Início » América
Categoria

América

Ushuaia no verão
viva o mundo

Ushuaia no verão: paisagens encantadoras, pinguins e lagos lindíssimos. Confira as 8 dicas de como aproveitar o fim do mundo.

Picos cobertos de neves, lagos de um verde-esmeralda que deixam visitantes sem palavras, temperaturas baixas e ski. É isso o que compõe a imagem que muitos tem sobre o Ushuaia, a cidade conhecida como “fim do mundo” localizada na Argentina.

Mas engana-se quem pensa que a região da Terra do Fogo se restringe à esse tipo de turismo e paisagem. Durante o verão, a temperatura média entre 10ºC e 2ºC não espanta os visitantes que tem muito mais para aproveitar.

Prepare-se para se encantar com as paisagens mais empolgantes da região mais austral do mundo e confira as 8 dicas de como aproveitar o Ushuaia no verão, entre os meses de outubro a abril.

O que fazer em Ushuaia no verão:

Caminhe entre os pinguins

Somente quando as temperaturas sobem que é possível conhecê-los de perto. Entre novembro e março, no período mais quente do ano, ocorre a migração de diversas espécies da fauna patagônica para reprodução.

E é exatamente nessa região, na Isla Martillo, que se encontram centenas de pinguins que chegam ao Ushuaia nessa época para o acasalamento.

Para acessar a ilha, também conhecida como pinguinera, é necessário pegar um bote que cruza o Canal de Beagle. Em cerca de 15 minutos, já é possível avistar os pinguins e caminhar entre eles, sempre respeitando as regras locais de preservação.

É um passeio ideal para se fazer com crianças, pois proporciona um grande contato com a natureza.

Ushuaia no verão
Créditos: Johnny Mazzilli

Reserve aqui seu passeio para a Isla Martillo

Contemple a Laguna Esmeralda

Um dos cartões postais do Ushuaia, a Laguna Esmeralda descongela no verão e o tom esverdeado da água se revela diante de quem se aventura pela trilha até chegar ali. O passeio começa pela Ruta 3, onde se percorre cerca de 1h30 até chegar no início da trilha de 4,7km, ida e volta.

Além de poder conhecer a Laguna Esmeralda, o caminho em si já é de tirar o fôlego: são bosques, vales, rios e lagos que tem como fundo a Cordilheira dos Andes. Impossível não se apaixonar.

Reserve aqui sua trilha na Laguna Esmeralda

Visite a Antártida

O continente mais remoto do mundo também é uma ótima opção de passeio para quem visita o Ushuaia no verão.

Entre novembro e março, navios partem do Porto de Ushuaia para expedições no continente branco, já que é nesse período que o gelo derrete a abre caminho para navegações.

Cerca de 95% do turismo mundial para a Antártida parte do Ushuaia.

Para quem percorre esse trecho, é possível encontrar baleias, filhotes de pinguins e focas, além de praias com areias escuras e crateras de gelo que são curiosas.

Além do barulho do vento, de icebergs caindo e da vida marinha, é um passeio silencioso e contemplativo, que vai te deixar ainda mais encantado com a região.

Conheça a diversidade cultural

Ao contrário do inverno, quando brasileiros invadem a cidade para esquiar, no verão o Ushuaia é o ponto de atração de pessoas do mundo inteiro.

Nesse período, você tem uma maior oportunidade para você conhecer diferentes pessoas e culturas.

Conheça o Parque Nacional Tierra del Fuego

Este é o ponto obrigatório para quem quer ter contato com a natureza típica do fim do mundo. Contendo paisagens espetaculares e lindos bosques margeando o Canal de Beagle.

É dentro do parque que se localiza o Lago Roca, de onde se avista parte da Cordilheira chilena .

É de lá, também, que parte o Trem do Fim do Mundo, um passeio através de exuberantes paisagens de aproximadamente uma hora.

Parque Nacional Tierra del Fuego

Reserve aqui a sua visita ao Parque Nacional Tierra del Fuego

Visite o Glaciar Martial

Localizado à 7km do centro do Ushuaia, é uma geleira gigantesca que tem neve praticamente o ano todo, mesmo que em pequenas quantidades.

O local é muito bonito e para ser acessado tem duas opções: por teleférico ou por uma caminhada um tanto íngreme. Independente da sua escolha, o passeio vale a pena, com paisagens naturais de tirar o fôlego e uma linda vista da Cordilheira dos Andes.

Aproveite os dias mais longos

Para quem não está acostumado, dormir com o sol ainda no céu pode ser uma experiência um tanto inusitada, mas nada melhor do que esses longos dias para aproveitar ainda mais os passeios pelo Ushuaia.

Principalmente entre dezembro e fevereiro, o sol nasce por volta das 5h da manhã e se põe somente lá pelas 22h. Maravilhoso quando se tem diversos tipos de passeios programados.

Você pode, por exemplo, reservar um período para conhecer o Parque Nacional Tierra del Fuego e depois navegar pelo Canal de Beagle. Tempo é o que não vai faltar.

Ushuaia no verão

A temperatura sobe, os preços descem

É no verão que as temperaturas sobem e os preços descem no Ushuaia.

Durante os meses de julho e agosto, os preços mais salgados se dão por conta da temporada de ski que atrai muitos turistas para a cidade, mas com o verão, as tarifas podem chegar a uma redução de até 40%.

É um ótimo período para conhecer um Ushuaia diferente da paisagem toda branca que se encontra no inverno, com cenários de cores vibrantes e com mais possibilidades de passeios.

Confira mais passeios no Ushuaia:

Como chegar no Ushuaia no verão

A forma mais comum de se chegar ao fim do mundo é com conexão feita em Buenos Aires.

Há também a possibilidade de chegar até o Ushuaia por terra. O único acesso é pela Ruta 3, que começa em Buenos Aires há, mais ou menos, 3.000 km de distância.

Para quem está disposto, é um ótimo passeio para se fazer no verão.

Compre suas passagens áreas para o Ushuaia na Viajanet, clicando aqui

Onde ficar no Ushuaia

Altos Ushuaia Hotel & Resto

Pertinho do centro da cidade, o Altos Ushuaia Hotel & Resto é uma ótima opção com um bom custo-benefício.

As suítes tem banheiras de hidromassagem e algumas possuem varanda privativa, além de wi-fi gratuito.

Onde ficar no Ushuaia

Confira aqui o preço e a disponibilidade para o Altos Ushuaia Hotel & Resto

Cumbres del Martial

Um chamorso chalé nas montanhas, o Cumbres del Martial é uma também uma ótima opção. Está a 15 minutos do centro do Ushuaia e oferece uma linda vista para o Canal de Beagle.

Os quartos foram construídos em pedras e possuem móveis campestres, dando um ar tradicional ao hotel.

Onde ficar no Ushuaia

Confira aqui o preço e a disponibilidade para o Cumbres del Martial

Arakur Ushuaia Resort & Spa

O hotel fica a 250m no alto de uma montanha com vista panorâmica para o Canal de Beagle, a Cordilheira dos Andes e a cidade.

Com 131 suítes, o Arakatur Ushuaia Resort & Spa oferece quartos luxuosos e espaçosos, com aquecimento, TV de tela plana e wi-fi gratuito.

Onde ficar no Ushuaia
Fonte: Divulgação

Confira aqui o preço e a disponibilidade para o Arakur Ushuaia Resort & Spa

Leia mais:

Gostou das dicas de Ushuaia no verão? Comente aqui!

1 Deixe seu comentário
1 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
onde ficar em Nova York gastando pouco

Vai para Nova York e está procurando um lugar para se hospedar? Veja onde ficar em Nova York com as melhores dicas em cada bairro. 

Onde ficar em Nova York – Já fechou sua viagem para a Big Apple, mas ainda não sabe por onde começar a escolher os hotéis em Nova York?

A cidade é dividida em várias regiões e pode ser complicado encontrar a melhor hospedagem ou um lugar bom e barato para ficar em Nova York, não é mesmo?

Para te ajudar, criamos este guia completo de onde ficar em Nova York, dividido por bairro e categorias de hotel (baratos, custo-benefício e sofisticados).  

Assim, você consegue encontrar mais fácil a acomodação que tenha mais a ver com o seu perfil e bolso nos melhores bairros da cidade. 

Conheça os Bairros de Nova York

A Big Apple é dividida em cinco distritos:: Brooklyn, Manhattan, Queens, Bronx, e Staten Island. Os distritos mais aconselhados para conhecer e ficar são Manhattan e Brooklyn, eles possuem centenas de hotéis e coisas para fazer.

Uptown

Manhattan é dividida em diversas áreas. Uptown é a região que fica ao norte de Manhattan, próxima ao Central Park. É lá que ficam bairros como os nobres Upper East Side e Upper West Side, queridinho das celebridades. 

Midtown

Já Midtown fica no coração de Manhattan, com bairros como Hell’s Kitchen, e onde ficam os teatros que recebem os musicais da Broadway, tudo pertinho da Times Square. É uma das melhores localizações para se hospedar, já que tem acesso à diversas linhas de metrô e fica no meio de tudo. 

Já entre Downtown e Midtown ficam os charmosos e boêmios bairros de East e West Village, Soho e Chelsea. Sabe onde os Friends moravam na série? Era lá. Falamos disso no post o que fazer em Nova York.

Vale a pena ficar próximo da Union Square, onde tem um metrô com linhas para toda a cidade. São ótimos bairros para ficar – e mais prováveis de encontrar preços mais acessíveis por lá.

Downtown & Brooklyn

Downtown fica ao sul do distrito de Manhattan e possui bairros como o TriBeca para ficar. 

Cruzando a icônica ponte do Brooklyn, o bairro que leva o mesmo nome tem se tornado uma das opções mais descoladas e hype da cidade. Com preços mais acessíveis, o Brooklyn tem recebido jovens e pessoas que querem viver um lado mais diferente de Nova York – e tão incrível quanto.

Onde ficar em Nova York gastando pouco:

Se você quer economizar e está procurando onde ficar em Nova York, nós encontramos alguns achados baratinhos nas melhores regiões da cidade. Na última vez que fui, por exemplo, fiquei ao lado da Union Square em um hotel chamado Seafarers International House que valeu super a pena pelo custo-benefício.

Apesar do banheiro ser compartilhado, fora do quarto, a localização do hotel é ótima, a poucas quadras do metrô que leva para todos os lados da cidade. Se você é como eu, que só volta para o hotel para dormir, vale a pena a estadia para economizar. É um hotelzinho mais antigo, mas com tudo limpinho e bem ok!

Também já consegui  ofertas-espertas pelo Booking.com e fiquei em um ótimo hotel ao lado da Times Square pagando pouco. Então vale ficar de olho nas ofertas do dia, olha só aqui embaixo:

Booking.com

Você também pode encontrar boas opções de hotéis baratos em Nova York no Soho, Upper East Side, Midtown, ainda em Manhattan, ou no Brooklyn. Você vai encontrar preços baixíssimos em Chinatown e Koreatown. Porém, eu não recomendo. Dá para achar acomodações ok em bairros melhores 🙂

Neste guia, nós damos as sugestões dos melhores hotéis e hostels para você pagar baratinho na sua hospedagem em Nova York. É só descer mais um pouquinho  🙂 .


Guia Onde Ficar em Nova York Bairro a Bairro

Aqui, você vai ver opções de hospedagens que vão do econômico ao luxo nos melhores bairros de Manhattan e Brooklyn.

Abaixo, vamos falar de nossas recomendações de hotéis baratos, com custo-benefício e sofisticados nos melhores bairros de Nova York:


Onde ficar em Nova York:

Manhattan

Nada melhor do que começar pelo distrito mais famoso de Nova York, Manhattan. Porém poucas pessoas sabem que Manhattan é uma ilha que fica entre os rios Hudson, East e Harlem.

Manhattan foi fundada em 1683 e é o distrito mais antigo de Nova York. Por ser o coração da cidade, a infraestrutura é muito boa, você consegue fazer tudo praticamente a pé e utilizando ônibus e os famosos metrôs que estão espalhados por toda a região.

O sucesso da ilha é devido os diversos acontecimentos e atrações que possui. Por lá, estão concentradas 90% das atrações turísticas de Nova York.  Porém, Manhattan contém o metro quadrado mais caro do mundo. Apesar de super concorrida, é uma das melhores regiões para ficar e dá para encontrar boas opções de hospedagem por preços acessíveis sim.

Onde ficar em Nova York: O Guia Completo Bairro a Bairro
A incrível Manhattan, em Nova York

Veja as dicas de hoteis em Nova York por bairro:


Upper East Side

Upper East Side é um dos bairros mais caros de Nova York. Porém, é um sonho! Você se sente em um filme e só precisa andar alguns metros para chegar ao Central Park.

Por lá, vivem famílias tradicionais americanas como os Rockefeller’s, Kennedy’s e os Roosevelt’s. Além disso, importantes bancários, empresários e advogados também possuem casas nessa região.

Deixando as residências luxuosas que ultrapassam os 30 milhões de dólares de lado, o bairro possui muitas lojas, como a famosa loja de departamentos de luxo Bloomindales e Barney’s.

Veja nossas indicações de hospedagens em Upper East Side

Hoteis no Upper East Side 5 estrelas:

The Surrey

É uma das opções mais queridas para quem quer conforto e vista sensacional para apreciar. O hotel cinco estrelas possui um jardim sazonal na cobertura de onde é possível visualizar o Central Park, que está apenas a 136 metros de distância.

Garanta sua reserva no The Surrey.

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

The Mark New York

É um hotel bem localizado, a um quarteirão do Central Park. Possui design artístico moderno e quartos espaçosos e confortáveis. Para quem não quer sair da rotina, o The Mark New York contém academia super equipada, bicicletas disponíveis aos hóspedes e até um salão de beleza.

Garanta sua reserva no The Mark New York

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Lowell Hotel

 A hospedagem boutique fundada em 1927 deixa qualquer um encantado com a decoração clássica em algumas áreas. O Lowell Hotel possui restaurantes com pratos elegantes e deliciosos. Além disso, fica bem pertinho do Central Park.

