de SP

Praia de Santiago, litoral norte de SP

Hospedagem:

Camping do Cacau - para jovens que buscam uma praia deserta e sossego. Fica em frente a praia e têm o Bar do Cacau para lanches. Se você tiver espirito aventureiro e quiser gastar pouco, essa é uma opção. Só não esqueça o repelente, ok?

Uma das três ruas da praia de Santiago

Uma das três ruas da praia de Santiago. A preservação ambiental por aqui é um dos fortes da praia.

 

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.36.38

Toque Toque Pequeno

Aqui rola uma confusão. Toque Toque Pequeno é uma praia mais extensa do que sua irmã Toque Toque grande. A areia é grossa e dourada, banhada por um mar tranquilo. A freqüência também é de um clima relax, cheio de familias e jovens que buscam sossego. O único agito em frente a praia é provocado pelo Barracuda Beach Bar, muito procurado para casamentos ou baladas durante a temporada. A vila tem belas casas que ficam em um condomínio fechado.

Toque Toque Pequeno

Toque Toque Pequeno

Agito

Barracuda Beach Bar

Em frente a praia, a casa toca música eletrônica e é muito procurada para casamentos com pé na areia. A área é coberta e no verão costuma receber DJs renomados. É uma boa parada para curtir o agito.


Captura de Tela 2015-10-18 às 23.36.58

Praia de Calhetas

Não é todo dia que encontramos lugares semi-desertos, inexplorados, sem muita gente, daqueles que ao chegar soltamos um tão sonhados suspiro do tipo: “Meu Deus, que paraíso”.  Estamos sempre em busca de possíveis praias e montanhas que se encaixem nessa descrição, ou qualquer tipo de momento que você se sinta realmente conectado com a natureza e o que a vida te dá de mais luxuoso: exclusividade.

Esse pedaço de praia exótica e selvagem fica entre as praias de Toque-Toque Pequeno e Toque-Toque Grande. Ao dirigir pela Rodovia Rio-Santos esse mini oásis passa despercebido. Mas ao olhar em direção ao mar, em um ponto da estrada você verá uma pequena ilha com uma praia linda de areias brancas e seu entorno cheio de coqueiros, muito próxima a costa. Acontece que da estrada não dá pra ver que existe uma península de areia que liga esse pequeno paraíso com a terra. É aí que mora a Praia de Calhetas.

Essa praia fica dentro de um condomínio particular com apenas quatro casas.  O acesso de carro é exclusivo aos proprietários, então só é possível chegar a pé.

praia de calhetas

Nosso secret spot no Litoral Norte de SP.

Como chegar na Praia de Calhetas:

No Km 144 da Rodovia Rio-Santos, você verá alguns carros estacionados no acostamento da estrada. E sim, é lá que você deve parar. Lembrando que se você der azar e a Polícia Rodoviária passar, a multa a pagar é considerada gravíssima (R$ 195,00). Então tente sempre parar em cima da grama que não tem problema! Quem não quiser arriscar, precisa parar em Toque Toque Grande e ir andando, coisa de 20 minutos de caminhada morro acima – e bota morro nisso.

Chegou lá, você verá um portão para o Condomínio de Calhetas com uma guarita. Pode passar que a entrada é liberada. São 10 minutinhos em uma estradinha asfaltada (utilizada pelos proprietários do condomínio), em um caminho cheio de árvores lindas nativas da mata-atlântica, frutíferas e afins. Nós levamos o SUP e foi super tranquilo – lembrando que esse é o maior trambolho para se levar em uma caminhada desconhecida. Demos sorte do acesso ser super fácil. Dá pra levar tio, avô, mãe, pai, só não vale cachorro e papagaio porque é proibido!

O que fazer por lá:

O que você não pode deixar de fazer na Praia de Calhetas:

Cachoeira

A Praia de Calhetas é bonita por si só. Mas ali no meio da mata, uns 5 minutinhos antes de chegar literalmente na praia, tem uma trilha de aproximadamente 100 metros que te leva a uma cachoeira incrível! A queda d’água de aproximadamente 40 metros de altura é dessas que você vai chegando e vai se encantando com a sua beleza aos pouquinhos.  Suas formações rochosas são perfeitas para serem utilizadas como degraus para escalar um pouquinho e lavar a alma na cachoeira. Os condôminos da Praia de Calhetas cuidam tão bem de seu cantinho no paraíso que colocaram cordas de segurança para ajudar no acesso. Obs: Passe repelente antes de ir – você vai nos agradecer pra sempre por essa dica! haha!

praia de calhetas

Cachoeira na Praia de Calhetas

Mirante

Chegando na praia você verá logo em sua frente a semi-ilha que dá pra ver da estrada. Se você andar em direção a ela, verá um gramadão que dá pra passar o dia deitado na sombrinha e depois uma escadinha que te leva a um mirante onde dá pra ver de cima a praia! Vale a pena! Tome cuidado porque para chegar nessa pedra das fotos o caminho é perigoso e escorregadio!