Garanta sua reserva no Lowell Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Hotéis com bom custo-benefício em Upper East Side

The Franklin Hotel 

É uma hospedagem com um bom custo-benefício e que oferece café da manhã incluso. Em poucos passos você chega ao Central Park e no Museum Mile. Os quartos são confortáveis, espaçosos e possuem um decoração mais clássica.

Garanta a sua reserva no The Franklin Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Hotel Wales

O três estrelas de arquitetura histórica é uma delícia e vale muito a estadia. Além disso, se você quiser levar seu pet para Nova York o Wales aceita animais de estimação. Eba! Ao redor do hotel você vai encontrar o Central Park, lojas e restaurantes da Madison Avenue.

Garanta sua reserva no Hotel Wales

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Bentley Hotel

É uma excelente opção para quem prefere uma hospedagem de boa localização e quartos confortáveis. Os quartos são espaçosos e aconchegantes, além de possuir comodidades para pessoas com mobilidades reduzidas. A estação de metrô fica a menos de 1 km da propriedade.

Garanta sua reserva no Bentley Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Onde Ficar em Nova York barato em Upper East Side: 

Upper East Side é um bairro muito caro de Manhattan e por isso não há hotéis com preços mais acessíveis. Porém, desce mais um pouquinho que no bairro vizinho já tem boas opções  😉 .


Upper West Side

Upper West Side é um bairro um pouco menos caro que Upper East Side e fica entre o Central Park e o Hudson River. Neste bairro acontecem várias feirinhas durante o verão, que são ótimas para comer comidas de rua. Além disso, o bairro conta com famoso Museu de História Natural de Nova York, que possui esqueletos imensos de dinossauros.

Hoteis em frente ao Central Park Nova York, no Upper West Side – 5 estrelas

Mandarin Oriental New York

Para quem quer luxo, o Mandarin Oriental é sempre uma excelente opção. Queridinho de celebridades, mistura toques orientais nos pequenos detalhes da decoração contemporânea.

Além disso, fica ao lado do Central Park. O hotel conta com uma piscina grande, spa completo, academia e o restaurante Asiate, com uma vista panorâmica de Columbus Circle, assim como os quartos.

Garanta sua reserva no Mandarin Oriental New York

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Trump International New York

O famoso hotel do presidente americano, Donald Trump, oferece luxo e conforto. O cinco estrelas está a 5 minutos do Central Park. Além disso, a  propriedade dispõe de spa, academia, duas piscinas e um restaurante com bons pratos.

Garanta sua reserva no Trump International New York

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Hotéis com bom custo-benefício em Upper West Side

Hotel Lucerne

Com decoração clássica, oferece um bom custo-benefício para quem prefere uma hospedagem confortável com um preço mais acessível. A decoração é clássica e aconchegante.

A propriedade dispõe de quartos espaçosos, restaurante e academia. A  estação de metrô da 79th street está a 150 metros do Lucerne.

Garanta sua reserva no Hotel Lucerne

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Empire Hotel

É uma boa opção de hotel em Upper West Side. A decoração é moderna e os quartos bem confortáveis. O Empire possui piscina, deck com bar, lounge bar com vista do Lincoln Center. O Central Park está a 161 metros da propriedade.

Garanta sua reserva no Empire Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Park West Hotel

Localizado a 60 metros do Central Park o West Hotel possui decoração moderna e quartos confortáveis. Além disso, para quem precisar lavar roupas é possível utilizar a lavanderia do West Hotel.

Garanta sua reserva no Park West Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Hoteis baratos em Nova York proximo ao Central Park – Upper West Side

Central Park West Hostel

É uma das opções mais econômicas de Upper West Side e que fica pertinho da Estação de Metrô 86th Street. A propriedade dispõe de uma cozinha em comum onde os hóspedes preparam refeições. Os dormitórios tem armários individuais.

Garanta sua reserva no Central Park West Hostel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Broadway Hotel & Hostel

A propriedade oferece serviço tanto de hotel como de hostel, o que é ótimo para quem precisa de um valor mais econômico. Você pode optar por quartos de casal privativos ou compartilhados. A cozinha é compartilhada e a área de lazer também.  Os quartos são espaçosos e aconchegantes.
O Broadway Hotel & Hostel fica a 800 metros do Central Park

Garanta sua reserva no Broadway Hotel & Hostel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Confira aqui mais opções de onde ficar em Nova York gastando pouco.

Midtown

Este é o bairro do burburinho de Nova York, já que fica bem no centro de Manhattan. Em Midtown, você encontra diversos prédios empresariais importantes, arranha-céus e lojas. Mais de 3 milhões de pessoas trabalham nesta região.

Os principais pontos turísticos de Nova York estão em Midtown, como o Grand Central Terminal, Times Square e o Rockefeller Center. Além de diversões, Midtown possui hospedagens para todos os gostos e bolsos. Veja a seleção que fizemos para você.

Hoteis em Midtown Manhattan

Gramercy Park Hotel

Um dos hotéis mais luxuosos de Midtown, possui decoração clássica e te deixa com a sensação de estar em um filme. O piso dos quartos é de carvalho e possuem artes exclusivas do século XX.

A propriedade dispõe de restaurantes, serviço de spa e academia. Além disso, os hóspedes podem apreciar concertos e DJ ao vivo em algumas noites. É uma das melhores opções na lista de onde ficar em Nova York. Gostou?

Garanta sua reserva no Gramercy Park Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Warwick New York

Este cinco estrelas é ideal para quem quer ficar em um hotel luxuoso e de ótimo serviço. A propriedade possui dois restaurantes, bar, academia e serviço de concierge. O hotel fica a 162 metros do Museu de Arte Moderna e a 350 metros da 5ª Avenida e da casa de shows Radio City Music Hall.

Garanta sua reserva no Warwick New York

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Lotte New York Palace

O belíssimo hotel possui comodidades de tirar o fôlego, com decoração clássica e luxuosa. A propriedade oferece academia completa e um spa de 650 m².

É só colocar o pé para fora do hotel e você já está em frente a famosa Catedral de São Patrício. Daqueles lugares que são um soooonho, pra colocar na listinha de onde ficar em Nova York se puder ficar lá. :).

Garanta sua reserva no Lotte New York Palace

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Hoteis em New York proximos a Times Square com bom custo-benefício

Pod Times Square

Com decoração moderna, a propriedade oferece quartos confortáveis e espaçosos. O restaurante do hotel é uma delícia e muito lindo.

A Times Square está situada a 600 metros do Pod Times Square, enquanto o Centro de Convenções Jacob K. Javits fica a 800 metros. Gostou?

Garanta sua reserva no Pod Times Square

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Hotel Pennsylvania

É uma das propriedades com bom custo-benefício de nossa lista de onde ficar em Nova York. É um hotel para quem quer passar a maior parte do dia na rua curtindo as atrações da cidade. O Hotel Penn fica a 805 metros da Times Square e a 1,9 km do Museu de Arte Moderna.

Garanta sua reserva no Hotel Pennsylvania

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Hoteis baratos em Nova York perto da Times Square, em Midtown

Carlton Arms Hotel

O hotel fica em meio a movimentação de Manhattan, localizado a 483 metros do Parque Madison Square. Os quartos do Carlton Armas são uma das maiores atrações do hotel, mas é preciso ir com a mente aberta. A decoração com murais, pinturas e outras obras de arte (nem sempre bonitas) foram feitas por artistas locais e viajantes que reformaram os interiores.

Garanta sua reserva no Carlton Arms Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

American Dream

As opções mais em conta de onde ficar em Nova York ficam por conta dos hostels. O American Dream é um deles e que não deixa a desejar. Os quartos são confortáveis e contam com banheiros compartilhados.

O café da manhã está incluso na hospedagem. A propriedade fica perto de várias atrações locais, a cerca de 1,4 km do Empire State Building e a cerca de 1,6 km do Chrysler Building.

Garanta sua reserva no American Dream

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Chelsea

O Chelsea é um dos bairros tradicionais de Nova York e possui muitas atrações. Nos anos 90 o bairro foi muito popular, hoje é super diversificado e vale a pena conhecer. É lá que fica o Chelsea Market (um must da cidade) e o comecinho do parque mais descolado de Nova York, o HighLine. Porém, as opções de hotéis mais em conta são poucas.

Hotéis luxuosos em Chelsea

Hyatt House New York/Chelsea

Quem quer luxo e praticidade este hotel é uma boa ideia para se hospedar enquanto estiver em NY. O Hyatt House New York conta com quartos com decoração moderna e microondas, algumas possuem cozinha compacta.  A estação de metrô mais próxima está situada a 161 metros do Hyatt House New York/Chelsea.

Garanta sua reserva no Hyatt House New York Chelsea

Hilton New York Fashion District

A decoração moderna está presente por todo o hotel. Os quartos são espaçosos e bem confortáveis. A propriedade possui academia e business center que  ficam abertos 24 horas. O restaurante possui opções variadas de pratos.

O Hilton New York Fashion District fica em uma boa localização, a 1,8 km da Times Square, no Fashion District do Chelsea.

Garanta sua reserva no Hilton New York Fashion District

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Dream Downtown

É um emblemático hotel do Chelsea que possui uma moderna decoração de deixar os hóspedes perplexos. A propriedade oferece lounge VIP, cobertura com vista panorâmica, restaurante e piscina ao ar livre com cabanas privativas.

O Parque Hudson River fica a 1,4 km deste hotel. As Estações Greenwich Village e New York Penn ficam a 1,6 km da propriedade. É uma super opção na lista de onde ficar em Nova York.

Garanta sua reserva aqui no Dream Dow

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Hotéis com bom custo-benefício em Chelsea.

Chelsea Pines Inn

Este três estrelas é uma das opções que vale a pena na lista de onde ficar em Nova York. Ele é uma espécie de hotel “bed & breakfast”, no qual um morador abre a sua casa para viajantes e cobra um valor pelo quarto e café da manhã.

As acomodações do Chelsea Pines Inn são confortáveis e aconchegantes. A propriedade  fica a 330 metros do famoso mercado de Chelsea. A estação de metrô 14th Street (linhas A, C, e E) também está situada nas proximidades.

Garanta sua reserva no Chelsea Pines Inn

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Renaissance New York Chelsea Hotel

O hotel é muito bom e confortável, os quartos são espaçosos e aconchegantes. Além disso o Renaissance oferece  piscina ao ar livre e academia completa para os hóspedes. O aeroporto mais próximo é o Aeroporto LaGuardia, a 16 km do Renaissance New York Chelsea Hotel.

Garanta sua reserva no Renaissance New York Chelasea Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Holiday Inn Manhattan 

 Uma boa opção de bom custo benefício é o Holliday Inn, com decoração moderna e prática. Além de ser confortável, a propriedade aceita pets e possui academia. O Holiday Inn está a apenas 3 quarteirões da Estação de Metrô 28th Street.

Garanta sua reserva no Holiday Inn Manhattan

Onde ficar em Nova York: O Guia Completo Bairro a Bairro

Hotéis baratos no bairro de Chelsea Manhattan – Onde ficar em Nova York

CITY ROOMS NYC – Chelsea 

 Está hospedagem duas estrelas é uma excelente opção de acomodação mais barata. Os quartos são confortáveis e possuem cofres. Já os banheiros são compartilhados. Situada a apenas 200 metros da Estação de Trem de Penn e da Madison Square Park.

Garanta sua reserva no City Rooms NYC

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

West Village (Greenwich Village),

Soho e East Village

Estes bairros ficam bem próximos um ao outro. Para facilitar a sua pesquisa, resolvemos juntá-los na mesma categoria.

West e East Village são bairros residenciais em Manhattan. Além de muitas moradias, o bairro possui lojinhas e restaurantes que são uma delícia. Muitos artistas moram nesta região de Nova York e é em West Village que “moravam” os personagens de Friends. Além disso, este bairro possui características semelhantes a algumas cidades europeias.

SoHo é um dos bairros mais seguros de Manhattan e que possui uma vida artística bem agitada. Além disso a região contém bastante galerias e boutiques. Boa parte de indústrias têxteis se desenvolveram em SoHo, por isso você vai notar que há bastantes prédios industriais por lá.

Onde ficar em Nova York em West Village e SoHo em hotéis 5 estrelas

The Dominick Hotel

Se você está procurando luxo, esta hospedagem é uma boa escolha para a sua viagem. Os quartos são bem confortáveis e possuem janelas com vista panorâmica. 

A propriedade oferece serviço de spa completo e 4 restaurantes. A piscina sazonal ao ar livre no 7º andar oferece vista da cidade e tem um bar.

O parque Washington Square fica a menos de 1 km do The Dominick Hotel. Ai, é um sonho para colocar na lista de onde ficar em Nova York.

Garanta sua reserva no The Dominick Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

SIXTY SoHo

 O cinco estrelas supera qualquer as expectativa. A propriedade oferece quartos contemporâneos e dispõe de um restaurante e um bar sazonal na cobertura, com vistas da piscina.

A Estação de Metrô Spring Street fica a 161 m do SIXTY Soho. Já o Chinatown está a menos de 1,6 km de distância.

Garanta sua reserva no Sixty SoHo

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Hotel Hugo

Projetado pelo renomado arquiteto Marcello Pozzi, este hotel inspira-se no ambiente industrial da região.Os quartos são confortáveis e espaçosos. A propriedade possui um bar bem iluminado na cobertura. O hotel fica a 3,9 km da Times Square, a 5,6 km do Central Park e a 3,8 km da Broadway.

Garanta sua reserva no Hotel Hugo

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Onde Ficar em Nova York com bom custo-benefício em West Village e SoHo.

Incentra Village Hotel

Um excelente hotel para colocar na lista de onde ficar em Nova York com ótimo custo-benefício. Com estilo vitoriano,  fica em dois sobrados de pedras tradicionais construídos em 1841. Os quartos são confortáveis e contam com cozinha compacta. O hotel fica apenas a 400 metros da estação de metrô com acesso às linhas 1, 2 e 3.

Garanta sua reserva no Incentra Village Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Solita Soho Hotel

Esta hospedagem é ideal para quem procura um hotel prático e pretende passar seus dias em Nova York na rua. O Solita possui quartos confortáveis e com decoração moderna-prática. o Memorial e Museu Nacional do 11 de Setembro fica a 2 km da propriedade.

Garanta sua reserva no Solita Soho Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

138 Bowery

Umas das boas opções de hospedagem por custo-benefício de SoHo é o 138 Bowery. A decoração é clean e os quartos espaçosos, além disso a propriedade aceita pets. A Ponte do Brooklyn fica a 2,6 km do 138 Bowery, enquanto o Memorial & Museu Nacional do 11 de Setembro está a 3,1 km de distância.

Garanta sua reserva no 138 Bowery

Onde Ficar em Nova York: O Guia Completo Bairro a Bairro

Hotéis com econômicos em West Village e SoHo – Onde Ficar em Nova York

The Jane

O The Jane é um bom hotel econômico de Nova York. O Estilo antigo até lembra um pouco algumas cenas dos filmes de época. A estação de metrô fica a 645 metros do The Jane, enquanto o Parque Washington Square fica a 1,8 km da propriedade.

Garanta sua reserva no The Jane

Onde Ficar em Nova York: O Guia Completo Bairro a Bairro

TriBeca

Chegamos em lower Manhattan, a região mais ao sul da ilha. O bairro de Tribeca é um dos mais populares de Nova York. A região abriga a residência de diversos famosos como Beyoncé, Justin Timberlake e Leonardo DiCaprio. Imagina estar andando no bairro e encontrar um deles?

Além disso, Tribeca foi eleito o bairro mais seguro da cidade e por isso também é considerado uma região cara.

Se você andar por Tribeca vai se deparar com carros luxuosos, lojas de marcas renomadas e restaurantes reconhecidos.

O bairro fica próximo do Ground Zero e One Trade Center. Além disso, Tribeca possui hotéis excelentes que vão deixar a sua viagem muito mais aconchegante. 

Porém, como é um bairro disputadíssimo, nós não encontramos nenhuma hospedagem boa e baratinha por lá.

Hotéis luxuosos em Tribeca

Four Seasons Hotel New York Downtown

Para quem procura uma hospedagem luxuosa como o bairro, o Four Seasons é sempre uma boa ideia. O hotel contém uma decoração moderna e clean, que deixa o clima muito aconchegante.

A propriedade possui  spa, academia completa e restaurante com pratos variados. O Memorial e o Museu Nacional do 11 de Setembro estão a 400 m do Four Seasons. Se você quer um hotel chiquérrimo em sua lista de onde ficar em Nova York, aqui está.

Garanta sua reserva no Four Seasons Hotel New York Downtown

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

The Greenwich Hotel

Excelente escolha para se hospedar em Tribeca, o The Greenwich possui decoração mais clássica e quartos espaçosos. O local conta com uma piscina subterrânea, spa, academia e restaurante.

Se você preferir, é possível contratar o serviço de concierge oferecido pelo hotel. O Tribeca Performing Arts Center e o Washington Market Park ficam a menos de 500 metros do Greenwich Hotel.

Garanta sua reserva no The Greenwich Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Onde ficar em Nova York com bom custo-benefício em Tribeca

The Roxy Hotel Tribeca

 Este quatro estrelas é uma hospedagem com bom custo-benefício. O estilo clássico-moderno do hotel deixa o clima bem gostoso. É uma boa dica para anotar aí na sua listinha de onde ficar em Nova York.

A propriedade dispõe de academia, sala de cinema, empréstimo de bicicleta  e serviço de concierge. O Bar & Lounge oferece DJs e entretenimento ao vivo.A estação de metrô Canal Street fica a 484 metros.

Garanta sua reserva no The Roxy Hotel Tribeca

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Hilton Garden Inn New York/Tribeca

É uma opção de hotel para quem procura passear muito por Nova York e também curtir um pouquinho a hospedagem.

O Hilton Garden possui quartos com decoração contemporânea, academia, bar e restaurante. A estação de metrô fica bem na frente da propriedade, o Chinatown e Little Italy estão a cerca de 12 minutos a pé do hotel.

Garanta sua reserva no Hilton Garden Inn New York Tribeca

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Duane Street Hotel Tribeca

O Duane é um boutique hotel que vale a pena a estadia. Os quartos possuem decoração moderna e são bem aconchegantes. Além disso o hotel oferece academia e restaurante com pratos asiáticos urbanos, além de um bar com coquetel.

Garanta sua reserva no Duane Sreet Hotel Tribeca

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Brooklyn

O Brooklyn é o bairro que fica ao ladinho de Manhattan. Ele está se tornando super hype e descolado, queridinho por muuuitos visitantes que buscam um lado B de Nova York. Além disso, no Brooklyn, além dos bons preços você tem uma vista panorâmica incrível de Manhattan.  

A região é a mais populosa de Nova York e é conhecida por ser o bairro de muitos artistas. Diferente de Manhattan, as ruas do Brooklyn são mais calmas, apesar de conter bares e restaurante animados.

O Brooklyn possui diversas opções de hospedagens que vão do luxo ao econômico. Separamos alguma dicas de hotéis para você.

Onde ficar no Brooklyn NY nos melhores hotéis:

1 Hotel Brooklyn Bridge

Se tem um hotel que é meu maior sonho de hospedagem, é esse aqui. Inclusive, fiz até um trabalho de pós-graduação sobre ele. Referência em sustentabilidade no mundo hoteleiro, o 1 Hotel é a melhor hospedagem do Brooklyn. 

Tem uma vista panorâmica de Manhattan e da Ponte do Brooklyn, além de quartos confortáveis em estilo moderno-urbano. Além disso,  a propriedade dispõe de piscina, academia e áreas compartilhadas de trabalho.
O 1 Hotel está localizado a 644 metros do calçadão da Ponte do Brooklyn.
Veja mais sobre o 1 hotel e por que ele é minha paixão em NYC aqui. Obs: O 1 Hotel também está presente em frente ao Central Park.  

Garanta sua reserva no 1 Hotel Brooklyn Bride

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

The Williamsburg Hotel

 Quer ficar no Brooklyn e em um hotel lindo? O The Williamsburg é a hospedagem ideal. Todos os detalhes da decoração moderna-industrial são lindos. Os quartos são aconchegantes e possuem janelas de 3 metros.

A piscina ao ar livre contém uma maravilhosa vista de Nova York. A Brooklyn Brewery (cervejaria) fica a 2 minutos a pé do The Williamsburg Hotel. Já a Ponte de Williamsburg, que leva a Manhattan, está situada a 2 km da propriedade.

Garanta sua reserva no The Williamsburg Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

The William Vale

O sofisticado The William é um hotel para quem procura luxo. A propriedade dispõe de uma piscina de 18 metros na cobertura, além de academia e restaurante comandado pelo chef Andrew Carmellini.

Os quartos são espaçosos e possuem vista panorâmica de Nova York. O The William Vale fica a 6,5 km da arena Barclays Center, enquanto o Museu do Brooklyn está a 7,3 km de distância.

Garanta sua reserva no The William Vale

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Onde ficar em Nova York com bom custo-benefício no Brooklyn

The Box House Hotel

Já pensou ficar hospedado em uma antiga fábrica? O The Box House é um hotel que fica no lugar de uma das antigas fábricas do Brooklyn. Os lofts e suites são decorados com obras de arte originais e são bem confortáveis.

A propriedade oferece piscina, sauna, academia, lavanderia 24h e restaurante. A estação de metrô mais próxima fica a 1 km da propriedade.

Garanta sua reserva no The Box House Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

McCarren Hotel & Pool

É uma das hospedagens para quem procura um bom hotel e que seja confortável. O McCarren possui quartos bem gostosos e espaçosos, com decoração contemporânea.

Além disso, na cobertura é possível ter vista panorâmica do Manhattan. A estação de metrô Bedford Avenue fica a cerca de 500 metros do hotel.

Garanta sua reserva no McCarren Hotel & Poll

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

The Tillary Hotel Brooklyn

Este três estrelas é uma boa dica de hospedagem para quem procura onde ficar em Nova York. O The Tilary é uma graça, muito bem decorado e aconchegante. O hotel possui academia para os hóspedes e aceita pets.

Você também tem acesso a um jardim com um bar de cervejas, que abre de segunda a sábado, das 17h às 23h. Um charme! A Ponte do Brooklyn fica a 1,4 km do The Tillary Hotel Brooklyn.

Garanta sua reserva no The Tillary Hotel Brooklyn

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Hotéis com econômicos no Brooklyn – Onde ficar em Nova York

Condor Hotel Brooklyn

Para quem procura uma opção mais em conta no Brooklyn o Condor hotel é bem ideal. Os quartos são espaçosos e possuem decoração moderna.

O Condor Hotel no Brooklyn dispõe de pátios, jardim,  lounge de uso comum e também lavanderia. Além disso, o café da manhã está incluso na hospedagem.

 O hotel fica a 12 minutos a pé da Estação de Metrô Flushing Avenue, da linha G.

Garanta sua reserva no Condor Hotel

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

The Brooklyn

Este hotel três estrelas é muito bom e possui um valor mais econômico, já que fica um pouco mais afastado de Manhattan, mas no centro do Brooklyn. Os quartos dele são aconchegantes e têm decoração moderna.

Garanta sua reserva no The Brooklyn.

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Holiday Inn Brooklyn Downtown 

 É uma excelente escolha de hospedagem. O Holiday Inn possui uma infraestrutura muito boa, como piscina aquecida, banheira hidromassagem, sauna e academia. Os quartos são espaçosos e possuem ferro e tábua de passar para quem precisar.

Garanta sua reserva no Holiday Inn Broklyn

Onde ficar em Nova York: o Guia Completo dos Melhores Bairros

Onde ficar em Nova York: Mapa de hotéis na Big Apple

E você? gostou do guia onde ficar em nova York bairro a bairro? Veja aqui mais opções de hospedagem e faça a sua reserva.

Booking.com

Continue lendo sobre Nova York:

1 Deixe seu comentário
2 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
onde ficar em Nova York gastando pouco

Procurando onde se hospedar em Nova York? Separamos as melhores dicas de onde ficar em Nova York gastando pouco com várias opções de acomodações baratas na Big Apple. Confira só!


Escolher a melhor opção de onde ficar em Nova York gastando pouco pode parecer um grande desafio, não é mesmo? Por se tratar de uma grande cidade tão turística e com uma infinidade de opções, essa tarefa exige muita pesquisa e claro, tempo disponível.

Mas para te ajudar nessa busca, preparamos este post que reúne as melhores dicas com tudo o que você precisa saber na hora de escolher onde ficar em Nova York gastando pouco. 

Aqui selecionamos opções de hospedagem para quem vai viajar em um grupo de amigos, em família, e claro, para quem vai sozinho. Independente de com quem você vai viajar, neste post te damos a chave de alguns cantinhos baratos e surpreendentes na cidade.

Vamos lá?

Skyline Nova York
Skyline da cidade de Nova York

Onde ficar em Nova York gastando pouco

Conhecida por ser uma das cidades mais cosmopolitas do mundo, Nova York é a cidade dos sonhos de muita gente.

A cidade concentra diversas atrações turísticas e é o destino ideal para quem quer conhecer o estilo de vida icônico da Big Apple. É uma das metrópoles mais procuradas por pessoas que pretendem viajar para os Estados Unidos, por isso a diversão e agenda cheia são garantidos!

Passagens compradas, chegou a hora que muito amam: O planejamento da viagem! Entender a cidade, fazer planos e programação dos dias.. o momento que eu, particularmente, adoro!

Mas no momento de escolher onde ficar em Nova York gastando pouco, a dica de ouro é conhecer os arredores da cidade, sua proximidades com metrôs e pontos turísticos que queira visitar. Esse um grande diferencial para escolher a hospedagem certa e que vale a pena.

Pensando nisso, preparamos algumas dicas iniciais para te orientar por onde começar a sua busca. Confira só:

Dicas para encontrar acomodações baratas em Nova York:

  • Procure suas acomodações e tente fazer a reserva da sua hospedagem, passeios e até mesmo shows com o máximo de antecedência. Assim, você garante os melhores preços e acha onde ficar em Nova York gastando pouco.
  • Uma outra dica é visitar a cidade em épocas fora do período de temporada e de grandes eventos ou feriados. Isso também pode te ajudar a economizar na viagem tão sonhada.
  • Se você vai viajar com seus amigos ou familiares, optar por um apartamento em Manhattan pode ser uma ótima escolha para dividir os custos e sair mais em conta. 
  • Se seu sonho é conhecer a Times Square, o Empire State Building ou até mesmo o Rockefeller Center, ficar em bairros como Midtown, em Manhattan, pode ser uma opção. Porém, locais mais afastados como Harlem, em Manhattan, ou no Brooklyn sempre terão opções mais baratas. Optar por esses lugares e utilizar o transporte público da cidade é uma boa pedida. Porém, é preciso calcular o valor do deslocamento para ver se o custo-benefício compensa.
  • Se for ficar por uma longa temporada em Nova York, tente encontrar opções de hospedagem no CraigsList ou em uma residência estudantil, onde você paga um valor fixo por mês de aluguel.

As melhores regiões para se hospedar

Além disso, a cidade é dividida em 5 distritos. Entre os distritos de Nova York, Manhathan e Brooklyn são os mais indicados para se hospedar, com uma infinidade de hotéis, restaurantes, atrações turísticas, museus e parques.

Para saber detalhadamente sobre os bairros de Nova York, não deixe de ver o guia completo que preparamos no post Onde Ficar em Nova York.

Existem opções para todos os gostos e bolsos, mas vamos te mostrar a seguir onde ficar em Nova York gastando pouco em vários tipos de acomodações como hostels, hotel e até mesmo apartamentos.

Confira abaixo todas as dicas:


viva o mundo

Acomodações com o melhor custo benefício:

onde ficar em Nova York gastando pouco
A incrível Manhattan, em Nova York

Manhathan

Onde ficar em Nova York gastando pouco em Hostel

HI NY Hostel

Para quem procura por uma boa localização, o HI NY Hostel está localizado em um dos bairros nobres de Manhattan, o Upper West Side, o bairro queridinho das celebridades e é ideal para quem quer proximidade com diversos pontos turísticos, museus e parques.

O Hostel fica há 10 minutos a pé do Central Park e a um quarteirão da rua da Brodway. Seus quartos são no estilo compartilhados com a opção de quartos para famílias. 

Sua decoração é bem moderna e o hostel é repleto de áreas comuns para quem vai viajar sozinho e pretende fazer amigos.