Pôr do Sol

Ao contrário de muitas praias do Litoral Norte de SP, o sol se põe na linha do horizonte, logo em cima do mar. A maioria das praias de SP tem o entardecer atrás das montanhas, o que impossibilita o contemplamento do fenômeno até o último raiar do sol. Vale a pena esperar um pouquinho para curtir o fim de tarde por lá. A praia fica super vazia, a vista é linda e o caminho de volta no escuro é super tranquilo!

Dicas importantes para não deixar de aproveitar por lá:

Não deixe de levar de jeito nenhum repelente!!! Como em todo litoral, os borrachudos e pernilongos adoram atacar turistas desavisados!

Por ser uma praia semi-deserta, esqueça estrutura para comer, banheiro, e afins! Leve comida – sanduiche, bolachas, o que for – e MUITA água para aguentar o solzão!

Nós fizemos um post completinho com nossa experiência em Calhetas, é só clicar aqui


Captura de Tela 2015-10-18 às 23.37.58

Toque Toque Grande

A pequena e preservada praia de pescadores, parece ter as cores da bandeira do Brasil. A Mata Atlântica em um estadio Virgem, a areia dourada e o mar azul fazem esse cantinho bastante especial. Pouca gente aparece nessa praia, as casas são simples diferente de sua praia-irmã. A Ilha de Toque-Toque é ótima para snorkel e fica perto da praia. Contornando as pedras, você chega em Calhetas. Dá para ir em uma remada de Stand Up Paddle.

Onde ficar?

Ilha de Toque Toque 

Entre a praia de Calhetas e Toque Toque Grande fica um paraíso em um paredão da Mata Atlântica. Com vista para a praia de Toque Toque Grande, fica a pousada Ilha de Toque Toque. É uma pousada com ar romântico, aconchegante, com piscina e área verde. As acomodações são claras e espaçosas. É uma boa opção para casais que estão querendo escapar da cidade em um refúgio em meio a natureza.  A pousada não fica a uma distância que é possível ir a pé para Toque Toque Grande, mas é possível (e é o único jeito) ir a pé para Calhetas.

 

 


Captura de Tela 2015-10-18 às 23.38.24

Praia de Guaeca

Em frente ao Canal de São Sebastião e com horizonte das imponentes montanhas da Ilhabela,  a areia clara de Guaecá é abraçada por morros verdes da Mata Altântica.  A praia de Guaecá não possui lá grande infraestrutura turística e é rodeada de condomínios e casas de alto padrão. Isso deixa a praia ainda mais reservada e bem preservada. O canto norte é ótimo para surf, já o meio e o canto esquerdo são os favoritos de famílias que querem tranquilidade. É uma praia extensa, onde é possível correr, jogar frescobol, entre outros.

Praia de Guaecá. Juro que as ondas são maiores que isso (eu estava aprendendo, rs). Mas olha só o horizonte com os veleiros no Canal de São Sebastião e a Ilhabela ao fundo.

Praia de Guaecá. Juro que as ondas são maiores que isso (eu estava aprendendo, rs). Mas olha só o horizonte com os veleiros no Canal de São Sebastião e a Ilhabela ao fundo.

 

Captura de Tela 2015-10-18 às 23.27.06


Seja São Sebastião sua primeira ou última parada na trajetória pela Rodovia Rio-Santos, saiba que essa é a maior cidade que você irá encontrar pelo caminho. A cidade abriga diversas outras praias que já não são tão preservadas por estarem em um centro mais urbano.  Uma praia que vale a pena para quem gosta de vento é a Praia da Enseada (o Praião), que é um berçario para quem quer aprender Kitesurf.  Também existe a praia de Pintangueiras (a mais bonita do centro), a Praia da Aventura (que está sempre bem movimentada)  e as onze praias do centro histórico. Todas tem em comum a Ilhabela como horizonte e os veleiros que atravessam o Canal. É em São Sebastião que fica a balsa para atravessar para a Ilhabela, um paraíso que abriga diversas praias maravilhosas (fica pra outro post, mas você pode conferir uma delas aqui). Já o centro histórico de São Sebastião lembra um pouco Paraty cheio de casas coloniais e vale uma visitinha.

 

 

E aí, gostaram do Guia? Se tiverem dúvidas ou sugestões deixem um comentário ali embaixo :)

Compartilhe com seus amigos no Facebook.

 Publicado em: 19 de outubro de 2015 às 23:34

divisoria viva o mundo

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

1 Comentário

  1. Silvina Luz Gregorutti Alonso

    Boa tarde pessoal!!! Maravilha este blog, divulgando as belezas naturais deste nosso litoral norte! Venho por aqui sugerir uma extensão à viagem, para conhecer Ubatuba. Seguindo sentido Maranduba, adentrando o Bairro Sertão da Quina, nos deparamos com a Pousada das Cachoeiras, localizada em meio à mata atlântica, com ampla área verde e com um leque de atrações: ecoturismo (arvorismo, bóia cross, tirolesa, trilhas, etc), insfraestrutura completa de lazer e gastronomia, a 3km da praia, no clima de montanha!
    Não deixem de visitar!!
    http://www.pousadadascachoeiras.com.br
    Abraços, espero vocês aqui!