Há opções de quartos só para mulheres ou só para homens, assim como uma opção de quarto para não fumantes.

Além disso, para quem quer bater perna por aí, com apenas 10 minutos de caminhada você chega à estação de metrô 103rd Street. Um prato cheio para se locomover pela cidade com facilidade e conhecer bairros mais agitados como, Lower East Side.

Os banheiros são compartilhados e alguns quartos tem café da manhã incluso. Uma ótima opção que une boa localização e praticidade!

onde ficar em Nova York gastando pouco
Quarto compartilhado no Hi Hostel em Nova York
Características do hotel:

Veja um resumo do que o HI NY Hostel oferece com os itens marcados com X:

  • Café da manhã incluso – X
  • Banheiro compartilhado X
  • Proximidade com metrô X
  • Pet Friendly –
  • Restaurante X
  • Cozinha compartilhada – X
  • Academia –
  • Lavanderia X
  • Áreas Comuns X
  • Free Wifi X
  • Piscina –
  • Moderno X
New York City
New York City

Onde ficar em Nova York gastando pouco – Apart Hotel

WeLive Wall Street

Uma outra alternativa para quem vai para Nova York em família ou com amigos é alugar um apartamento. Essa pode ser uma ótima opção para ter um cantinho com mais espaço e privacidade, além de ser uma boa pedida para dividir os custos da diária.

Recomendamos o WeLive Wall Street pela sua excelente localização – Na famosa Wall Street – o hotel fica próximo a museus, memoriais e grandes pontos turísticos, como a Estátua da Liberdade e a famosa Bloomingdale’s.

A decoração é um show a parte mesclando o conforto de um apartamento com a modernidade de um hotel. As instalações são super bem equipadas com eletrodomésticos, tv de tela plana e o local ainda oferece diversos serviços que dão aquela ajuda durante a viagem como lavanderia e restaurante. O destaque fica para a banheira de hidromassagem disponível no aparthotel.

We Live Hotel
Cozinha We Live Hotel
Características da acomodação:

O que o We Live Hotel oferece estão marcados com o X no lado:

  • Café da manhã incluso –
  • Banheiro compartilhado –
  • Proximidade com metrô X
  • Pet Friendly –
  • Restaurante X
  • Cozinha compartilhada – X
  • Academia –
  • Lavanderia X
  • Áreas Comuns X
  • Free Wifi X
  • Piscina –
  • Contemporâneo X

Brooklyn

Onde ficar em Nova York gastando pouco – Hostel

NY Moore Hostel

Para os amantes do grafite o NY Moore Hostel é um prato cheio. Com móveis rústicos, os grafites das paredes dos quartos compartilhados e das áreas comuns do Hostel dão um vida e cor com um ar moderno para os ambientes.

Nas opções de acomodação, há opções de quartos apenas para mulheres ou mistos, e também quartos para famílias e não fumantes.

O hostel fica localizado no bairro do Brooklin, a 4 km do Barclays Center e a 16 minutos de Manhathan. Para quem gosta de realmente viver a cidade e utilizar o transporte público, uma das estações de metrô mais próxima, a Montrose Avenue, fica a 500 metros de distância do hostel.

O NY Moore Hostel é uma ótima opção pra quem quer gastar pouco mas ao mesmo tempo estar em uma boa localização.

NY Moore Hostel
Área de Convivência no NY Moore Hostel
Características do hotel:

Confira abaixo as características do NY Moore Hostel nos itens que tem o X

  • Café da manhã incluso –
  • Banheiro compartilhado –
  • Proximidade com metrô X
  • Pet Friendly –
  • Restaurante –
  • Cozinha compartilhada – X
  • Academia –
  • Lavanderia –
  • Áreas Comuns X
  • Free Wifi X
  • Piscina –
  • Moderno X

Onde ficar gastando pouco em Nova York em apartamento

Private Garden Apartment

Para ficar hospedado se sentindo em casa, o Private Garden Apartment possui 3 quartos, uma cozinha super bem equipada e para os amantes de churrasco, o apartamento dispõe de uma churrasqueira e jardim.

Localizado na Cleveland Street, próximo à estação de metrô Atlantic Avenue e a 9 km do Barclays Center, o Private Garden Apartment é ideal para que a sua locomoção pela cidade ser fácil e rápida.

A comodidade fica por conta da recepção 24horas e o fornecimento de toalhas e roupas de cama por um custo extra.

Para quem vai viajar entre amigos ou com familiares e procura por economia sem abrir mão do conforto e privacidade, o Private Garden pode ser uma boa opção para a sua viagem.

Private Garden Apartment
Cozinha do Private Garden Apartment
Características do hotel:

Veja o que o Private Garden Apartment oferece (itens marcados com o X):

  • Café da manhã incluso –
  • Banheiro compartilhado –
  • Proximidade com metrô X
  • Pet Friendly –
  • Restaurante –
  • Cozinha compartilhada – X
  • Academia –
  • Lavanderia –
  • Áreas Comuns X
  • Free Wifi X
  • Piscina –
  • Clássico X

Para ver mais opções de hospedadem em Nova York, clique no mapa abaixo e confira:

Booking.com

Gostou das dicas deste post? Deixe seu comentário abaixo contando como foi sua estadia em Nova York!

Leia mais:

0 Deixe seu comentário
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
Conheça Santa Teresa Costa Rica: um roteiro completo
viva o mundo

Desvende Santa Teresa e entenda porquê ela é uma das praias preferidas na Costa Rica.

Se tem um lugar que me apaixonei completamente na Costa Rica é pela praia de Santa Teresa. Reduto de surfistas e yoginis, a vibe do lugar é completamente ligada ao ritmo da natureza.

Acorde com o nascer do sol para surfar ou fazer um yoga matinal, relaxe nas sombras naturais na praia de areia branca durante a manhã, almoce uma comidinha local deliciosa e repita tudo isso à tarde. E, se você não gosta desse tipo de programa, já tire Santa Teresa de sua lista. 

A cidadezinha ‘roots’ é um charme, e sem dúvida um dos melhores lugares do mundo para descansar. Com lojinhas, ótimos restaurantes e boas opções de hospedagem, Santa Teresa parece unir o bom astral com férias fora do eixo turístico. Não é à toa que muitos visitantes acabam se tornando moradores locais, já que se apaixonam pelo estilo ‘Pura Vida’ do vilarejo.

Santa Teresa é uma cidade praiana na Península de Nicoya em Puntarenas, na Costa Rica. Mesmo que seja mais conhecida com a terra do surfe, essa pacata vila de pescadores reserva belezas naturais belíssimas. 

Dessa maneira, é quase impossível não ser conquistado pelo encontro mar, areias brancas e verde da natureza de Santa Teresa. Mergulhe com a gente neste post e descubra todo o charme de Santa Teresa Costa Rica.

Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
viva o mundo

Onde fica Santa Teresa, Costa Rica

Santa Teresa fica na ponta oeste da Península de Nicoya, na Costa Rica, na América Central.

A Península de Nicoya é a maior da costa-riquenha, são cerca de 120 quilômetros abraçados pelas regiões de Puntarenas e Guanacaste. Entre a Playa de Santa Teresa ainda estão a Playa Hermosa e Playa El Carmen.

> Clique aqui para conhecer o roteiro completo de Costa Rica

Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
viva o mundo

Como chegar em Santa Teresa

É preciso desembarcar em San José, a capital da Costa Rica, para ir à Santa Teresa, e o percurso de carro de um ponto ao outro dura cerca de 5 horas e meia. São 185 quilômetros incluindo a travessia de balsa.

O maior percurso é a partir da balsa, isto porque de San José até Puntarena são só 96 km. Os demais quilômetros ficam de Puntarena até Santa Teresa e o trajeto de carro é por vias sinuosas, muitas vezes esburacadas e até mesmo com trechos de terra. Recomendo alugar um carro 4×4 ou um SUV mais alto para fazer a roadtrip pela Costa Rica.

A etapa da balsa é um pouco cansativa, é preciso deixar o carro na longa fila e ir andando comprar o ticket. É possível que você perca algumas horas na travessia, por isso, uma boa dica é se planejar para chegar com 40 minutos de antecedência da próxima partida da balsa.

> Confira os horários e valores da balsa: Naviera Tambor

O ônibus é uma outra opção, sai a cada 2 horas a partir da balsa para Santa Teresa.

Também dá para ir voando. Juan Santa Maria é o principal aeroporto internacional da Costa Rica, fica em San José, e tem voos de meia hora para Tambor (próximo a Santa Teresa). A partir daí, calcule mais 53 minutos de carro ou Táxi de Tambor até Santa Teresa.

viva o mundo

Dicas para alugar um carro na Costa Rica

Alugue um 4×4 ou pelo menos um SUV. As estradas no país são ruins – muitas são de terra e esburacadas (principalmente indo para as praias). Tivemos até que atravessar um pequeno rio uma vez que nos perdemos.

Se você colocar no mapa, vai ver que as distâncias entre as cidades são curtas. Porém, como as estradas são meio precárias, cheias de curvas, desfiladeiros, buracos, a viagem demora muito mais. Também vale a pena se programar para fazer as viagens ainda com a luz do dia. Nada de sair a noite dirigindo, pode ser perigoso.  

> Confira os preços e modelos de carros para alugar na Costa Rica: RentCars

Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo

Chegando em San José, já tínhamos alugamos um carro através da Rent Cars. A plataforma compara os preços e ofertas das melhores locadoras do mercado. 

Nós alugamos um modelo chamado Bego (e ganhamos update para a RAV4) e funcionou super bem. A locadora que escolhemos foi a Budget, que possui transfer do aeroporto para a garagem dos carros que fica ao lado. Tudo foi super rápido. 

Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo

É preciso contratar o seguro para o carro?

Se você tiver um cartão de crédito Platinum ou Black, você não precisa pagar pelo Seguro do Carro (que quase dobra o valor da locação). Se você utilizar o cartão no aluguel do carro, ele automaticamente assegura você de danos ao veículo. Porém, não cobre danos à terceiros. Então é bom ficar atento!

Saímos cedinho de Jacó rumo à Santa Teresa. Como falamos, não é uma boa pegar estrada à noite na Costa Rica. Saímos às 6 da manhã em direção à balsa de Puntarenas. Chegando lá, é uma confusão só para comprar os ingressos.

É preciso deixar o carro na fila, outra pessoa tem que ir comprar o ticket, ai voltar pro carro e ficar esperando. Espere gastar um tempo na balsa. Nós chegamos em Santa Teresa por volta da hora do almoço.

viva o mundo

Quando ir para Santa Teresa

A melhor época para conhecer Santa Teresa e aproveitar o sol com tranquilidade é de Janeiro até Abril. Já entre os meses de Maio a Agosto é temporada de chuva. 

Mas, a temperatura média anual de 26º permite que você conheça Santa Teresa na Costa Rica em qualquer época do ano.

Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo

Sinal de Celular e Internet

Há sinal de celular e internet em Santa Teresa na Costa Rica, mas muitas vezes pode ficar fraco. Por isso, escolha um hotel com um bom Wi-Fi se quiser ficar bem conectado.

Uma boa é já ir para a Costa Rica com um chip internacional ativado em seu celular, assim você pode usar os mapas, redes sociais e todos os aplicativos durante a viagem. Recomendo os chips da America Chip.

viva o mundo

A Praia de Santa Teresa, Costa Rica

A praia de Santa Teresa é extensa e cercada pela vegetação nativa. As áreas rochosas são um atrativo à parte e as ondas o verdadeiro amor dos surfistas por Santa Teresa.

Da cidade, aprecie a Reserva Natural Absoluta de Cabo Blanco e o belo pôr do sol ao entardecer. É um destino para jovens, casais e famílias com crianças que gostam de calor e natureza. Além disso, tem uma boa infraestrutura turística apesar das ruas de terra.

Em Santa Teresa, aproveite banhos de sol e se aventure em trilhas pelas montanhas. Afinal, é tudo que você precisa para se divertir e relaxar tendo a natureza como quintal.

A vila de pescadores ainda reserva pratos saborosos e festas para animar a noite de todos. Mas, tome cuidado com os seus pertences, há constantes reclamações de furtos nas praias.

Na praia de Santa Teresa o idioma falado é o Espanhol, mas o Inglês é bem compreendido. O Cólons é a moeda local, alguns lugares aceitam dólares, mas o troco é dado em Cólons. Então evite surpresas e câmbios altos, por isso troque o dinheiro em um banco em San José.

Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
viva o mundo

O que fazer em Santa Teresa

Em Santa Teresa todas as atividades estão conectadas com a natureza e curtir a praia. Por exemplo, a trilha para conhecer as Cascatas de Montezuma, com direito a banho de rio, uu ainda, ir até a Reserva Natural Cabo Blanco.

A Yoga é outra atividade super prestigiada em Santa Teresa, inclusive você encontra agências especializadas para retiros de Yoga na cidade, como a Vajra Sol Travel. A proposta da agência é aproveitar ao máximo este momento com a Natureza para o bem estar do corpo, mente e espírito. 

Porém, é só andar pela única rua de terra da cidade para encontrar inúmeros lugares com práticas de Yoga ao longo do dia.

Também é um reduto para surfistas, já que as ondas são uma atração à parte sem o crowd de alguns outros lugares famosos pelas ondas, e com águas mornas e deliciosas pra passar o dia. Para quem quer aprender, o melhor é alugar uma prancha e ficar na “espuma”, porque as ondas no outside costumam ser bem fortes.

É um destino para aproveitar ao máximo as atividades ao ar livre e se aventurar na natureza da melhor maneira. E claro, não deixar de pegar ondas na praia.

Surfe em Santa Teresa
Alongamento pré-surfe
Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
Fique de olho nos pássaros, a fauna é abundante!

Onde comer em Santa Teresa

Conheça Santa Teresa na Costa Rica através da gastronomia saudável e variada. Prove um saboroso lanche, aprecie um prato vegetariano ou curta uma noite em um barzinho especial.

O Olam Pure Foods é perfeito para lanches e cafés da manhã leves com produtos orgânicos. O Banana Beach Club é um destes lugares descolados para curtir um happy hour, que vale super a pena para o fim da tarde. Já o Soda Tiquicia é o famoso bom e barato com tempero caseiro da Costa Rica. Nós adoramos!

Não deixe de provar o Ceviche local e também os incríveis smoothies de frutas naturais (todos os dias eu pedia um de banana com mamão e morango, uma delícia!).

Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
Olam Pure Food Restaurante
Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
Os smoothies são enormes e deliciosos! Com ingredientes frescos e naturais. Este é do Soda Tiquicia, um ótimo restaurante caseiro (adorado pelos locais), bom e barato para o almoço!
Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
Ceviche com banana da terra no Soda Tiquícia
viva o mundo

Onde ficar em Santa Teresa na Costa Rica

Como Santa Teresa tem boas opções de hotéis, pode ser complicado escolher onde ficar em Santa Teresa. Nossa escolha foi o aconchegante apart-hotel Casas Santa Teresa, que fica à 50 metros da praia, com estilo rústico elegante.

Nós AMAMOS a nossa hospedagem e super recomendamos. Ao lado da praia e à 5 minutos a pé da cidadezinha. Tivemos uma casinha super charmosa e nova, com dois quartos com ar condicionado, sala de estar, cozinha e terraço. Existem opções para 2, 4 e 6 pessoas.

Pagamos cerca de 400 reais para as 3 noites por pessoa (estávamos em 2 casais).

Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo
Nossa casinha nas Casas Santa Teresa. Clique para checar a disponibilidade e preços na data de sua viagem.

O Selina Hostel é um dos mais famosos da praia e, inclusive, é um dos com o maior agito de festinhas no fim de tarde. É uma ótima opção para viajantes solo ou grupos de amigos jovens que buscam uma acomodação bem hype.

O Fuego Lodge é cercada por jardins, quartos amplos e está à 250 metros da praia. Sendo assim, é uma opção de bom custo-benefício com piscina e café da manhã incluso. Já o Salty Enthusiasts Share House & Villas é uma charmosa opção econômica com quartos compartilhados e suítes. 

Conheça Santa Teresa na Costa Rica: um roteiro completo

Salty Enthusiasts Share House & Villas. Clique para ver os preços e disponibilidade

Mapa de hotéis em Santa Teresa na Costa Rica

No mapa abaixo, insira as datas de sua viagem e veja os hotéis ainda disponíveis e os preços da diária no Booking.com. É só clicar em cima dos valores para ser redirecionado ao site de reserva de hotéis.

Booking.com

Leia mais sobre Costa Rica

Passeios na Costa Rica

Vale a pena também dar uma olhadinha nos passeios na Costa Rica para já agendar um bem legal para a sua viagem. Em Santa Teresa, não há passeios para pré-agendar, mas se for seguir viagem para Guanacaste, Jacó ou La Fortuna, aqui estão os passeios:

Dicas Santa Teresa Costa Rica

Como alugar um carro para chegar em Santa Teresa?

Uma dica: alugue um 4×4 ou SUV, as estradas tem trechos de terra e esburacados. Na Rent Cars você compara os preços.. Continue lendo...

Onde ficar em Santa Teresa

O aconchegante apart-hotel Casas Santa Teresa está à 50 metros da praia e nós adoramos ficar por lá. Continue lendo.

O que fazer na Praia de Santa Teresa

Reduto de yoginis e surfistas, o melhor a se fazer em Santa Teresa é curtir a abundante natureza, assistir ao pôr do sol e…Continue lendo.

Quanto ir para Santa Teresa?

A melhor época para conhecer Santa Teresa e aproveitar o sol com tranquilidade é de Janeiro até… Continue lendo.

Como é o surfe em Santa Teresa Costa Rica?

Em Santa Teresa, há ondas praticamente o ano todo. Fique ligado na tabela de marés para ver os melhores horários de ondas… Continue lendo.

É preciso seguro viagem para Costa Rica?

Seguro viagem para Costa Rica não é obrigatório, mas é super recomendado. Se for fazer esportes de aventura, uma boa opção são as coberturas da WorldNomads. Continue lendo.

0 Deixe seu comentário
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
Onde Ficar na Costa Rica - As 5 Melhores Regiões
logo-viva-o-mundo

Descubra onde ficar na Costa Rica para curtir o melhor do estilo pura vida e belezas naturais exuberantes.

Cercada pelo oceano Pacífico e pelo Caribe, está a Costa Rica. Esse país da América Central é ideal para apreciar a vastidão de Floresta Nativa preservada. Por lá, é possível encontrar uma rica biodiversidade com vulcões e praias. Dessa forma, o destino é perfeito para fazer uma viagem repleta de paisagens inesquecíveis e viver aventuras nas ondas do mar e em trilhas incríveis.

A viagem fica completa ao encontrar a região ideal de onde ficar na Costa Rica para o seu perfil. As opções são muitas. Por exemplo, você pode ficar na nas praias de surfe e redutos de yoga da região de Guanacaste, na Playa de Jacó próximo à praias exóticas e até próximo aos vulcões em La Fortuna. Assim, seja perto do Oceano, ou em meio ao verde, neste guia você vai encontrar onde ficar na Costa Rica.

Vamos nessa?

Onde Ficar na Costa Rica – Conheça as 5 Melhores Regiões
Onde Ficar na Costa Rica – Conheça as 5 Melhores Regiões

Conheça os melhores lugares onde ficar na Costa Rica

A Costa Rica oferece vasta possibilidade de hotéis, a melhor escolha depende do seu orçamento e roteiro. Por isso, elaboramos um guia com as melhores opções de onde ficar na Costa Rica.

Aqui, você também encontra nosso Roteiro Costa Rica, que conta sobre a nossa viagem (começamos em San José, fomos para Puntarenas e depois Guanacaste e La Fortuna)

Tem muita hospedagem interessante e algumas com café da manhã incluso. Mas também dá para escolher um hotel mais econômico. Acompanhe a lista dos melhores lugares para ficar na Costa Rica:

  • San Jose: o principal centro urbano de Costa Rica tem bela arquitetura e hotéis sofisticados, é uma boa parada antes de pegar o voo de volta.
  • Puntarenas: conhecida pela adrenalina integrada à natureza, praias para surfar, redutos de Yoga, trilhas em áreas protegidas e hospedagens confortáveis.
  • Guanacaste: a simplicidade e intensidade da flora e fauna locais, além de ótimas regiões de surfe. Hotéis com vista para o mar e imersos na natureza.
  • La Fortuna: a região do Vulcão de Arenal é um dos lugares com boas opções de hotéis econômicos na Costa Rica.
  • Limón: a natureza é a protagonista desta região peculiar. Ótimas hospedagens para todos os bolsos e estilos.

Mapa das melhores regiões para ficar na Costa Rica

Visualize melhor os principais lugares onde ficar na Costa Rica no mapa abaixo:


San José

A capital da Costa Rica tem o movimento intenso dos portos, mercados ao ar livre e uma arquitetura fascinante. San José é uma cidade pequena com shopping, restaurantes, bares, baladas e bancos. Apesar de não ser o lugar mais bonito da Costa Rica e não ter praia, vale para conhecer o estilo urbano do país.

Onde Ficar na Costa Rica – Conheça as 5 Melhores Regiões

No entanto os bairros mais afastados do centro de São José são melhores para se hospedar. Sendo a região de La Sabana uma das melhores para encontrar hotéis com bom custo-benefício. Além disso, fica do lado do Parque Metropolitano La Sabana, que é considerado o pulmão da cidade.

É pura aventura: desbrave as edificações e monumentos que abrigam traços das heranças européia e indígena .

É preciso cuidado: não faça passeios noturnos a pé, pode ser perigoso andar à noite.


Onde ficar em San Jose na Costa Rica

Hotéis e hostels econômicos:

Hospedagem com bom custo-benefício:

Hotéis sofisticados:

costa rica
TripOn Open House

Puntarenas

Puntarenas é uma região de pura adrenalina, perfeita para explorar ao máximo os esportes náuticos e se aventurar no surfe. Afinal, a natureza se faz uma excelente companhia durante a viagem.

É uma região vasta, que estende-se desde as calmas águas do Parque Manuel Antônio às ondas e tranquilidade de Santa Teresa.

O cenário natural apresenta as cachoeiras Waterfall Canopy, a Tortuga Island e praias impressionantes para aproveitar. A Praia de Jacó é uma delas, tem ótima infraestrutura turística, é a mais próxima de San José e é reconhecida pelas ondas famosas. Não deixe de passar também na Crocodile Bridge no caminho, para ver os crocodilos selvagens que moram embaixo de uma ponte da estrada.

hotel ibiza
Hotel Ibiza

A praia de Santa Teresa também faz parte da lista de melhores praias da Costa Rica. O vilarejo segue a vida pacata tão cultural da Costa Rica, além do bem-estar com a natureza. Dessa forma, é ideal para fugir do eixo turístico, descansar nas areias brancas e aproveitar uma culinária caseira.

Vale a pena apreciar a selvagem Playa Hermosa e Esterillo Oeste e conheça a Reserva Biológica Carara. Então, quando estiver próximo da região, separe uma visita ao Parque Nacional Manuel Antonio, uma das melhores áreas de preservação do país. A fauna e flora bem exótica e praias paradisíacas dão vida para o lugar, mas atenção, a entrada de turistas é limitada.

É pura aventura: pegue onda e pratique yoga na Playa de Santa Teresa e explore as trilhas oferecidas na região de Puntarenas.

É preciso cuidado: com os crocodilos das praias selvagens. 

Veja mais sobre nossas dicas da região no post roteiro Costa Rica

Onde ficar na Costa Rica: Puntarenas

Hotéis e hostels econômicos:

Hospedagem com bom custo-benefício:

Hotéis sofisticados:

hotel
Casas Santa Teresa

Guanacaste

Guanacaste é a região das maravilhas naturais e selvagens da Costa Rica. Isso porque é composta por cadeias de montanhas verdes, áreas intocadas pelo homem e trilhas por vulcões e cachoeiras. 

Aproveite e refresque-se nas cachoeiras, já que é a região mais quente da Costa Rica, ou tome um banho de mar na Praia de Tamarindo. A praia de mar tranquilo tem uma cidade bem estruturada, com ares de cidades litorâneas dos Estados Unidos, e tem diversas opções de restaurantes, bares e hospedagem. 

hotel

La Ramona Charming Hotel

Sinta a natureza, paz e boa praia em Guanacaste explorando outros mares. Por exemplo, a Praia Langosta, Praia Conchal, Praia Flamingo ou Praia Negra, essa última bem imersa na natureza (e minha predileta). E ainda fuja de tudo e de todos, nas areias mais brancas de toda a costa, na Playa Naranjo.

Os hotéis para ficar em Costa Rica na região de Guanacaste tendem a ser simples, elegantes, com piscina e vista para o mar. 

É pura aventura: uma diversidade incrível de praias para conhecer.

É preciso cuidado: atenção ao explorar lugares afastados e não encare as trilhas desacompanhado. 

Onde ficar na Costa Rica: Guanacaste

Hotéis e hostels econômicos:

Hospedagem com bom custo-benefício:

Hotéis sofisticados:

hotel
Villas Macondo

La Fortuna de San Carlos

Em uma vila rural, La Fortuna é conhecida por ser a casa do Vulcão Arenal, um dos cartões postais do país. O vulcão ainda ativo passou por muitas erupções ao longo da história. Inclusive, alguns turistas testemunham pequenas erupções ao visitar a cidade. Ele está entre os vulcões mais ativos do mundo e a área ao redor do parque é um verdadeiro espetáculo em exuberância de fauna e flora.

Aprecie os 70 metros de altura da Catarata de La Fortuna e relaxe nas águas termais da Fonte Termal Tabacon. Em La Fortuna, faça passeios à cavalo, arvorismo e esportes náuticos. 

hotel

Volcano Lodge, Hotel & Thermal Experience

A cidade oferece uma boa infraestrutura para os turistas e é uma região com muitas opções de hotéis para ficar na Costa Rica, inclusive para todos os bolsos.  Definitivamente, é um dos lugares indispensáveis para visitar na Costa Rica.

É pura aventura: passear até a base do vulcão no Parque Nacional Vulcão Arenal ou admirá-lo do mirante.

É preciso cuidado: atenção às regras com relação aos passeios perto do Vulcão. 

> Veja nosso post sobre o que fazer em La Fortuna em dois dias na cidade

Onde ficar na Costa Rica: La Fortuna

Hotéis e hostels econômicos:

Hospedagem com bom custo-benefício:

Hotéis sofisticados:

hotel

Hotel Villas Vista Arenal

Limón

Limón é o paraíso dos amantes da natureza, com reserva nativa preservada e direito a passeio de bondinho em meio à floresta. Por lá, conheça os Parques Nacionais de Cahuita e Manzanillo. Esta é uma das regiões mais natural e roots da Costa Rica, com rica diversidade de flora e fauna. 

Em Limón, aprecie manguezais, planícies, florestas e praias selvagens. Além disso, em Puerto Viejo você conhece uma plantação de cacau, uma Salsa Brava, uma praia com ótimas ondas e águas quentes.

Onde Ficar na Costa Rica – Conheça as 5 Melhores Regiões

É um lugar pitoresco, com nativos vivendo numa vibe sossegada, como se o mundo estivesse resumido àquele espaço. Aliás, as pessoas sabem se divertir em festas noturnas e a gastronomia carrega o tempero caribenho. Então, não deixe de provar.

Mas não se engane, Limón tem ótimas hospedagens para oferecer, principalmente em Puerto Viejo.

É pura aventura: as pessoas, as praias, a natureza e a vida selvagem acontecendo. Perfeito para os aventureiros de plantão.

É preciso cuidado: a região chove bastante, então confira o clima antes de ir até Limón, já que fica bem afastado de todas as áreas mais turísticas da Costa Rica.

Onde ficar na Costa Rica: Limón

Hotéis e hostels econômicos:

Hospedagem com bom custo-benefício:

Hotéis sofisticados:

Onde Ficar na Costa Rica – Conheça as 5 Melhores Regiões

Como se locomover na Costa Rica

Alugar um carro para conhecer Costa Rica é uma boa decisão, facilita muito a locomoção e dá para aproveitar mais. Porém, as estradas são rústicas, de terra com buracos, curvas e desníveis. Por isso, tenha atenção redobrada, evite viagens noturnas e, se possível, opte por um carro 4×4.

Se o orçamento não permitir o aluguel de carro, use o transporte público. Ele pode até demorar um pouco mais, contudo tem linhas para os principais pontos turísticos.

Qual o melhor seguro viagem para a Costa Rica?

Você vai praticar esportes de aventura, como surfe, trilhas ou visitar áreas com vulcões? Então não é qualquer seguro viagem que cobre este tipo de atividade.

Se você precisa de um plano básico (que não cobre totalmente esportes de aventura), a dica é comparar os preços e coberturas na ferramenta SegurosPromo.

Caso vá surfar e praticar esportes na viagem, o seguro WorldNomads é o mais indicado.

Mapa de hotéis na Costa Rica

Booking.com

Leia mais sobre a Costa Rica:

0 Deixe seu comentário
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
Roteiro Costa Rica - 10 dias de praias, natureza e vulcões

Roteiro Costa Rica. O que fazer por lá? Por onde começar a planejar sua viagem pelo país? Que moeda usar, quais praias visitar? Te contamos tudo neste guia completo.

Em um dos lugares com a maior biodiversidade de fauna e flora do mundo, a imersão na natureza e no estilo de vida ‘Pura Vida’ ligado à ela é imediata. Impossível não se desconectar do ritmo frenético das cidades e se apaixonar pela Costa Rica. Descubra tudo para planejar sua viagem por lá.

 Pura Vida. “Viver uma vida pacífica, uma simples existência cheia de felicidade, satisfação, bem-estar, com um amor profundo pela natureza, família e amigos”. O significado do famoso cumprimento – e mantra – costa-riquenho é cheio de pequenas realidades que você vive durante uma viagem pelo país.

São dias que você passa imerso na natureza, no horário em que o sol raia para acordar, na tabela da maré para surfar as melhores ondas, nos bichos que você encontra ao longo das estradas, até o momento de assistir o pôr-do-sol que fecha todos os dias pontilhando o horizonte. A noite reserva uma gastronomia deliciosa, com ritmo de férias, que habita as pequenas cidades praianas e de montanhas.

Se há algo que se entende ao viajar para lá, é como a Costa Rica é mesmo rica. Rica de paisagens, de cultura, de fauna e flora, de praias, vulcões, florestas, pores do sol, de astral e tantas outras coisas. Que lugar!

Roteiro Costa Rica
Uma das coisas mais comuns no país é se encantar com a abundância de pássaros que dão shows nas praias

Qual é a melhor época para visitar a Costa Rica

A melhor época para visitar a Costa Rica é entre o meio do mês de Dezembro à Abril. Esta é a alta temporada, quando dizem que tudo está mais cheio e os preços são mais altos. Nós fomos em Fevereiro e não sentimos nada “lotado”.

Pelo contrário, estava bem tranquilo, mesmo sendo alta temporada. Como fomos em dois casais, os custos foram bem tranquilos, já que dividimos o aluguel de carro, gasolina e hospedagem. 

No resto do ano, a chance de chuva é maior. Principalmente nos meses de Maio, Junho, Julho e Agosto, quando chove muito e quase todos os dias (segundo os locais). 

Como chegar na Costa Rica, na América Central

Não há voo direto para San José, capital da Costa Rica, das grandes cidades brasileiras. Nós fomos de Avianca via Bogotá. Até Bogotá, são 5h30 de voo.

Depois, para San José, são só mais 2h30. Se sua conexão for rápida, a viagem passa rapidinho.

Compramos o voo por cerca de R$ 1.500 saindo de São Paulo à San José. Você pode conferir preços e ver passagens em promoção através do site Viajanet.

> Leia mais sobre nossa experiência com a ferramenta no post Viajanet é confiável?

Dicas para Alugar um Carro na Costa Rica

Conselho de amiga: Alugue um 4×4 ou pelo menos um SUV. As estradas no país são ruins – muitas são de terra e esburacadas (principalmente indo para as praias). Tivemos até que atravessar um pequeno rio uma vez que nos perdemos.

Se você colocar no mapa, vai ver que as distâncias entre as cidades são curtas. Porém, como as estradas são meio precárias, cheias de curvas, desfiladeiros, buracos, a viagem demora muito mais. Também vale a pena se programar para fazer as viagens ainda com a luz do dia. Nada de sair a noite dirigindo, pode ser perigoso.  

Chegando em San José, já tínhamos alugamos um carro através da Rent Cars. A plataforma compara os preços e ofertas das melhores locadoras do mercado.

> Confira os preços e modelos de carros para alugar na Costa Rica: RentCars

Nós alugamos um modelo chamado Bego (e ganhamos update para a RAV4) e funcionou super bem. A locadora que escolhemos foi a Budget, que possui transfer do aeroporto para a garagem dos carros que fica ao lado. Tudo foi super rápido.

#DicaParaAnotar: Se você tiver um cartão de crédito Platinum ou Black, você não precisa pagar pelo Seguro do Carro (que quase dobra o valor da locação). Se você utilizar o cartão no aluguel do carro, ele automaticamente assegura você de danos ao veículo. Porém, não cobre danos à terceiros. Então é bom ficar atento!

Costa Rica Turismo
Nosso carro alugado através da RentalCars no Vulcão Arenal. Vale a pena alugar um SUV ou 4×4 para andar nas estradas do país.

Costa Rica Moeda e Câmbio

Se tem um câmbio chatinho e complicado é o da Costa Rica, rs! Em todos os lugares é possível pagar com a moeda local, chamada de Cólons, ou dólares. Porém, em muitos lugares, se você fizer o pagamento em Dólar vai receber o troco em Cólons com o câmbio do estabelecimento. Ou seja, sempre você perde um pouquinho.

Uma boa dica é chegar e trocar os seus dólares em um banco local. Eles sempre oferecem uma cotação melhor que as oferecidas pelos estabelecimentos. Os bancos pagam cerca de 610 cólons por 1 dólar, enquanto os estabelecimentos pagam entre 500 e 600 cólons por 1 dólar. 

Nós só aprendemos isso quase no último dia, rs! Então já fica a dica para garantir a melhor conversão.

Surf na Costa Rica

Não é à toa que na Costa Rica surf é sempre um dos esportes mais desejados , já que está sempre no radar dos surfistas. As ondas são perfeitas! Porém, é preciso ficar ligado na maré para saber qual é a hora certa de surfar.

Converse com os locais que eles te dão as melhores dicas para você aproveitar melhor cada pico de surfe. Alguns dos principais picos para anotar e cair na água:

As melhores praias de surf na Costa Rica

Região de Puntarenas, pacífico norte:

  • Playa Hermosa – uma reserva ambiental (cuidado com os crocodilos). A cidade – e onda – fica à direita. É um lugar bem “selvagem”, então não espere grandes estruturas, nem lugar para ficar na praia. Porém, foi lá que vimos araras-vermelhas na praia.
  • Esterillo Oeste: 10 minutos a frente de Playa Hermosa, Esterillo Oeste também tem altas ondas e ainda é pouco descoberta pelo turismo. 

Região de Guanacaste, pacífico norte:

  • Tamarindo – É uma praia para iniciantes, com ondas pequenas. Boa para quem quer aprender.
  • Playa Grande – 30min de Tamarindo. É um beach break bom e constante.
  • Playa Negra – 40 minutos de Tamarindo. Nossa onda predileta. Point de direita muito bom, melhor na maré média e cheia.

O pico fica em frente ao Hotel Playa Negra. Se andar uma praia pra esquerda, a onda é boa para iniciantes. Andando mais duas praias para a esquerda, lá no fundão, não é constante mas quando rola a onda é perfeita para quem já sabe.

  • Playa Avellanas – 25min de Tamarindo. Beach break bom com umas pedras. 
  • Marbella – 1 hora de Tamarindo, beach break tubular muito bom e sem crowd! Reza a lenda que rola uns sharks. Porém, é preciso chegar às 6h da manhã para pegar as ondas tubulares.
  • Roca Bruja/Ollies Point – Separe o melhor dia do swell pra ir! Saindo de Tamarindo, é preciso dirigir 1h30 até Playa del Coco. Lá vão ter vários barcos que saem para fazer o passeio, mas é bom combinar antes. O surf role em Ollies na maré seca e Roca Bruja na cheia.

Outras regiões do país com boas ondas:

  • Pavones, no sudoeste do país, pacífico sul.
  • Salsa Brava, na costa caribenha.

Roteiro Costa Rica – 10 Dias pelo país

Neste Roteiro Costa Rica, você encontra 10 dias de atividades no país. Fomos em Fevereiro de 2019, alugamos um carro, eu, Caio e mais um casal de amigos e caímos na estrada.

Nós decidimos fazer um mix de nosso roteiro entre praias de surfe, parques nacionais e o vulcão Arenal (o cartão postal do país) para fechar o roteiro.

Esse roteiro faz um “loop” no Noroeste do país e não ficou pinga-pinga, já que tínhamos entre 2 a 4 noites em cada lugar.

> Leia mais no post onde ficar na Costa Rica – As 5 melhores regiões


1º E 2º DIA – Roteiro Costa Rica:

JACÓ, PLAYA HERMOSA, ESTERILLO OESTE E PARQUE NACIONAL MANUEL ANTONIO

Playa de Jacó

Chegamos por volta das 22h em San José, pegamos o carro e já caímos na estrada em direção à Jacó, que fica a 1h30 dali. Jacó fica na região de Puntarenas e é a cidadezinha com mais infraestrutura ali. Nós alugamos um flat através do Booking.com e adotamos a cidade por 2 noites. 

Em Jacó, você se depara com várias lojinhas charmosas e uma praia com mais infra-estrutura. Nós tomamos café-da-manhã no TacoFish, que além de ser uma delícia, tem ótimos preços. Smoothies, panquecas, etc, custam 4 dólares e dá para duas pessoas. 

Playa Hermosa e Esterillo Oeste

Para quem quer surfar, vale acordar cedinho e conhecer o canto direito da Playa Hermosa e Esterillo de Oeste. Eu amei essa região por ser super selvagem e exótica.

Você está na praia e se depara com casais de araras vermelhas sobrevoando a areia. E não é uma vez só. Ali, parece que as araras são frequentadoras assíduas das praias. 

Playa Hermosa é uma reserva natural. Tem muita natureza, além de ser uma praia de areia escura, com coqueiros, diferente das que temos no Brasil. Por lá, espere por ZERO infraestrutura. Só tem gente no canto direito da praia, depois você pode seguir os outros 10km de praia por uma estrada de terra. 

Para comer em Playa Hermosa, a sugestão é o restaurante Falafel. 

Porém, é bom ficar atento: Não surfe em lugares sem ninguém! Crocodilos selvagens costumam ir ao mar.. e bom, ninguém quer se deparar com um gigante desses na água.

Parque Nacional Manuel Antonio

Eu me arrependi, mas se pudesse ficaria mais um dia para conhecer o Parque Nacional Manuel Antonio. Nós queríamos ir, mas acabou ficando um pouco apertado e tivemos que tirar um dos cartões postais do país do roteiro. Então, prepare-se e não corra o mesmo risco. 

O Parque Nacional Manuel Antonio fica a 1 hora ao sul de Jacó e vale dedicar um dia inteiro à ele. Bom, vamos ter que voltar para conhecer – não que seja um problema, rs!

Ponte dos Crocodilos

#DICANAESTRADA: Quando estiver indo de Jacó para Santa Teresa, pare para ver os crocodilos selvagens de cima de uma ponte.

Quando avistar umas lojinhas de crocodilos na estrada e muita gente na ponte, pare também! Este lugar chama Crocodile Bridge e você pode encontrá-lo no GoogleMaps. Você pode avistar dezenas de crocodilos que moram por ali.

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
Os crocodilos selvagens que podem ser avistados da Crocodile Bridge. Quando fomos, contamos ao menos 20 crocodilos por lá

3º ao 5º DIA – Roteiro Costa Rica:

Praia de Santa Teresa, Costa Rica

Praia de Santa Teresa

Saímos cedinho de Jacó rumo à Santa Teresa. Como falamos, não é uma boa pegar estrada à noite na Costa Rica. Saímos as 6 da manhã em direção à balsa de Puntarenas.

Chegando lá, é uma confusão só para comprar os tickets. É preciso deixar o carro na fila, outra pessoa tem que ir comprar o ticket, ai voltar pro carro e ficar esperando. Espere gastar um tempo na balsa. Nós chegamos em Santa Teresa por volta da hora do almoço.

Se tem um lugar que me apaixonei completamente na Costa Rica é pela praia de Santa Teresa. Reduto de surfistas e yoginis, a vibe do lugar é completamente ligada ao ritmo da natureza. Acorde com o nascer do sol para surfar ou fazer um yoga matinal, relaxe nas sombras naturais na praia de areia branca durante a manhã, almoce uma comidinha local deliciosa e repita tudo isso a tarde. Se você não gosta desse tipo de programa, já tire Santa Teresa de sua lista. 

A cidadezinha ‘roots’ é um charme. Com lojinhas, ótimos restaurantes e boas opções de hospedagem, Santa Teresa parece unir o bom astral com férias fora do eixo turístico. Não é à toa que muitos visitantes acabam se tornando moradores locais, já que se apaixonam pelo estilo ‘Pura Vida’ do vilarejo.

>Veja nosso post completo sobre Santa Teresa Costa Rica

Onde se hospedar em Santa Teresa

Nós AMAMOS a nossa hospedagem e super recomendamos. Ao lado da praia e a 5 minutos a pé da cidadezinha. Tivemos uma casinha super charmosa e nova, com dois quartos com ar condicionado, sala de estar, cozinha e terraço. Existem opções para 2, 4 e 6 pessoas.

Pagamos cerca de 400 reais para as 3 noites por pessoa (estávamos em 2 casais). O local chama Casas Santa Teresa.

>Você pode reservar a Casas Santa Teresa através do Booking.com, clicando aqui. 

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
Nossa casinha em Santa Teresa, nas chamadas Casas Santa Teresa. A portuguesa Laura é uma excelente anfitriã. Clique para ver no Booking.com

Onde comer em Santa Teresa:

Soda Tiquícia – Almoço local bom e barato.

Banana Beach Club – Delicia pra comer, curtir um Happy Hour e Jantar

Tomato – Ótima Pizza

5º AO 9º DIA – Roteiro Costa Rica

Região de Guanacaste: Praia de Tamarindo e Arredores

Praia de Tamarindo

Saímos de Santa Teresa à tarde desta vez, por volta das 14h. A estrada é super sinuosa e chatinha em alguns trechos. Por isso, não deixe para sair muito tarde. Nós acabamos pegando alguns trechos à noite e não foi uma boa.

A região de Guanacaste guarda algumas das melhores praias que entram em nosso Roteiro Costa Rica.

Escolhemos a cidade de Tamarindo como base por 4 noites, já que é a cidade com melhor infraestrutura da região. Diversos restaurantes, lojinhas, agências de passeios, praias nos arredores, tudo com um charme mais americanizado. 

Praias de Guanacaste

  • Praia de Avellanas: Mais americanizada, mas bem gostosa para passar o dia. Principalmente, se puder ficar no restaurante Lolas em frente à praia.
  • Playa Negra: Minha predileta. Se puder, hospede-se por uma noite no Hotel Playa Negra para uma imersão total na natureza. 
  • Playa Grande: Uma das mais populares para surfistas da região, dentro de um parque nacional. Nada de mais, mas legal para conhecer. 
  • Playa Tamarindo: A praia da cidade, passe ou termine o dia assistindo o pôr do sol em um dos happy hours dos bares pé na areia. Ótima para crianças, já que o mar é calminho.
  • Playa Langosta: A continuação da praia de Tamarindo. Porém, mais reservada. Vale conhecer também.
  • Playa Conchal: O cartão postal da região. É uma praia com o mar mais “caribenho” em tons azuis cristalinos. É preciso andar pela praia vizinha por 10 minutinhos para chegar em Conchal. 
  • Playa Flamingo: Com mais infra-estrutura e cercada por coqueiros, é uma praia para quem gosta de ficar o dia em uma espreguiçadeira só curtindo o visual.

Onde se hospedar em Tamarindo:

Nós ficamos em condomínio de casas excelente, o Tamarindo Garden Boutique. Ofere opções de hospedagem para 2 ou 4 pessoas, com quartos, sala de estar, jantar, cozinha e piscina.

Fica na avenida principal da praia, mas longe da bagunça. É preciso de carro para se locomover, só que o custo-benefício do local compensa. Nós super recomendamos!

>Você pode reservar a Tamarindo Garden Boutique no Booking.com, clicando aqui. 

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
Roteiro Costa Rica – Na piscina do Tamarindo Gardens Boutique, nós adoramos e super recomendamos! Clique para ver no Booking.com

Onde comer em Tamarindo:

  • Nogui: comida Costa-riquenha deliciosa em frente à praia. Ótimo para drinks no fim de tarde em frente ao mar.
  • El Mercadito: Adoramos o Poke da pequena zona gastronômica. Voltamos lá umas 3 vezes, rs!
  • Patagonian Argentinan Grill: Para uma comida argentina verdadeira, com direito à milanesas deliciosas e vinho argentino. 
  • Falafel Bar: Para quem gosta de comida árabe e saudável. 
  • Venezia Gelato & Café: Garante a sobremesa todas as noites com ótimos gelatos italianos. 

10º e último dia – Roteiro Costa Rica:

La Fortuna, Costa Rica – Parque Nacional Vulcão Arenal

La Fortuna

De Tamarindo para La Fortuna, nós saímos por volta das 14h também. Chegamos ao anoitecer na cidade. Não pegue essa estrada a noite, ela tem trechos bons no começo, mas chegando em La Fortuna a estrada é super sinuosa, estreita e nós passamos por alguns trechos de terra. A paisagem é linda chegando lá.

La Fortuna é o cartão postal da Costa Rica e precisa entrar em seu roteiro. A pequena cidadezinha abriga o imponente Vulcão Arenal,  o mais ativo da Costa Rica e um dos 10 mais ativos do mundo. Inclusive, a cidade ganhou este nome “La Fortuna” após ser a única “sortuda” a permanecer intacta na redondeza após o uma erupção do vulcão devastadora em 1968.

A última vez que o Vulcão Arenal entrou em erupção foi 2010. Porém, é possível ver gases e fumaça saindo de sua cratera todos os dias. É incrível!

>Leia nosso post com o roteiro de 2 dias em La Fortuna e outras dicas

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita naturezaCosta Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita naturezaCosta Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza

Por ser tão ativo assim, não é permitido subir até o topo. Até porque, seria uma bela pernada. Porém, você pode ir até a sua base no Parque Nacional Vulcão Arenal ou vê-lo através de um mirante em uma outra trilha do parque. 

O vulcão torna tudo na região mais especial. Inclusive, é o responsável pela enorme variedade de águas termais que se espalham pela cidade. Rios naturais com águas quentinhas, que você pode relaxar como em uma Jacuzzi. 

No entorno da cidade, vale a pena ficar de olho nas árvores para encontrar bichos-preguiça ou quatis andando pela região. 

Um ou dois dias na cidade são o suficiente para conhecer as principais atrações, que são as seguintes.

>> Confira o post sobre a região de La Fortuna, na Costa Rica

Onde ficar em La Fortuna:

Hospedagem econômica em La Fortuna: Arenal Hostel Resort

Foi onde ficamos e adoramos! tem opção de quartos compartilhados e privativos. Ficamos com a segunda opção). O hotel tem duas piscinas, uma aquecida.

Oferecem ainda welcome drink na chegada. Além disso, fica logo no centrinho de La Fortuna, com vista para o vulcão.

>Você pode reservar a o Arenal Hostel Resort no Booking.com, clicando aqui. 

Roteiro Costa Rica: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
Roteiro Costa Rica – Arenal Hostel Resort. Nós ficamos e adoramos! O hotel tem opções de quartos compartilhados e privativos. Clique para ver no Booking.com

Custos na Viagem para o Roteiro Costa Rica

  • Café da manhã: 4-7 dólares em média
  • Almoço e Jantar: 10-20 dólares em média
  • Gasolina para o Carro:  40 dólares o tanque (1.08 litro)
  • Hospedagem: de 22 a 37 diária.
  • *Preços de 2019, por pessoa.

Seguro Viagem para o Roteiro Costa Rica

Seguro Viagem é sempre um fator imprescindível em viagens. Além de ser baratinho, te salva da dor de cabeça de qualquer contratempo. Nós contratamos através do SegurosPromo, uma plataforma que compara as coberturas e preços entre as melhores seguradoras do mercado. 

Use o cupom VIVAOMUNDO5 para 5% de desconto e pague no boleto para mais 10% OFF. Para ver mais, confira como conseguir descontos em seguro viagem neste post.

Agora, se você for praticar esportes como surfe, trekking e outras atividades de aventura, é melhor optar pelo seguro WorldNomads que cobre este tipo de esporte.

Gostou do post Roteiro Costa Rica? Comente aqui!

Passeios na Costa Rica

Vale a pena também dar uma olhadinha nos passeios na Costa Rica para já agendar um bem legal para a sua viagem. Em Santa Teresa, não há passeios para pré-agendar, mas se for seguir viagem para Guanacaste, Jacó ou La Fortuna, aqui estão os passeios:

Continue lendo sobre a Costa Rica:

Dicas rápidas para o Roteiro Costa Rica

Como alugar um carro na Costa Rica?

Uma dica: alugue um 4×4 ou SUV, as estradas tem trechos de terra e esburacados. Na Rent Cars você compara os preços.. Continue lendo...

Onde ficar na Costa Rica

Contamos aqui as 5 melhores regiões para conhecer no post onde ficar na Costa Rica. Ou veja o nosso roteiro

Quando ir para a Costa Rica?

A melhor época para conhecer a Costa Rica e aproveitar o sol com tranquilidade é de Janeiro até… Continue lendo.

É preciso seguro para viagem para Costa Rica?

Seguro viagem para Costa Rica não é obrigatório, mas é super recomendado. Se for fazer esportes de aventura, uma boa opção são as coberturas da WorldNomads. Continue lendo.

2 comentários
3 FacebookTwitterGoogle +Pinterest
La Fortuna: Tudo sobre a cidade

La Fortuna é o cartão postal da Costa Rica e precisa entrar em seu roteiro.

A pequena cidadezinha abriga o imponente Vulcão Arenal. O vulcão é o mais ativo da Costa Rica e um dos 10 mais ativos do mundo. A verdade é que tudo em volta de um vulcão ativo fica mais especial: a densa fauna e flora local, suas cachoeiras, os rios com águas termais morninhas, além da singular cidade que possui uma história extraordinária.

“La Fortuna” ganhou este nome após ser a única cidade “sortuda” a permanecer intacta na redondeza após uma erupção devastadora em 1968 do vulcão. Além disso, recebe esse nome pela abundância de terras férteis que dão espaço para plantações e uma riquíssima fauna e flora.

O Vulcão Arenal

A última vez que o Vulcão Arenal entrou em erupção foi 2010. Porém, é possível ver gases e fumaça saindo de sua cratera todos os dias. É incrível! 

Por ser tão ativo assim, não é permitido subir até o topo. Até porque, seria uma bela pernada. Porém, você pode ir até a sua base no Parque Nacional Vulcão Arenal ou vê-lo através de um mirante em uma outra trilha do parque. 

O vulcão torna tudo na região mais especial. Inclusive, é o responsável pela enorme variedade de águas termais que se espalham pela cidade. Rios naturais com águas quentinhas, que você pode relaxar como em uma Jacuzzi. 

No entorno da cidade, vale a pena ficar de olho nas árvores para encontrar bichos-preguiça ou quatis andando pela região. 

Um ou dois dias na cidade são o suficiente para conhecer as principais atrações, que são as seguintes:

O que fazer em La Fortuna:

1) Parque Nacional Vulcão Arenal

O Parque Nacional Vulcão Arenal é um dos principais passeios da região. Nele, é possível explorar ao máximo a base do vulcão. São 15 dólares a entrada e o visitante tem direito a três passeios:

1.1 – Península

Nosso passeio predileto. São 2,5km de trilha asfaltada (bem tranquilo o acesso) até o lago Arenal.

Antes de chegar no lago, suba na torre para ver a visão do cartão-postal da Costa Rica. O Arenal com seu lago em frente. É muito lindo.

Além disso, vale a pena ficar de olho na fauna e flora local.

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
O vulcão Arenal visto da trilha Península, dentro do Parque Nacional Vulcão Arenal.

1.2 – Mirante

O Mirante é onde você chega mais próximo da base do vulcão ativo. É possível chegar de carro e rende boas fotinhos.

La Fortuna Costa Rica: Um Roteiro Completo para 2 dias na Cidade
Mirante do Parque Nacional Arenal.

1.3 – Loop para ver a Lava Petrificada e a árvore Ceiba de 400 anos na base do Arenal Volcano.

Esta é a maior trilha do parque. São 6km em um “loop”, onde você pode ver a lava petrificada após as erupções do Arenal e uma árvore gigante, incrível, a Ceiba de 400 anos. A trilha leva em torno de 2 horas e é feita basicamente em uma mata fechada. Portanto, não espere ver o topo do vulcão de lá. 

Antigamente, era possível fazer uma trilha para conhecer o vulcão-irmão do Arenal, chamado Cerro Chato. Porém, essa trilha foi proibida recentemente. Nós chegamos na expectativa de conhecer o Cerro Chato e descobrimos que por motivo de segurança ela foi fechada.

La Fortuna: Tudo sobre a cidade
Ceiba de 400 anos na base do vulcão Arenal

2) Águas Termais em La Fortuna

2.2 – Águas termais de Resorts

Diversos resorts oferecem a entrada para águas termais, ou as chamadas hot springs, de La Fortuna em um estilo SPA. A entrada custa entre 20 a 50 dólares para passar o dia.

La Fortuna: Tudo sobre a cidade
Águas termais privadas em La Fortuna. Esta fica no Tabacón Resort.

Água termal pública

Porém, nós não tínhamos tanto tempo para curtir e queríamos economizar, rs. Descobrimos uma água termal pública – de graça – que fica em frente ao hotel Tabacon, um dos mais luxosos da região. A água termal vem do mesmo rio que banha o hotel. 

A água termal pública é um pouco mais “farofenta” e é preciso andar pelo rio por baixo de um viaduto, o que não é muito bonito. Porém, ao chegar no lugar certo, a experiência é muito legal! A água é quentinha, como se fosse um SPA. 

Para chegar nas águas termais grátis pare em frente ao hotel Tabacón (veja o local exato no mapa abaixo). Você pode perguntar para os cuidadores do carro como chegar. Mas você vai ver uma placa e uma entrada do lado oposto ao hotel.

Desça uma pequena rampa e vire a esquerda. Lá, você vai ver o viaduto feioso que falei. Para chegar na água termal, é preciso atravessar o túnel do viaduto. Do outro lado, ficam as piscinas naturais de águas termais.

Se você tem pouco tempo e quer economizar, vá na pública mesmo para ter a experiência. Caso tenha um dia de sobra, aconselho pegar um day-pass em algum dos resorts da região, como o Tabacón ou Arenal Paraíso Resort.

3) Cachoeira La Fortuna

A cachoeira mais famosa da cidade é a La Fortuna. A água não é quente como das águas termais, mas é uma queda d’água maravilhosa. São 500 degraus para descer até a base da cachoeira. A entrada custa 18 dólares.

Caso prefira fazer esse passeio em um tour, você pode comprar o ingresso com antecedência clicando aqui.

La Fortuna: Tudo sobre a cidade
Cachoeira La Fortuna

4) Trilhas, Rio Celeste, Rafting e Passeios de Aventura

Há muito o que fazer quando falamos em passeios de ecoturismo em La Fortuna. Caso tenha tempo, um dos passeios mais lindos é a trilha pelo Rio Celeste, que fica na região (porém, não é possível entrar na água).

Para quem quer um pouco mais de adrenalina, dá para agendar um passeio de rafting, tirolesa, caiaques e mais. Uma boa ideia é já agendar com antecedência esse tour, para não ficar tentando achar uma boa agência pelas ruas da cidade.

Você ganha tempo e também garante um bom serviço quando compra online em um site confiável. Eu uso bastante a Civitatis, acho um site bem completo. Para facilitar, coloco aqui alguns passeios em La Fortuna, vendidos pelo site, para você escolher o que já quer agendar:

5) Souvernirs na viagem

Deixe pra comprar souvenir em La Fortuna. Acredite se quiser, mas eles são muito mais baratos que nas cidades praianas. A dica é comprá-los em uma loja enooooorme deles entre a cidade La Fortuna e o Parque Nacional Vulcão Arenal.

Onde comer em La Fortuna:

Jantamos no Las Brasitas, com drinks e burritos em dobro. Foi bom para economizar e a comida e drinks estavam ótimos. 

Onde se hospedar em La Fortuna:

Hospedagem econômicas em La Fortuna: Arenal Hostel Resort

Foi onde ficamos e adoramos! tem opção de quartos compartilhados e privativos. Ficamos com a segunda opção). O hotel tem duas piscinas, uma aquecida.

Oferecem ainda welcome drink na chegada. Além disso, fica logo no centrinho de La Fortuna, com vista para o vulcão.

>Clique aqui para ver a disponibilidade e fazer sua reserva no hostel

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
Arenal Hostel Resort. Nós ficamos e adoramos! O hotel tem opções de quartos compartilhados e privativos. Clique para ver no Booking.com

Hospedagem de Luxo em La Fortuna:

Se puder investir um pouquinho mais, aconselho os hotéis que já tenham águas termais ao ar livre e indoor, como o Tabacón Thermal SPA e Resort ou o Arenal Paradiso Resort

>Veja os preços das diárias e disponibilidade nos hotéis Tabacón Thermal SPA e Resort ou o Arenal Paradiso Resort

La Fortuna: Tudo sobre a cidade
O Tabacón Thermal Resort & SPA é uma das melhores opções de hospedagem da cidade. Localizado perto do Parque Nacional e banhado pelo rio de águas quentes naturais cristalinos

Roteiro Costa Rica – 10 dias pelo país

Roteiro Costa Rica – Ficamos 10 dias no país. Fomos em Fevereiro de 2019, alugamos um carro, eu, Caio e mais um casal de amigos e caímos na estrada.

Nós decidimos fazer um mix de nosso roteiro entre praias de surfe, parques nacionais e o vulcão Arenal (o cartão postal do país) para fechar o roteiro.

Esse roteiro faz um “loop” no Noroeste do país e não ficou pinga-pinga, já que tínhamos entre 2 a 4 noites em cada lugar.

>Leia nosso post completo da Roteiro Costa Rica clicando aqui

1º E 2º DIA:

JACÓ, PLAYA HERMOSA, ESTERILLO OESTE E PARQUE NACIONAL MANUEL ANTONIO

Playa de Jacó

Chegamos por volta das 22h em San José, pegamos o carro e já caímos na estrada em direção à Jacó, que fica a 1h30 dali. Jacó fica na região de Puntarenas e é a cidadezinha com mais infraestrutura ali. Nós alugamos um flat através do Booking.com e adotamos a cidade por 2 noites. 

Em Jacó, você se depara com várias lojinhas charmosas e uma praia com mais infra-estrutura. Nós tomamos café-da-manhã no TacoFish, que além de ser uma delícia, tem ótimos preços. Smoothies, panquecas, etc, custam 4 dólares e dá para duas pessoas. 

Playa Hermosa e Esterillo Oeste

Para quem quer surfar, vale acordar cedinho e conhecer o canto direito da Playa Hermosa e Esterillo de Oeste. Eu amei essa região por ser super selvagem e exótica.

Você está na praia e se depara com casais de araras vermelhas sobrevoando a areia. E não é uma vez só. Ali, parece que as araras são frequentadoras assíduas das praias. 

Playa Hermosa é uma reserva natural. Tem muita natureza, além de ser uma praia de areia escura, com coqueiros, diferente das que temos no Brasil. Por lá, espere por ZERO infraestrutura. Só tem gente no canto direito da praia, depois você pode seguir os outros 10km de praia por uma estrada de terra. 

Para comer em Playa Hermosa, a sugestão é o restaurante Falafel. 

Porém, é bom ficar atento: Não surfe em lugares sem ninguém! Crocodilos selvagens costumam ir ao mar.. e bom, ninguém quer se deparar com um gigante desses na água.

Parque Nacional Manuel Antonio

Eu me arrependi, mas se pudesse ficaria mais um dia para conhecer o Parque Nacional Manuel Antonio. Nós queríamos ir, mas acabou ficando um pouco apertado e tivemos que tirar um dos cartões postais do país do roteiro. Então, prepare-se e não corra o mesmo risco. 

O Parque Nacional Manuel Antonio fica a 1 hora ao sul de Jacó e vale dedicar um dia inteiro à ele. Bom, vamos ter que voltar para conhecer – não que seja um problema, rs!

Ponte dos Crocodilos

#DICANAESTRADA: Quando estiver indo de Jacó para Santa Teresa, pare para ver os crocodilos selvagens de cima de uma ponte.

Quando avistar umas lojinhas de crocodilos na estrada e muita gente na ponte, pare também! Este lugar chama Crocodile Bridge e você pode encontrá-lo no GoogleMaps. Você pode avistar dezenas de crocodilos que moram por ali. 

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
Os crocodilos selvagens que podem ser avistados da Crocodile Bridge. Quando fomos, contamos ao menos 20 crocodilos por lá

3º AO 5º DIA:

Praia de Santa Teresa

Se tem um lugar que me apaixonei completamente na Costa Rica é pela praia de Santa Teresa. Reduto de surfistas e yoginis, a vibe do lugar é completamente ligada ao ritmo da natureza. Acorde com o nascer do sol para surfar ou fazer um yoga matinal, relaxe nas sombras naturais na praia de areia branca durante a manhã, almoce uma comidinha local deliciosa e repita tudo isso a tarde. Se você não gosta desse tipo de programa, já tire Santa Teresa de sua lista. 

A cidadezinha ‘roots’ é um charme. Com lojinhas, ótimos restaurantes e boas opções de hospedagem, Santa Teresa parece unir o bom astral com férias fora do eixo turístico. Não é à toa que muitos visitantes acabam se tornando moradores locais, já que se apaixonam pelo estilo ‘Pura Vida’ do vilarejo.

>Confira o post completo sobre Santa Teresa na Costa Rica

Onde se hospedar em Santa Teresa

Nós AMAMOS a nossa hospedagem e super recomendamos. Ao lado da praia e a 5 minutos a pé da cidadezinha. Tivemos uma casinha super charmosa e nova, com dois quartos com ar condicionado, sala de estar, cozinha e terraço. Existem opções para 2, 4 e 6 pessoas.

Pagamos cerca de 400 reais para as 3 noites por pessoa (estávamos em 2 casais). O local chama Casas Santa Teresa.

>Você pode reservar a Casas Santa Teresa através do Booking.com, clicando aqui. 

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
Nossa casinha em Santa Teresa, nas chamadas Casas Santa Teresa. A portuguesa Laura é uma excelente anfitriã. Clique para ver no Booking.com

Onde comer em Santa Teresa:

Soda Tiquícia – Almoço local bom e barato.

Banana Beach Club – Delicia pra comer, curtir um Happy Hour e Jantar

Tomato – Ótima Pizza

5º AO 9º DIA – Guia Costa Rica Turismo:

Tamarindo e praias da região de Guanacaste

A região de Guanacaste guarda algumas das melhores praias que entram em nosso guia Costa Rica Turismo.

Escolhemos a cidade de Tamarindo como base por 4 noites, já que é a cidade com melhor infraestrutura da região. Diversos restaurantes, lojinhas, agências de passeios, praias nos arredores, tudo com um charme mais americanizado. 

Para conhecer por lá, vale anotar as seguintes praias:
  • Praia de Avellanas: Mais americanizada, mas bem gostosa para passar o dia. Principalmente, se puder ficar no restaurante Lolas em frente à praia.
  • Playa Negra: Minha predileta. Se puder, hospede-se por uma noite no Hotel Playa Negra para uma imersão total na natureza. 
  • Playa Grande: Uma das mais populares para surfistas da região, dentro de um parque nacional. Nada de mais, mas legal para conhecer. 
  • Playa Tamarindo: A praia da cidade, passe ou termine o dia assistindo o pôr do sol em um dos happy hours dos bares pé na areia. Ótima para crianças, já que o mar é calminho.
  • Playa Langosta: A continuação da praia de Tamarindo. Porém, mais reservada. Vale conhecer também.
  • Playa Conchal: O cartão postal da região. É uma praia com o mar mais “caribenho” em tons azuis cristalinos. É preciso andar pela praia vizinha por 10 minutinhos para chegar em Conchal. 
  • Playa Flamingo: Com mais infra-estrutura e cercada por coqueiros, é uma praia para quem gosta de ficar o dia em uma espreguiçadeira só curtindo o visual.
Onde se hospedar em Tamarindo:

Nós ficamos em condomínio de casas excelente, o Tamarindo Garden Boutique. Ofere opções de hospedagem para 2 ou 4 pessoas, com quartos, sala de estar, jantar, cozinha e piscina.

Fica na avenida principal da praia, mas longe da bagunça. É preciso de carro para se locomover, só que o custo-benefício do local compensa. Nós super recomendamos!

> Você pode reservar a Tamarindo Garden Boutique no Booking.com, clicando aqui. 

Costa Rica Turismo: Roteiro de 10 dias entre praias, surfe, vulcões e muita natureza
Costa Rica Turismo – Na piscina do Tamarindo Gardens Boutique, nós adoramos e super recomendamos! Clique para ver no Booking.com

Onde comer em Tamarindo:

  • Nogui: comida Costa-riquenha deliciosa em frente à praia. Ótimo para drinks no fim de tarde em frente ao mar.
  • El Mercadito: Adoramos o Poke da pequena zona gastronômica. Voltamos lá umas 3 vezes, rs!
  • Patagonian Argentinan Grill: Para uma comida argentina verdadeira, com direito à milanesas deliciosas e vinho argentino. 
  • Falafel Bar: Para quem gosta de comida árabe e saudável. 
  • Venezia Gelato & Café: Garante a sobremesa todas as noites com ótimos gelatos italianos. 

9 e 10 º dia: La Fortuna Costa Rica

Nossos últimos dias da viagem foram em La Fortuna Costa Rica. As dicas estão acima :). Se decidir ficar mais um tempinho, diversas pessoas incluem o Rio Celeste no roteiro. Ele lembra os rios de Bonito MS, Brasil, pela sua tonalidade.

O Rio Celeste é um rio azul turquesa cristalino, a duas horas de viagem de La Fortuna. Dá para conhecer em uma day trip. Porém, decidimos deixar de ir porque descobrimos que é proibido nadar no rio. 

Qual é a melhor época para visitar a Costa Rica

A melhor época para visitar a Costa Rica é entre o meio do mês de Dezembro à Abril. Esta é a alta temporada, quando dizem que tudo está mais cheio e os preços são mais altos. Nós fomos em Fevereiro e não sentimos nada “lotado”.

Pelo contrário, estava bem tranquilo, mesmo sendo alta temporada. Como fomos em dois casais, os custos foram bem tranquilos, já que dividimos o aluguel de carro, gasolina e hospedagem. 

No resto do ano, a chance de chuva é maior. Principalmente nos meses de Maio, Junho, Julho e Agosto, quando chove muito e quase todos os dias (segundo os locais). 

Como chegar na Costa Rica, na América Central

Não há voo direto para San José, capital da Costa Rica, das grandes cidades brasileiras. Nós fomos de Avianca via Bogotá. Até Bogotá, são 5h30 de voo.

Depois, para San José, são só mais 2h30. Se sua conexão for rápida, a viagem passa rapidinho.

Compramos o voo por cerca de R$ 1.500 saindo de São Paulo à San José. Você pode conferir preços e ver passagens em promoção através do site Viajanet.

> Leia mais sobre nossa experiência com a ferramenta no post Viajanet é confiável?

Dicas para Alugar um Carro na Costa Rica

Conselho de amiga: Alugue um 4×4 ou pelo menos um SUV. As estradas no país são ruins – muitas são de terra e esburacadas (principalmente indo para as praias). Tivemos até que atravessar um pequeno rio uma vez que nos perdemos.

Se você colocar no mapa, vai ver que as distâncias entre as cidades são curtas. Porém, como as estradas são meio precárias, cheias de curvas, desfiladeiros, buracos, a viagem demora muito mais. Também vale a pena se programar para fazer as viagens ainda com a luz do dia. Nada de sair a noite dirigindo, pode ser perigoso. 

Chegando em San José, já tínhamos alugamos um carro através daRent Cars. A plataforma compara os preços e ofertas das melhores locadoras do mercado.

> Confira os preços e modelos de carros para alugar na Costa Rica: RentCars

Nós alugamos um modelo chamado Bego (e ganhamos update para a RAV4) e funcionou super bem. A locadora que escolhemos foi a Budget, que possui transfer do aeroporto para a garagem dos carros que fica ao lado. Tudo foi super rápido. 

#DicaParaAnotar: Se você tiver um cartão de crédito Platinum ou Black, você não precisa pagar pelo Seguro do Carro (que quase dobra o valor da locação). Se você utilizar o cartão no aluguel do carro, ele automaticamente assegura você de danos ao veículo. Porém, não cobre danos à terceiros. Então é bom ficar atento!

Seguro Viagem para a Costa Rica Turismo

Seguro Viagem é sempre um fator imprescindível em viagens. Além de ser baratinho, te salva da dor de cabeça de qualquer contratempo. Nós contratamos através do SegurosPromo, uma plataforma que compara as coberturas e preços entre as melhores seguradoras do mercado.

Use o cupom VIVAOMUNDO5 para 5% de desconto e pague no boleto para mais 10% OFF.

>Para ver mais, confira como conseguir descontos em seguro viagem neste post.

Agora, se você for praticar esportes de aventura como surfe, trilhas, conhecer os vulcões, é melhor ver as coberturas do WorldNomads, que cobrem esportes radicais.

Leia mais sobre a Costa Rica

0 Deixe seu comentário
0 FacebookTwitterGoogle +Pinterest